Organização Política dos Coletivos de Estudantes Negros no Ensino Superior Brasileiro

Autores

Palavras-chave:

coletivos negros, ações afirmativas, ensino superior, movimento social

Resumo

A partir das duas décadas passadas, o aumento do fluxo de estudantes negros proporcionado pela implantação e implementação das políticas da diversidade, em especial de ações afirmativas no ensino superior, possibilitou uma nova configuração nas universidades brasileiras, especialmente nas públicas. Neste contexto, estudantes organizados a partir da identidade racial negra se juntam em coletivos com a finalidade de reivindicar pautas ainda não superadas por esses grupos dentro das universidades, como a manutenção do acesso e a garantia da permanência deles nessas instituições. Este artigo tem como objetivo apresentar um panorama sobre algumas das formas de organização política de coletivos de estudantes negros presentes em universidades do estado do Rio de Janeiro. Concluímos este artigo com o entendimento de que os coletivos negros possuem múltiplas formas de organização política e de estrutura dentro do espaço acadêmico, entre elas, a caracterização pela ausência de uma forma padrão, pela ruptura com o movimento estudantil. Prezam pela horizontalidade, pela fiscalização e acompanhamento das políticas de ações afirmativas, visando a manutenção delas nas universidades brasileiras.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Guilherme dos Santos Oliveira, Universidade Estadual de Campinas (Unicamp), Brasil

Doutorando do Programa de Pós-Graduação em Ciências Sociais (PPGCS) da Unicamp. Membro do Núcleo de Estudos de Gênero Pagu e do Núcleo de Estudos Afro-brasileiros (Neab) da Universidade Estadual do Rio de Janeiro (Uerj).

Maria Alice Rezende Gonçalves, Universidade do Estado do Rio de Janeiro (Uerj), Brasil

Doutora em Saúde Coletiva e professora associada do Departamento de Ciências Sociais e Educação da Uerj. Líder do grupo de pesquisa Museus Afro-digitais, Relações Raciais e Artes Visuais.

Downloads

Publicado

2022-04-19

Como Citar

OLIVEIRA, Guilherme dos Santos; GONÇALVES, Maria Alice Rezende. Organização Política dos Coletivos de Estudantes Negros no Ensino Superior Brasileiro. Revista de Estudos em Relações Interétnicas | Interethnica, [S. l.], v. 23, n. 1, p. 17–37, 2022. Disponível em: https://periodicos.unb.br/index.php/interethnica/article/view/38276. Acesso em: 14 jul. 2024.

Edição

Seção

Dossiê Resistência Afro na América Latina