As fases de Pesquisas sobre Computer Assisted Language Learning (CALL) no Brasil: identificação do estado da arte

Main Article Content

Susana Cristina dos Reis

Resumo

A necessidade do estabelecimento da agenda de pesquisa em Computer Assisted Language Learning (CALL) tem sido foco de investigação de pesquisadores em Linguística Aplicada na última década. Neste trabalho, identifico fases da pesquisa na área de Ensino e Aprendizagem de Inglês media do por computador, no Brasil, com base na análise dos objetivos e das tendências teóricas das pesquisas publicadas em artigos, dissertações e teses dessa área. Os resultados sugerem que há três fases de pesquisa sobre CALL e que ainda são poucos os pesquisadores da Linguística Aplicada.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Article Details

Como Citar
Reis, Susana Cristina dos. 2013. “As Fases De Pesquisas Sobre Computer Assisted Language Learning (CALL) No Brasil: Identificação Do Estado Da Arte”. Meridiano 47 - Journal of Global Studies 11 (1). https://doi.org/10.26512/rhla.v11i1.1135.
Seção
Artigos
Biografia do Autor

Susana Cristina dos Reis, UFSM

Susana Cristina dos Reis é formada em Letras(Português-Inglês), pela Universidade Federal de Santa Maria (2002), Mestre em Línguistica Aplicada (2004), pela Unicamp e Doutora em Letras (2010), pela Universidade Federal de Santa Maria, com estágio doutorado-sanduiche (bolsista PDEE/CAPES), na Iowa State University (2009), no Programa de Doutorado em Linguística Aplicada e Tecnologias, em Ames, Iowa, USA. Atualmente desenvolve pesquisas na área de Ensino e Aprendizagem de línguas mediado por computador, atuando nessa área desde 1998. Tem experiência com ensino presencial de língua inglesa, ensino mediado por computador e ensino a distância. É autora e co-autora de artigos e de materiais didáticos de língua inglesa produzidos online e impressos. Atualmente é professora adjunto no curso de Letras/UAB na UFSM, com exercicio no Núcleo de Tecnologias Educacionais.

Referências

ABREU, Lilia S. O chat educacional: o professor diante desse gênero emergente. In: MARCUSCHI, Luiz A.; XAVIER, Antônio C. S. (Org.). Gêneros textuais: reflexões e ensino. União da Vitória: Kaigangue, 2005, p.87-94.

ARAÚJO, Antônia D. Computadores e ensino de línguas estrangeiras: uma análise de sites instrucionais comunicativos. Linguagem em (Dis)Curso, Tubarão, v. 9, n. 3, set./dez, 2009. Disponível em:<http://linguagem.unisul.br/paginas/ensino/pos/linguagem/0903/01.htm>. Acesso em: nov. 2009.

ARAÚJO, Júlio C. A conversa na web: o estudo da transmutação em um gênero textual. In: MARCUSCHI, Luis A.; XAVIER, Antônio C. (Org.). Hipertexto e gêneros e digitais: novas formas de construção do sentido. Rio de Janeiro: Lucerna, 2004. p. 91-109.

BASTOS, Hélvia P. P. Atividades pedagógicas de cunho instrumental feitas online: teoria e prática. The ESPecialist, São Paulo: EDUC, v. 28, n. 1, p. 17-36, 2007.

BRAGA, Denise B. Práticas letradas digitais: considerações sobre possibilidades de ensino e reflexão social crítica. In: ARAÚJO, Júlio C. (Org.). Internet e ensino: novos gêneros, outros desafios. Rio de Janeiro: Lucerna, 2007. p. 181-195.

______. A comunicação interativa em ambiente hipermídia: as vantagens da hipermodalidade para o aprendizado no meio digital. In: MARCUSCHI, Luiz A.; XAVIER, Antônio C. S. (Org.). Hipertexto e gêneros digitais: novas formas de construção do sentido. Rio de Janeiro: Editora Lucerna, 2004a. p. 144-162.

______. Linguagem pedagógica e materiais para aprendizagem independente de leitura na web. In: COLLINS, Heloisa; FERREIRA, Anelise. (Org.). Relatos de experiência de ensino e aprendizagem de línguas na Internet. Campinas: Mercado de Letras, 2004b. p. 157-185.

______. A natureza do hipertexto e suas implicações para a liberdade do leitor e o controle do autor nas interações em ambiente hipermídia. Revista da ANPOLL, São Paulo: USP, v. 1, n. 15, p. 65-86, 2003.

_____. A constituição híbrida da escrita na internet: a linguagem nas salas de bate-papo e na construção de hipertextos. Leitura: Teoria e Prática, Campinas, SP, v. 34, p. 23-29, 1999a.

