Economia Colaborativa e Afroempreendedorismo: Uma Análise Sobre Articulação Desses dois Conceitos no UJAMAA Coworking

Autores

  • Anan Karoline dos Santos Lima Universidade do Estado da Bahia
  • Tânia Moura Benevides Universidade Federal da Bahia

Palavras-chave:

Empreendedorismo. Afroempreendedorismo. Economia Colaborativa. Coworking.

Resumo

Este artigo tem por objetivo compreender o desenvolvimento do empreendedorismo no território soteropolitano a partir da articulação da economia colaborativa e afroempreendedorismo no Ujamaa Coworking. Em relação ao percurso metodológico partiu-se, inicialmente, da pesquisa bibliográfica e documental a fim de conhecer os conceitos e elencar categorias de análise. A seguir foi realizada a pesquisa de campo, utilizando-se, como instrumento de coleta de dados a entrevista e o questionário. Os dados coletados foram analisados através da técnica da triangulação com dois outros aspectos - resultados das entrevistas e observação não participante. O principal resultado desse estudo aponta para a importância da articulação entre a economia colaborativa e o afroempreendedorismo, levando-se em consideração às questões históricas e o posicionamento social da população negra na sociedade brasileira e soteropolitana, pois Salvador é a cidade com maior quantitativo de negros fora da África. Assim, projetos e ações que promovam, de maneira sustentável, o fortalecimento da economia local, são extremamente importantes, criando espaços propícios à geração de conhecimento e renda, auxiliando ainda a mudança de fatores sociais de marginalização e concentração de capital, uma vez que, apresenta-se como um novo modelo de fomento ao progresso e a geração de emprego e renda.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Métricas

Carregando Métricas ...

Biografia do Autor

Anan Karoline dos Santos Lima, Universidade do Estado da Bahia

Graduada em Administração na Universidade do Estado da Bahia ”“ UNEB, Departamento de Ciências Humanas.

Tânia Moura Benevides, Universidade Federal da Bahia

Doutora em Administração pela Universidade Federal da Bahia. Bacharel em Administração pela FRB e Mestre em Administração pela UNIFACS. Professora Adjunta da UFBA e UNEB.

Referências

ALMEIDA, Alex Sandro Macedo e outros. Desenvolvimento e Empreendedorismo Afro-Brasileiro. Florianópolis - SC. Ed. Atilénde, 2014.

BAGGIO, Francisco Adelar; BAGGIO, Daniel Knebel. Empreendedorismo: Conceitos e Definições. Rev. De Empreendedorismo, Inovação e Tecnologia, 2014.

BARROS, Aluízio Antonio. PEREIRA, Cláudia M. M. de Araújo. Empreendedorismo e Crescimento Econômico: uma Análise Empírica. RAC, Curitiba, v. 12, n. 4, p. 975-993, Out./Dez. 2008.

CABRAL, Magali. Fase de maturação. Revista Página 22. FGV - EAESP, pp. 42.47, junho 2015.

CIMADOM, Eduardo José. Empreendedorismo na gestão de empresas criadas por necessidade. Santa Maria - RS.

DAVIES, Frank Andrews; Identidades de sucesso: breve reflexão sobre os empresários negros. Revista do Programa de Pós-Graduação em Sociologia da USP. São Paulo ”“ SP, v. 16, n. 2, pp. 75.94, 2009.

ENDEAVOR BRASIL. Ãndice de cidades empreendedoras. 2015.

FILION, Louis Jacques. Empreendedorismo: empreendedores e proprietários-gerentes de pequenos negócios. Revista de Administração, São Paulo v.34, n.2, p.05-28, abril/junho, 1999.

FONSECA, João José Saraiva. Metodologia da Pesquisa Científica. Ceará, 2002.

GLOBAL ENTREPENEURSHIP MONITOR. Empreendedorismo no Brasil ”“ Relatório executivo. 2014.

MENESES, Jaci Maria Ferraz de. Abolição no Brasil: A construção da liberdade. Campinas, n. 36, p. 83-104, dez. 2009.

MESQUITA, Luiza Affonso Ferreira. As práticas que sustentam o trabalho colaborativo em espaços de coworking e o papel das Tecnologias de Informação e Comunicação: Estudo de caso da Goma. São Paulo ”“ SP, 2016.

LEFEVRE, Fernando; Cavalcanti Lefevre, Ana Maria. Discurso do Sujeito Coletivo: Representações sociais e intervenções comunicativas. Texto & Contexto Enfermagem, vol. 23, núm. 2, abril-junho, 2014, pp. 502-507 Universidade Federal de Santa Catarina Santa Catarina, Brasil.

OLIVEIRA, Djalma de Pinho Rebouças. Empreendedorismo: Vocação, Capacitação e Atuação. São Paulo ”“ SP, Ed. Atlas S.A, 2014.

OLIVEIRA, Maxwell Ferreira. Metodologia Científica: um manual para a realização de pesquisas em administração. Catalão ”“ GO, 2011.

PRODANOV, Cleber Cristiano; FREITAS, Ernani Cesar. Metodologia do Trabalho Científico: Métodos e Técnicas da Pesquisa e do Trabalho Acadêmico. Editora Feevale. 2. ed. Novo Hamburgo ”“ RS, 2013.

REVISTA PÁGINA 22. Economia colaborativa. Número 96, FGV EAESP, São Paulo - SP, junho de 2015.

ROSSI, Marina. Mais brasileiros se declaram negros e pardos e reduzem números de brancos. São Paulo - SP, 16 de novembro de 2015.

SARFATI, Gilberto. Empreendedorismo e Desenvolvimento Econômico. 2011. Disponível em: Acesso em: 17 mai. 2016.

SEE. Secretaria de assuntos estratégicos. População negra é a maior parcela da classe média brasileira. Disponível em: Acesso em: 17 mai 2016.

VIANA, Diego. O furo do capitalismo. Revista Página 22. FGV - EAESP, pp. 20.25, junho 2015.

Downloads

Publicado

2018-12-27

Como Citar

LIMA, A. K. dos S.; BENEVIDES, T. M. Economia Colaborativa e Afroempreendedorismo: Uma Análise Sobre Articulação Desses dois Conceitos no UJAMAA Coworking. Revista em Gestão, Inovação e Sustentabilidade, [S. l.], v. 4, n. 1, 2018. Disponível em: https://periodicos.unb.br/index.php/regis/article/view/21164. Acesso em: 29 set. 2022.

Edição

Seção

Artigos