Revista Horizontes de Linguistica Aplicada https://periodicos.unb.br/index.php/horizontesla <p style="text-align: justify;">A Revista Horizontes de Linguística Aplicada, fundada em 2002, publicação semestral mantida pelo Programa de Pós-Graduação em Linguística Aplicada do Departamento de Línguas Estrangeiras e Tradução da Universidade de Brasília, tem por objetivo divulgar textos inéditos na área de concentração de ensino e aprendizagem de línguas.</p> Programa de Pós-Graduação em Linguística Aplicada pt-BR Revista Horizontes de Linguistica Aplicada 1677-9770 <p><a href="http://creativecommons.org/licenses/by-nc-nd/3.0/" rel="license"><img style="border-width: 0;" src="http://i.creativecommons.org/l/by-nc-nd/3.0/88x31.png" alt="Licença Creative Commons"></a><br>A Revista Horizontes de Linguística Aplicada de <a href="/index.php/horizontesla/index" rel="cc:attributionURL">http://seer.bce.unb.br/index.php/horizontesla/index</a> é licenciado sob uma <a href="http://creativecommons.org/licenses/by-nc-nd/3.0/" rel="license">Licença Creative Commons Atribuição-Uso não-comercial-Vedada a criação de obras derivadas 3.0 Unported</a>.</p> <p>&nbsp;</p> <ol type="a"> <ol type="a"> <li class="show">Autores mantém os direitos autorais e concedem à revista o direito de primeira publicação, sendo o trabalho simultaneamente licenciado sob a&nbsp;<a href="http://creativecommons.org/licenses/by/3.0/" target="_new">Creative Commons Attribution License</a>&nbsp;o que permite o compartilhamento do trabalho com reconhecimento da autoria do trabalho e publicação inicial nesta revista.</li> <li class="show">Autores têm autorização para assumir contratos adicionais separadamente, para distribuição não-exclusiva da versão do trabalho publicada nesta revista (ex.: publicar em repositório institucional ou como capítulo de livro), <span style="text-decoration: underline;">com reconhecimento de autoria e publicação inicial nesta revista.</span></li> </ol> </ol> Letramento em avaliação para professores de línguas estrangeiras para crianças: orientações teórico-práticas https://periodicos.unb.br/index.php/horizontesla/article/view/26804 <p>As pesquisas no ensino-aprendizagem de línguas estrangeiras para crianças vêm crescendo paulatinamente (SANTOS, 2009; TONELLI; CRISTOVÃO, 2010). No que concerne ao papel da avaliação nesse contexto, no entanto, ainda há muitas lacunas a serem preenchidas, não só pela falta de preparo de professores de línguas no ensino para crianças, mas também pelo desconhecimento do papel da avaliação como integradora do processo de ensino-aprendizagem (SCARAMUCCI, 2006). Assim, este trabalho tece considerações sobre as características do letramento em avaliação (STIGGINS, 1991) em contextos de línguas estrangeiras (INBAR-LOURIE, 2008a; QUEVEDO-CAMARGO; SCARAMUCCI, 2018) para professores de crianças. Além de conhecimentos sobre avaliação e sobre língua(gem), esse professor precisa entender os níveis de desenvolvimento da criança (McKAY, 2006), pois essas diferenças moldam a forma como a criança é ensinada e, portanto, avaliada. São esses conhecimentos distintos que definem o <em>letramento em avaliação para professores de línguas estrangeiras para crianças</em>, nossa proposta de alteração e expansão do conceito anterior. Ademais, fazemos sugestões de atividades de avaliação para ilustrar essa perspectiva. Cientes do poder da avaliação (SHOHAMY, 2001), esperamos que nosso trabalho contribua para a percepção desse letramento como ferramenta de mudança na(s) cultura(s) de avaliar (INBAR-LOURIE, 2008b) e, consequentemente, de transformação educacional.</p> Isadora Teixeira Moraes Estogildo Gledson Batista Copyright (c) 2020 Revista Horizontes de Linguistica Aplicada https://creativecommons.org/licenses/by-nc-nd/4.0 2020-09-03 2020-09-03 19 2 15 42 O efeito de sugestões críticas na reelaboração de materiais didáticos de professores em formação inicial https://periodicos.unb.br/index.php/horizontesla/article/view/27686 <p>Este artigo tem por objetivo analisar o impacto das sugestões realizadas em um contexto de colaboração dialógico-crítica em sala de aula na reelaboração de materiais didáticos produzidos por professores em formação inicial. Este trabalho traz para discussão os resultados de uma pesquisa de intervenção realizada em uma disciplina da graduação em Letras/Inglês de uma universidade federal do Nordeste brasileiro. A análise, apoiada nos conceitos de mediação e de colaboração à luz da Teoria da Atividade Sócio-Histórico-Cultural, evidenciou marcas da colaboração nas sugestões, permitindo analisá-las como instrumento de mediação na perspectiva vygotskiana.</p> Philipe Pereira Borba de Araújo Marco Antônio Margarido Costa Copyright (c) 2020 Revista Horizontes de Linguistica Aplicada https://creativecommons.org/licenses/by-nc-nd/4.0 2020-09-03 2020-09-03 19 2 43 68