______. Aprendendo a ler na rede: a construção de material didático para aprendizagem autônoma de leitura em inglês. In: VI Congresso internacional de educação à distância, Rio de Janeiro. Publicação Eletrônica da ABED, São Paulo, 1999b. Disponível em: <http://www.abed.org.br/antiga/htdocs/paper_visem/denise_bertoli_braga.htm>.Acesso em: mar. 2008.

BRAGA, Denise B.; COSTA, Lúcia A. O computador como instrumento e meio para ensino e aprendizagem de línguas. Trabalhos em Lingüística Aplicada, Campinas, SP, v. 36, p. 61-79, Jul/Dez, 2000.

BAZERMAN, Charles. Gêneros textuais, tipificação e interação. São Paulo: Cortez Editora, 2005.

CELANI, Maria A. A.; COLLINS, Heloisa. Formação contínua de professores em contexto presencial e a distância: respondendo aos desafios. In: BARBARA, Leila; RAMOS, Rosinda C. G. (Org.). Reflexões e ação no ensino-aprendizagem de línguas. Campinas: Mercado de Letras, v.5, p.69-105, 2003.

CHAPELLE, Carol. CALL in the Year 2000: Still in Search of Research Paradigms? Language Learning & Technology, v. 1, n. 1, 2000. Disponível em: <http://llt.msu.edu/vol1num1/chapelle>. Acesso em: Jan de 2008.

______. Research questions for a CALL Research agenda: A reply to Rafael Salaberry. Language Learning and Technology, v. 3, n. 1, July 1999. Disponível em:<http://llt.msu.edu/vol3num1/comment/reply.htm>.Acesso em: Jan de 2008.

______.Technology and second language learning: expanding methods and agendas. System, v. 32, p. 593–601, 2004. Disponível em: <http://www.elsevier.com/locate/system>. Acesso em: Janeiro de 2008.

CHAVES, Gilda M. M. Interação online: análise de interações em salas de chat. In: PAIVA, Vera Lúcia Menezes Oliveira. (Org.). Interação e aprendizagem em ambiente virtual. Belo Horizonte, MG: Faculdade de Letras, UFMG, 2001.

COLLINS, Heloisa.Design,ensinoeaprendizagemonline:umaexperiênciaemLEjuntoaprofessoresdeescolaspúblicas.Revista ANPOLL,n.15,p.87-113,jul/dez,2003a.

______. Porqueédifícilparticipardechats?RevistadaALAB,v. 3,n.2,2003b.

COLLINS,Heloisa;BRAGA,Denise.Interaçãoeinteratividadenoensinodelínguaestrangeiraviaredesdecomunicação:experiênciasdedoisprojetosbrasileiros.2001.Disponívelem:<http://www.pucsp.br/~hcollins/publicacoes/interacao_interatividade.htm>Acessoem:out.2006.

COLLINS,Heloisa; FERREIRA,Anise.(Org.).RelatosdeensinoeaprendizagemdelínguasnaInternet.Campinas:MercadodeLetras,2004.

COLLINS,Heloisa; RAMOS,Roxane.G.Interactioninthedesignofacomputer-mediateddistancelearningcourse.Directpapersworkingpapersdoprojetodirect.SãoPauloeLiverpool,n.32,p.1-23,1996.

DEBSKI, Robert. Analysis of research in CALL (1980-2000) with a reflection on CALL as an academic discipline. ReCALL, v.15, n.2, p.177-188, 2003.

EGBERT, Joy L.; PETRIE, Gina M. (Eds). CALL research perspectives. Mahwah, New Jersey e London: Lawrence Erlbaum Associates, Inc., 2005. 204p.

FERREIRA,Anise.Avaliaçãodeaspectosmotivacionaisdainterfacedecursosdeinglêsbaseadosemwebcomwebmac(websitemotivacionalanalysischecklist).In:COLLINS,Heloisa; FERREIRA,Anise.RelatosdeexperiênciadeensinoedeaprendizagemdelínguasnaInternet.SãoPaulo:MercadoemLetras,2004. p. 15-50.

FONSECA,Lorena.Alocaçãodeturnosemsalasdechateemsalasdeaula.In:PAIVA,VeraL.M. O.(Org.).Interaçãoeaprendizagememambientevirtual.BeloHorizonte,MG:FaculdadedeLetras,UFMG,2001. p. 85-99.

FREIRE,Maximina M.etal.Roteiroparaaavaliaçãodecursosonlinedeidiomas.In:COLLINS,Heloísa;FERREIRA,Anise.(Org.). Relatosdeexperiênciadeensinoeaprendizagemdelínguasnainternet.Campinas:MercadodeLetras,2004.

