[1]
R. A. Rodrigues, “ teoria queer e crítica chicana em Gloria Anzaldúa”., ETDS, nº 30, out. 2017.