CIÊNCIA, TECNOLOGIA E CRISTIANISMO NA OBRA DE C. S. LEWIS

  • LUIZ ADRIANO GONÇALVES BORGES UTFPR
Palavras-chave: C.S.Lewis, Ciência, Tecnologia, Guerras Mundiais, Cristianismo

Resumo

C. S. Lewis (1898 – 1963) viveu em uma época muito complicada do ponto de vista geopolítico (duas guerras mundiais), mas também bastante dinâmica no que tange à ciência e à tecnologia. O que este artigo irá explorar é justamente a visão da tecnologia e da ciência e a visão de cristianismo a partir dos escritos de Lewis, principalmente em suas obras “A abolição do homem” e “Trilogia Cósmica”, assim como cartas e ressonâncias em outras obras. As promessas com relação ao progresso, obtidas através do avanço das ciências e da tecnologia, começaram a ser vistas como falsas após duas guerras mundiais. Durante a primeira metade do século XX, diversos intelectuais escreveram ficções apontando uma visão negativa do futuro, tornando-se o favorito para se fazer pesadas – e criativas – críticas sociais. A crítica principal de Lewis estava centrada na ideia de que uma fé cega na ciência e na tecnologia levaria à abolição do homem, da própria natureza humana.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Referências

ALEXANDER, Jeffrey C. Theoretical logic in sociology. 1: Positivism, presuppositions, and current controversies. 1. paperback print ed. Berkeley: Univ. of California Press, 1985.

BARBOUR, Ian G. Ethics in an age of technology. 1st ed ed. San Francisco, Calif.: HarperSanFrancisco, 1993. (The Gifford lectures, v. 2, 1989-1991).

BARRETT, William. Irrational man: a study in existential philosophy. New York: Anchor Books, Doubleday, 1990.

BUNGE, Mario. Etica, ciencia y técnica. 1. ed., corr. y aum ed. Buenos Aires: Sudamericana, 1996.

BURY, J. B. Idea of progress: an inquiry into its origin and growth. Place of publication not identified: Read Books, 2011.

CLARK, Christopher M; VARGAS, Berilo; MOTTA, Laura Teixeira. Os sonâmbulos: como eclodiu a primeira guerra mundial. S.l.: s.n., 2014.

CLARKE, Arthur C. 3001: the final odyssey. New York: RosettaBooks, LLC, 2012. Disponível em: <http://public.eblib.com/choice/publicfullrecord.aspx?p=3031763>. Acesso em: 27 jul. 2017.

CLOUSER, Roy A. The myth of religious neutrality: an essay on the hidden role of religious belief in theories. Rev. ed ed. Notre Dame, Ind: University of Notre Dame Press, 2005.

COLE-TURNER, Ronald (Org.). Transhumanism and transcendence: Christian hope in an age of technological enhancement. Washington, D.C: Georgetown University Press, 2011.

COMO, James T. (Org.). Remembering C.S. Lewis: recollections of those who knew him. 3rd ed ed. San Francisco: Ignatius Press, 2005.

DAWSON, Christopher. Progresso e religião. 1. ed. São Paulo: É realizações, 2012.

DEMY, Timothy James. Technology, progress, and the human condition in the life and thought of c. S. Lewis. 2004. Salve Regina, Newport, 2004.

DOOYEWEERD, Herman. No crepúsculo do pensamento ocidental. São Paulo: Hagnos, 2010.

DURIEZ, Colin. The A-Z of C S Lewis: a complete guide to his life, thought and writings. [S.l: s.n.], 2013.

FENNEL, Jon. A Polanyian Perspective on C.S. Lewis’s The Abolition of Man. The Journal of Inklings studies, v. 4, n. 1, p. 93–122, abril 2014.

FULLER, Steve. Knowledge: the philosophical quest in history. First published ed. London New York: Routledge, 2015.

FULLER, Steve. Kuhn vs. Popper: the struggle for the soul of science. New York: Columbia University Press, 2004. (Revolutions in science).

GEHLEN, Arnold; PANSERA, Maria Teresa. L’uomo nell’era della tecnica: Problemi socio-psicologici della civiltà industriale. Roma: Armando, 2003.

HALDANE, J. B. S. EVERYTHING HAS A HISTORY. Place of publication not identified: ROUTLEDGE, 2017.

HOBSBAWM, E. J. A era dos impérios: 1875-1914. São Paulo (SP): Paz e Terra, 2010.

Publicado
2018-08-09
Como Citar
BORGESL. A. G. (2018). CIÊNCIA, TECNOLOGIA E CRISTIANISMO NA OBRA DE C. S. LEWIS. Revista Brasileira De Filosofia Da Religião, 4(2), 106 - 132. Recuperado de http://periodicos.unb.br/index.php/rbfr/article/view/11193