O conceito de gênio na filosofia

Autores

  • Erinaldo Sales Universidade de Brasília - UnB

DOI:

https://doi.org/10.18830/issn.1679-0944.n2.2006.15231

Palavras-chave:

Gênio, Genialidade, Kant, Nietzsche

Resumo

Este ensaio trata da questão do gênio em alguns dos maiores filósofos alemães: Kant e Nietzsche, a a passagem de um para o outro, intermediada por Hegel e Schopenhauer. O enfoque será nas obras Crítica do juízo, Humano, demasiado humano, Aurora e os fragmentos de Nietzsche, além de O mundo como vontade e representação, de Schopenhauer e o Curso de Estética, de Hegel. Os Fragmentos do Ateneu, de F. Schlegel e outros, também serão utilizados na discursão da questão do gênio.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Métricas

Carregando Métricas ...

Biografia do Autor

Erinaldo Sales, Universidade de Brasília - UnB

Mestre em Tearia da Literatura, Univeridade de Brasília.

Downloads

Publicado

2006-07-02

Como Citar

Sales, E. (2006). O conceito de gênio na filosofia. Paranoá, 2(2). https://doi.org/10.18830/issn.1679-0944.n2.2006.15231

Edição

Seção

Teoria, História e Crítica

Artigos mais lidos pelo mesmo(s) autor(es)