Esconderijo dos narradores no livro III da República

Authors

  • Diogo Norberto Mesti

Keywords:

Imitação, Léxis, Platão, Poesia e educação

Abstract

No livro III da República, Platão analisou o estilo de narrar da epopéia, da tragédia e do ditirambo, explicando um pouco como é o lógos do quê os poetas dizem. Aristóteles se deteve mais nisso ao tratar da léxis poética, ora na Poética, afirmando que o diálogo é o metro descoberto pela tragédia, ora na Retórica, afirmando que o diálogo é a forma mais dramática de se escrever. Diante deste aspecto geral das trocas entre as personagens, a noção de imitação das conversas socráticas em Platão merece novas reflexões, sobretudo para entender o que está em disputa na querela entre filosofia e poesia no livro X da República e, também, o quanto a escrita de Platão se distancia de um drama simples.

Downloads

Download data is not yet available.

Metrics

Metrics Loading ...

Published

2010-12-08

How to Cite

Mesti, D. N. (2010). Esconderijo dos narradores no livro III da República. Revista Archai, (4), 45–52. Retrieved from https://periodicos.unb.br/index.php/archai/article/view/2271