Slam Resistência: poesia, cidadania e insurgência

Autores

DOI:

https://doi.org/10.1590/2316-40185915

Palavras-chave:

slam, poesia, cidadania

Resumo

Este artigo investiga os entrelaçamentos entre poesia, cidadania e insurgência na São Paulo contemporânea a partir do Slam Resistência, uma batalha de poesia que acontece desde 2014, todos os meses, na Praça Roosevelt, no centro da cidade. Para tanto, dada a novidade que essa nova forma de poesia constitui, apresentaremos as origens e os percursos da slam poetry até sua chegada a São Paulo e discutiremos a forma como o slam transforma a relação entre público, poeta e poesia, redefinindo seus termos. Em seguida, veremos como, ao se afiliar simultaneamente aos suportes oral, visual e escrito, o slam mistura as esferas do público e do privado, do político e do pessoal. Dessa forma, no Slam Resistência, a prática da cidadania insurgente acontece no centro da pólis e toma a praça, ocupando e ressignificando o espaço público.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Referências

CANCLINI, Nestor Garcia (2010). Consumidores e cidadãos: conflitos multiculturais da globalização. Tradução de Maurício Santana Dias e Javier Rapp. Rio de Janeiro: Editora UFRJ.
D’ALVA, Roberta Estrela (2011). Um microfone na mão e uma ideia na cabeça: o poetry slam entra em cena. Synergies Brésil, n. 9, p. 119-126. Disponível em: https://gerflint.fr/Base/Bresil9/estrela.pdf. Acesso em: 20 dez. 2019.
DAMON, Maria (1998). Was that “diferente”, “dissidente” or “dissonante”? Poetry (n) the public spear: slams, open readings, and dissident traditions. In: BERNSTEIN, Charles (Ed.). Close listening: poetry and the performed word. Oxford: Oxford University Press, p. 324-342.
GREGORY, Helen (2008). (Re)Presenting ourselves: art, identity and status in U.K. poetry slam. Oral Tradition, v. 23, n. 2, p. 201-217. Disponível em: https://bit.ly/2tulgX4. Acesso em: 20 dez. 2019.
GREGORY, Helen (2012). Poetry performances on the page and stage: insights from slam. In: GINGEL, Susan; ROY, Wendy (Ed.). Listening up, writing down, looking beyond: interfaces of the oral, written, and visual. Waterloo: Wilfrid Laurier University Press.
HOLSTON, James (2008). Insurgent citizenships: disjunctions of democracy and modernity in Brazil. Princeton: Princeton University Press.
HOLSTON, James (2009). Insurgent citizenship in an era of global urban peripheries. City and Society, v. 21, n. 2, p. 245-267. Disponível em: https://bit.ly/2SS53FR. Acesso em: 20 dez. 2019.
LEFEBVRE, Henri (2008). O direito à cidade. Tradução de Rubens Eduardo Frias. São Paulo: Centauro.
MORAES, Alana et al. (Org.) (2014). Junho: potência das ruas e das redes. São Paulo: Friedrich Erbert Stiftung.
PERRY, Irmani (2004). Prophets of the hood: politics and poetics in hip hop. Durham & London: Duke University Press.
RACIONAIS MC’s (2002). Negro drama. In: RACIONAIS MC’s. Nada como um dia após o outro dia. São Paulo: Cosa Nostra. Disponível em: https://open.spotify.com/album/4HcPzKyKVtcZCwJgesoZWn. Acesso em: 20 dez. 2019.
ROLNIK, Raquel (2017). Territórios em conflito: São Paulo: espaço, história e política. São Paulo: Três Estrelas.
SLAM – Voz de Levante. Direção: Tatiana Lohmann e Roberta Estrela D’Alva. Globo Filmes. Documentário. 81 min.
SLAM RESISTÊNCIA (2016a). Patricia Meira chegou esses dias no rolê e já tá arrasando e levando um monte de Slam! Slam Resistência – Novembro/2016. Fanpage Slam Resistência no Facebook, São Paulo, 16 nov. Vídeo. Disponível em: https://www.facebook.com/slamresistencia/videos/1170540129695371/. Acesso em: 28 fev. 2018.
SLAM RESISTÊNCIA (2016b). Lucas Penteado Kóka, símbolo das ocupações de secundaristas em SP e o grande vencedor do Slam Resistência – edição de dezembro/2016. Fanpage Slam Resistência no Facebook, São Paulo, 12 dez. Disponível em: https://www.facebook.com/slamresistencia/videos/1204045536344830/. Acesso em: 28 fev. 2018.
SLAM RESISTÊNCIA (2016c). Daniel Gtr (Daniel Carvalho) mais uma vez mexendo na ferida da bancada da bala evangélica. Fanpage Slam Resistência no Facebook, São Paulo, 22 dez. Vídeo. Disponível em: https://www.facebook.com/slamresistencia/videos/1215372628545454/. Acesso em: 28 fev. 2018.
SLAM RESISTÊNCIA (2016d). Lucas Afonso, representante do Brasil na França no ano passado, e neste ano, foi finalista do nosso Slam. Fanpage Slam Resistência no Facebook, São Paulo, 21 dez. Vídeo. Disponível em: https://www.facebook.com/slamresistencia/videos/1212769128805804/. Acesso em: 28 fev. 2018.
SLAM RESISTÊNCIA (2017a). Confiram a poesia autobiográfica de Paulina Turra!. Fanpage Slam Resistência no Facebook, São Paulo, 7 ago. Vídeo. Disponível em: https://www.facebook.com/slamresistencia/videos/1442074925875222/. Acesso em: 28 fev. 2018.
SLAM RESISTÊNCIA (2017b). O feminismo não deveria existir!. Fanpage Slam Resistência no Facebook, São Paulo, 22 mar. Vídeo. Disponível em: https://www.facebook.com/slamresistencia/videos/1309029562513093/. Acesso em: 28 fev. 2018.
SLAM RESISTÊNCIA (2017c). Slam Resistência – primeira edição de 2017. Fanpage Slam Resistência no Facebook, São Paulo, 7 mar. Vídeo. Disponível em: http://www.facebook.com/slamresistencia/videos/1293755650707151/. Acesso em: 28 fev. 2018.
SOMERS-WILLET, Susan B. A. (2001). Slam Poetry: ambivalence, gender and authenticity in “slam”. Text, Practice and Performance, Texas, v. 3, p. 37-63. Disponível em: https://bit.ly/2SVgHzB. Acesso em: 20 dez. 2019.
SOMERS-WILLET, Susan B. A. (2009). The cultural politics of slam poetry: race, identity and the performance of popular verse in America. Ann Arbor: University of Michigan Press.
SPIVAK, Gayatri Chakravorty (1987). Subaltern studies: deconstructing historiography. In: SPIVAK, Gayatri Chakravorty. Other worlds: essays in cultural politics. Nova York; Londres: Routledge. p. 197-221.
TEPERMAN, Ricardo (2011). Tem que ter suíngue: batalhas de freestyle no metrô Santa Cruz. Dissertação (Mestrado em Antropologia Social) – Universidade de São Paulo, São Paulo.
ZUMTHOR, Paul (2014). Performance, recepção e leitura. Tradução de Jerusa Pires Ferreira e Suely Fenerich. São Paulo: Cosac Naify.

Publicado

2020-01-24

Como Citar

Freitas, D. S. de . (2020). Slam Resistência: poesia, cidadania e insurgência. Estudos De Literatura Brasileira Contemporânea, (59), 1-15. https://doi.org/10.1590/2316-40185915