O Brasil e as origens do Mercado Comum Europeu diplomacia, comércio e conflito nas origens do processo europeu de integração (1957-1958)

Main Article Content

Antônio Carlos Lessa

Resumo

O objetivo do trabalho é discutir o processo de reconhecimento, por parte do governo brasileiro, em 1958, da criação do Mercado Comum Europeu. Quando anunciada, com a assinatura do Tratado de Roma em 1957, o estabelecimento do Mercado Comum Europeu motivou  uma dura reação por parte do governo brasileiro, que liderou a oposição dos governos latino-americanos, temerosos das consequências que a vinculação das colônias e ex-colônias européias teriam para as suas exportações dirigidas para os mercados europeus tradicionais.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Article Details

Como Citar
Lessa, Antônio Carlos. 2017. “O Brasil E As Origens Do Mercado Comum Europeu: Diplomacia, comércio E Conflito Nas Origens Do Processo Europeu De integração (1957-1958)”. Meridiano 47 - Journal of Global Studies 14 (135):34-40. https://periodicos.unb.br/index.php/MED/article/view/4676.
Seção
Artigos
Biografia do Autor

Antônio Carlos Lessa, Universidade de Brasília

Professor do Instituto de Relações Internacionais da Universidade de Brasília - UnB, e pesquisador do Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico - CNPq.

Artigos mais lidos pelo mesmo(s) autor(es)

1 2 3 > >>