RELAÇÕES ENTRE O ILUMINISMO ALEMÃO E A CONCEPÇÃO GOETHIANA DE FORMAÇÃO

Main Article Content

Abraão Lincoln Ferreira Costa

Resumo

A genialidade encontrada em Os anos de aprendizado de Wilhelm Meister, do pensador Johann Wolfgan Von Goethe, consiste exatamente na incomparável habilidade de delinear através do romance de formação [Bildungsroman] a construção do protagonista a serviço de uma outra dimensão humana, há bastante tempo esquecida. É diante disso que o presente artigo pretende analisar, enquanto uma das principais questões filosófico-literárias do século XVIII, os termos cultura [Kultur] e formação [Bildung], para então articulá-los com as considerações goethianas e a dos filósofos Immanuel Kant e Friedrich Nietzsche. Assim, o principal interesse dessa investigação consiste em pensar como a ideia de formação [Bildung], até então vinculada ao projeto do vir-a-ser, foi sendo abandonada para então se produzir outro sentido de edificação do homem, desta vez associado aos interesses da vida moderna.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Article Details

Como Citar
Costa, Abraão Lincoln Ferreira. 2018. “RELAÇÕES ENTRE O ILUMINISMO ALEMÃO E A CONCEPÇÃO GOETHIANA DE FORMAÇÃO”. Meridiano 47 - Journal of Global Studies 3 (1). https://doi.org/10.26512/aguaviva.v3i1.12184.
Seção
Artigos
Biografia do Autor

Abraão Lincoln Ferreira Costa, UNIOESTE e UNIPLAN

Licenciado em filosofia pela Universidade Católica de Brasília (UCB), com pós-graduação lato sensu e mestrado no mesmo curso pela Universidade de Brasília (UnB). Atualmente, cursa o doutorado pelo Programa de Pós-Graduação em Filosofia da Universidade Estadual do Oeste do Paraná (UNIOESTE), instituição onde também integra o Grupo de Pesquisas sobre Filosofia, Ciência e Natureza na Alemanha do século XIX. Suas pesquisas concentram-se nos seguintes temas: Nietzsche e os conceitos de cultura, história e formação (Bildung); Ateísmo filosófico contemporâneo; Metafísica e Conhecimento; Política e Educação. É professor concursado da Secretaria de Estado de Educação do Distrito Federal (SEEDF) e professor/pesquisador do Centro Universitário Planalto do Distrito Federal (UNIPLAN). 

Referências

GOETHE, J. W. V. Os anos de aprendizado de Wilhelm Meister. Tradução de Nicolino Simone Neto. São Paulo: Editora 34, 2009.

KANT, I. Resposta à pergunta: o que é Iluminismo. In: A paz perpétua e outros opúsculos. Lisboa: Edições 70, 1990.

RINGER, F. K. O declínio dos mandarins alemães: a comunidade acadêmica alemã, 1890-1933. Tradução de Dinah de Abreu Azevedo. São Paulo: Edusp, 2000.

WEBER, J. F. Formação (Bildung), educação e experimentação em Nietzsche. Londrina: Eduel, 2011.

STIRNIMANN, V-P. Schlegel, carícias de um martelo. In: SCHLEGEL, F. O dialeto dos fragmentos. Tradução de Márcio Suzuki. São Paulo: Iluminuras, 1997.