Sobre a Revista

A InSURgência: revista de direitos e movimentos sociais, ligada ao Instituto de Pesquisa, Direitos e Movimentos Sociais - IPDMS e vinculada ao Programa de Pós-Graduação em Direitos Humanos e Cidadania da Universidade de Brasília (PPGDH/UnB) tem por objetivo difundir produção teórica inédita concernente à temática “direitos e movimentos sociais”. Com a perspectiva de impulsionar a atividade de pesquisa desenvolvida com, por e para os movimentos sociais, mobilizando pesquisadoras e pesquisadores de todo o Brasil em diversas áreas temáticas, o IPDMS se propõe a veicular uma publicação, em formato de periódico internacional, que promova produções teóricas que estejam comprometidas com a construção de conhecimento crítico e libertador sobre o tema dos direitos e dos movimentos sociais, permitindo a elaboração criativa e engajada de análises e interpretações sobre os diversos assuntos que afetam o povo brasileiro e latino-americano.

A Revista admite produções acadêmicas, políticas e artísticas relacionadas ao tema direitos e movimentos sociais, considerando como áreas de interesse as ligadas aos Grupos de Trabalho (GTs) do IPDMS: Assessoria jurídica popular, educação jurídica e educação popular; Cidade e direito; Criminologia crítica e movimentos sociais;
Direito e marxismo; Direito, memória e justiça de transição; Direitos, infâncias e juventudes; Gênero, sexualidade e direito; Mundo do trabalho, movimento sindical e direito; Povos e comunidades tradicionais, questão agrária e conflitos socioambientais; Pensamento crítico e pesquisa militante na América Latina; Observatório do sistema de justiça, de políticas públicas e do legislativo; Observatório da mídia, direitos e políticas de comunicação.

 

Corpo editorial

Normas para publicação

Contato

 

ISSN: 2447-6684 | Ano de criação: 2015 | Área-mãe: Interdisciplinar (Sociais e Humanidades ) |  Subárea: Direito

 

Anúncios

Edição Atual

v. 7 n. 1 (2021): Pandemia, direitos e movimentos sociais
					Visualizar v. 7 n. 1 (2021): Pandemia, direitos e movimentos sociais

A pandemia da Covid-19 abalou o mundo e gerou uma crise sanitária sem precedentes, que se uniu às diversas crises pelas quais já passava a humanidade antes de 2020: crise econômica, ambiental, política, ideológica etc. Ainda que haja prospectivas distintas sobre o mundo pós-pandemia, as análises têm sido uníssonas quanto ao agravamento das desigualdades sociais, econômicas, políticas e geopolíticas.

Os movimentos sociais têm sido profundamente impactados pela pandemia da Covid-19. As lutas por direitos tiveram que se adaptar às necessárias medidas de isolamento social; a falta de acesso a recursos tecnológicos silenciou e invisibilizou muitas pautas de reivindicação; novas lutas e novos movimentos sociais surgiram nesse contexto; campanhas de solidariedade foram organizadas para enfrentar as necessidades mais básicas do povo; a classe trabalhadora se vê diante de novos dilemas impostos pelo trabalho remoto, ou pelo trabalho presencial sem as condições mais básicas de segurança para evitar novos contágios; a enorme quantidade de contaminados intensifica a pressão sobre sistemas públicos de saúde, que já vinham de processos anteriores de precarização e privatização.

Nesse sentido, na esteira da campanha do IPDMS “Direitos e movimentos em tempos de pandemia”, a InSURgencia: revista de direitos e movimentos sociais organiza o dossiê intitulado “Pandemia, direitos e movimentos sociais”, com o objetivo de publicar artigos que reflitam sobre os impactos da pandemia da Covid-19 nas lutas dos movimentos sociais no Brasil e em outros países.

Publicado: 31-01-2021

Editorial

Dossiê

Em Defesa da Pesquisa

Poéticas Políticas

Caderno de Retorno

Ver Todas as Edições