“Esse é o seu povo, e não as pessoas africanas”: a condição de ser coloured em A question of power de Bessie Head

Autores

  • Valdirene Baminger Oliveira
  • Divanize Carbonieri

Palavras-chave:

Racismo. Apartheid. Coloured. Bessie Head.

Resumo

O objetivo deste trabalho é analisar as representações do racismo envolvidas na condição de ser coloured em A question of power (1973), de Bessie Head. A narrativa se passa durante o regime do apartheid, tendo como cenários a África do Sul e Botswana. A protagonista, Elizabeth, é uma mulher africana coloured que enfrenta circunstâncias de discriminação acarretadas por sua situação de sujeito híbrido. Serão examinadas as relações entre raça, racismo e contexto social, levando-se em consideração como esses elementos interligados são representados no romance a partir de um entrelaçamento interdisciplinar entre literatura e sociologia.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Referências

BHABHA, Homi. The third space. In: RUTHERFORD, Jonathan (Ed.). Identity: community, culture, difference. London: Lawrence & Wishart, 1990. p. 207-221.

_____. O local da cultura. Trad. Myriam Ávila, Eliana Lourenço de Lima Reis e Gláucia Renate Gonçalves. Belo Horizonte: Ed. UFMG, 2001.

CANCLINI, Néstor G. Culturas híbridas: estratégias para entrar e sair da modernidade. 4. ed. 6. reimp. São Paulo: Edusp, 2013.

CARBONIERI, Divanize. A história nos subsolos da literatura: as narrativas coloniais e pós-coloniais de língua inglesa. Mulemba, n. 8, p. 41-64, jan./jul. 2013.

CARBONIERI, Divanize; FREITAS, João Felipe A.; SILVA, Sheila Dias. Rumos do romance africano de língua inglesa na contemporaneidade. Investigações, v. 26, n. 1, p. 1-37, 2013.

CAVALI-SFORZA, Luca e Francesco. Quem somos? História da diversidade humana. Trad. Laura Cardellini Barbosa de Oliveira. São Paulo: Ed. Unesp, 2002.

CHAPMAN, Michael. Writing in the interregnum: South Africa 1970-1995. Southern African Literatures. London: Longman, 1996.

CORNEJO POLAR, Antonio. Mestizaje e hibridez: los riesgos de las metáforas apuntes. Revista Iberoamericana, v. LXVIII, n. 200, p. 867-870, Julio-Septiembre 2002.

FIGUEIREDO, Eurídice. Representações de etnicidade: perspectivas interamericanas de literatura e cultura. Rio de Janeiro: 7 Letras, 2010.

GROSFOGUEL Ramón. ¿Qué entendemos por racismo? Una visión decolonial. Videoaula ministrada por Grosfoguel e publicada em 02/06/2014. Disponível em: <https://www.youtube.com/watch?v=zvBO6aDrLmI>. Acesso em: 03/11/2015.

HEAD, Bessie. A question of power. South Africa: Penguin Books, 2011.

MUNANGA, Kabengele. Rediscutindo a mestiçagem no Brasil: identidade nacional versus identidade negra. Petrópolis: Vozes, 1999.

PEARSE, Adetokunbo. Apartheid and madness: Bessie Head’s – A question of power, Kunapipi, 1983. Disponível em: <http://ro.uow.edu.au/kunapipi/vol5/iss2/9>. Acesso em: 10/09/2015.

QUIJANO, Anibal. Colonialidade do poder, eurocentrismo e América Latina. In: LANDER, Edgardo (Org.). A colonialidade do saber: eurocentrismo e ciências sociais. Perspectivas latino-americanas. Collección Sur Sur, GLACSO, Ciudad Autônoma de Buenos Aires, Argentina. Setembro 2005, p. 107-130.

RAFAPA, L. J.; NENGOME, A. Z.; TSHAMANO, H. S. Instances of Bessie Head’s distinctive feminism, womanism and Africanness in her novels, 2011. Disponível em: <http://www.letterkunde.up.ac.za/argief/48_2/07%20Rafapa%20et%20al%2003.pdf>. Acesso em: 10/09/2015.

RAMOS, Arthur. A mestiçagem no Brasil. Maceió: Edufal, 2004.

TODOROV Tzvetan. Nós e os outros: a reflexão francesa sobre a diversidade humana, vol. I. Trad. Sergio Goes de Paula. Rio de Janeiro: Jorge Zahar Ed., 1993.

VIGNE, Randolph. A gesture of belonging: letters from Bessie Head, 1965-1979. United States of America: Heinemann Educational Books, Inc, 1991.

Publicado

2016-08-02

Como Citar

Oliveira, V. B., & Carbonieri, D. (2016). “Esse é o seu povo, e não as pessoas africanas”: a condição de ser coloured em A question of power de Bessie Head. Revista Letra Capital, 25(41). Recuperado de https://periodicos.unb.br/index.php/lcapital/article/view/25387