Materiais e processos produtivos utilizados no design de joias: análise histórica, evolutiva e comparativa

  • Andreia Salvan Pagnan Universidade do Estado de Minas Gerais – UEMG
  • Sebastiana Luiza Bragança Lana Universidade do Estado de Minas Gerais – UEMG
  • Pâmela Carine de Sousa Miranda Universidade do Estado de Minas Gerais – UEMG
  • Hemili Luize Neves Universidade do Estado de Minas Gerais – UEMG
Palavras-chave: Materiais, Tecnologia, Processos, História, Joalheria

Resumo

A história da joalheria mostra diversas aplicações de materiais que passaram por processos produtivos baseados na experimentação do homem utilizando o que havia disponível no seu contexto. O homem pré-histórico utilizou materiais disponíveis na natureza para construir adornos produzidos com ferramentas desenvolvidas por ele mesmo. O período entre 5000 e 4000 a.C., marcou o uso dos metais pelo homem que o aprimorou para aplicação nas joias baseadas na habilidade de produzir e manipular materiais. Antes da utilização do ouro e da prata para agregar valor às joias, os metais não nobres como cobre, platina e zinco, exerceram papel precursor na joalheria. Estes materiais antes utilizados como elemento único nas peças passaram a compor as ligas dos metais utilizados na joalheria. Com finalidade de analisar evolutiva e comparativamente a aplicação destes materiais, este artigo delineia sua trajetória histórica buscando mostrar a evolução dos processos no design de joias até a contemporaneidade.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Referências

ALVES, F. E., SILVA, P. P., & GUERRA, W. 2010. Metais do grupo da platina: história, propriedades e aplicações. Revista da Sociedade Portuguesa de Química, v. 119, p 27-33. Disponível em: https://www.spq.pt/magazines/BSPQuimica/649/article/30001594/pdf. Acesso: 19 de setembro de 2016.
ANTIQUE JEWELRY UNIVERSITY – AJU, Dynamic online encyclopedia. Platinum. Disponível em: . Acesso: 19 de setembro de 2016.
BENZ, I. E. 2009. Inovação no processo de design de joias através da modelagem 3D e da prototipagem rápida. Dissertação (Mestrado em Design) – Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro, Rio de Janeiro.
BENZ, I. E.; da Elisabeth; MAGALHÃES, C. F. de. 2010. Novas tecnologias gerando novos desafios para os designers de joias. In: 9º Congresso Brasileiro de Pesquisa e Desenvolvimento em Design, n.9, São Paulo. Disponível em: . Acesso: 23 de maio de 2018.
CALLISTER, W. D. 2012. Ciência e engenharia de materiais: uma introdução. Rio de Janeiro: Ltc.
CODINA, C. 2000. A joalharia: a técnica e a arte da joalharia explicadas com rigor e clareza. Lisboa: Estampa.
CORBETTA, G. 2006. Joalheria de arte. Porto Alegre: Editora AGE.
GOLA, E. A Joia: História e design. São Paulo: SENAC/SP, 2008.
INSTITUTO BRASILEIRO DE MINERAÇÃO, SINDICATO NACIONAL DA INDÚSTRIA DA MINERAÇÃO DO FERRO E METAIS BÁSICOS. 2015. Panorama da Mineração em Minas Gerais. Brasília: IBRAM. Disponível em: . Acesso: 29 de outubro de 2016.
KLIAUGA, A. M., & FERRANTE, M. 2009. Metalurgia básica para ourives e designers: do metal à jóia. Edgar Blücher, São Paulo.
LLABERIA, E. L. M. C. 2009. Design de joias: desafios contemporâneos. Dissertação (Mestrado em Design) – Universidade Anhembi Morumbi, São Paulo.
LABORATÓRIO VIRTUAL DE QUÍMICA - UNESP. Zinco. Disponível em: . Acesso: 29 de outubro de 2016.
LANA, H. S. C. 2010. Análise do processo de fundição de peças de joalheria assistida por software CAD/CAM. Dissertação (Mestrado em ciência da computação) - Universidade Federal de Ouro Preto. Rede Temática em Engenharia de Materiais.
LESKO, J. 2004. Design Industrial: Materiais e processos de fabricação. São Paulo: Edgar Blücher.
LIMA, M. A. M. 2006. Introdução aos Materiais e Processos para Designers. Rio de Janeiro: Editora Ciência Moderna Ltda.
MONTEIRO, M. T. F. 2015. A Impressão 3D no meio produtivo e o design: um estudo na fabricação de joias. Dissertação (Mestrado em Design). Universidade do Estado de Minas Gerais, Belo Horizonte.
NAVARRO, R. F. 2006. A Evolução dos Materiais: Parte 1 da pré-história ao início da era moderna. Revista eletrônica de materiais e processos, v.1, n.1, pp 01-11. Disponível em: Acesso: 28 de outubro de 2016.
ROCIO, M., SILVA, M., CARVALHO, P., CARDOSO, J. 2012. Perspectivas atuais da indústria de cobre no Brasil. BNDES Setorial, n. 36. Disponível em: . Acesso: 15 de agosto de 2018.
RODRIGUES, Mônica Aparecida; SILVA, Priscila Pereira; GUERRA, Wendell. 2012. Cobre. Química nova na escola, v. 34, n. 3, pp 161-162. Disponível em: < http://qnesc.sbq.org.br/online/qnesc34_3/10-EQ-37-10.pdf>. Acesso em 28 de outubro de 2016.
SIU N W C and DILNOT C. The challenge of the codification of tacit knowledge in designing and making: a case study of CAD systems in the Hong Kong jewellery industry. The Hong Kong Polytechnic University, Hong Kong, 2001.
THE ENCYCLOPEDIA OF EARTH. Platinum. Disponível em: . Acesso: 19 de setembro de 2016.
Publicado
2018-12-31
Como Citar
Pagnan, A., Lana, S. L., Miranda, P. C., & Neves, H. L. (2018). Materiais e processos produtivos utilizados no design de joias: análise histórica, evolutiva e comparativa. Revista De Design, Tecnologia E Sociedade, 5(2), 84-98. Recuperado de http://periodicos.unb.br/index.php/design-tecnologia-sociedade/article/view/21212