Sobre restaurar fios:

reflexões sobre a pobreza em A hora da estrela

Autores

  • Ivana Ferrante Rebello Universidade Estadual de Montes Claros

DOI:

https://doi.org/10.1590/S2316-40182013000100013

Resumo

Este artigo lê o romance A hora da estrela, de Clarice Lispector, sob o fulcro da pobreza. Sob a história da nordestina pobre e fracassada para a vida cola-se uma escrita angustiada e autorreflexiva, metaforizada, no plano da narrativa, no ofício de cerzir, interrompido, e na prática defi ciente de datilógrafa de Macabéa. A pobreza sem enfeites é recurso da autora para colocar em cena sua impotência de escritora.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Ivana Ferrante Rebello, Universidade Estadual de Montes Claros

Doutora em Literaturas de Língua Portuguesa, professora titular da Universidade Estadual de Montes Claros (Unimontes), Montes Claros, Minas Gerais, Brasil. 

Referências

ARÊAS. Vilma (1997). Con la punta de los dedos. Anthropos, Barcelona, extra 1 e 2, p. 68-72

CANDIDO, Antonio (1993). O discurso e a cidade. São Paulo: Duas Cidades. p. 19-54.

______. ([1979]1987) A nova narrativa. In: A educação pela noite e outros ensaios. São Paulo: Ática. p. 199-215.

GOTLIB, Nádia Batella (1995). Clarice: uma vida que se conta. São Paulo: Ática.

LISPECTOR, Clarice (1984). A hora da estrela. 9. ed. Rio de Janeiro: Nova Fronteira.

OLIVEIRA, S. Ribeiro de (1985). A barata e a crisálida: o romance de Clarice Lispector. Rio de Janeiro: José Olympio; Brasília: INL.

PAES, José Paulo (1999). O pobre diabo no romance brasileiro. In: A aventura literária: ensaios sobre a ficção e ficções. São Paulo: Companhia das Letras.

REZENDE, Beatriz (2008). Contemporâneos: expressão da estética brasileira do século XXI. Rio de Janeiro: Casa da Palavra.

RIBEIRO, Leo Gilson (1977). A hora das estrelas. Jornal da Tarde, São Paulo, p. 19.

RONCADOR, Sônia (2002). Poéticas do empobrecimento: a escrita derradeira de Clarice. São Paulo: Annablume.

SANTOS, Joel Rufino dos (2004). Os pobres. In: Épuras do social: como podem os intelectuais trabalhar com os pobres. São Paulo: Global.

Downloads

Publicado

2013-06-27

Como Citar

Rebello, I. F. (2013). Sobre restaurar fios:: reflexões sobre a pobreza em A hora da estrela. Estudos De Literatura Brasileira Contemporânea, (41), 219–232. https://doi.org/10.1590/S2316-40182013000100013