GERALDINI, Alexandra F. S. Docência no ambiente digital: ações e reflexão. 2003. Tese.(Doutorado em Lingüística Aplicada).LAEL, Pontifícia Universida de Católica, São Paulo, SP, 2003.

HUBBARD, Philip. A review of subject characteristics in CALL research. Computer Assisted Language Learning, v.18, n.5, p.351-368, 2005.

HUH, Keun; HU, Wen-chi. Criteria for effective CALL research. In: EGBERT, J.; PETRIE,G.M.(eds.). CALL research perspectives. Mahwah, NJ. and London: Lawrence Erlbaum Associates, Inc., 2005. p. 9-21.

KOMESU, Fabiana. Blogs easpráticasdeescritasobresinaInternet.In:MARCUSCHI,Luiz A.;XAVIER,Antônio C S..(Org.).Hipertextoegênerosdigitais:novasformasdeconstruçãodosentido.RiodeJaneiro:Lucerna,2004.p.110-119.

LEFFA,Vilson J.Transdisciplinaridadenoensinodelínguas:aperspectivadasteoriasdacomplexidade.RevistaBrasileiradeLingüísticaAplicada,v.6,n.1,p.27-49,2006a.

______.Aaprendizagemdelínguasmediadaporcomputador.In:LEFFA,V.J.(Org.)PesquisaemlingüísticaAplicada:temasemétodos.Pelotas:Educat,2006b,p.11-36.

______. AnáliseAutomáticadarespostadoalunoemambientevirtual.RevistaBrasileiradeLingüísticaAplicada.BeloHorizonte,v.3,n.2,p.25-40,2003a.

______. Comoproduzirmateriaisparaoensinodelínguas.In:LEFFA,V.(org).Produçãodemateriaisdeensino:teoriaeprática.Pelotas:Educat,2003b.

LEONTIEV,Alexis N.Activity,consciousness,andpersonality.Hillsdale:Prentice-Hall,1978.Disponívelem:<http://marxists.anu.edu.au/archive/leontev/works/1978/index.htm>.Acessadoem:jul.2008.

LEVY,Mike.ResearchandtechnologicalinnovationinCALL.InnovationinLanguageLearningandTeaching,v.1,n.1,2007.

______.CALLresearch:majorthemesandissues.IlhadoDesterro,n. 41,p. 221-244,jul/dez,Florianópolis,2001.Disponívelem:http://www.periodicos.ufsc.br/index.php/desterro/article/view/7478/6858.Acessoem:jan.2008.

_______. Scope,goalsandmethodsinCALLresearch:questionsofcoherenceandautonomy.ReCALL,v. 12,n. 2,p. 170-195,2000.

MARCUSCHI,Luiz.A.;XAVIER,Antônio.C. S. (Org.).Hipertextoegênerosedigitais:novasformasdeconstruçãodosentido.RiodeJaneiro:EditoraLucerna,2004.195p.

MARSHALL,Débora.Pesquisadoresdalinguagemnociberespaço:umestudosobreogênerohomepagepessoal.2005.Dissertação(MestradoemLetras)-UniversidadeFederaldeSantaMaria,SantaMaria,RS,2005.

MARTINSFONTES,MariaC.Aprendizagemdeinglêsviainternet:descobrindoaspotencialidadesdomeiodigital.Tese.(DoutoradoemLingüísticaAplicada).LAEL,PontifíciaUniversidadeCatólica(PUC-SP),SãoPaulo,SP,2002.

McCARTHY,Michael;CARTER,Ronald. Languageasdiscourse:perspectivesforlanguageteaching.London:LongamPublishing,1994.248 p.

MEURER,José L.GênerostextuaisnaAnáliseCríticadeFairclough.In:MEURER,José L.;BONINI,Adair;MOTTA-ROTH,Désirée. (Orgs.). Gêneros:teorias,métodos,debates.SãoPaulo:Parábolaeditorial,2005.

MICCOLI,Laura.TapandoburacosemumprojetodeformaçãocontinuadaàdistânciaparaprofessoresdeLE:avançosapesardadurarealidade.Linguagem&Ensino,v.9,n.1,p.129-158,2006.

MOTTA-ROTH, Désirée.Dereceptadordeinformaçãoaconstrutordeconhecimento:OusodechatnoensinodeinglêsparaformandosdeLetras..In:PAIVA,Vera L. M.(Org.).Interaçãoeaprendizagememambientevirtual.BeloHorizonte,MG:FALE-UFMG,p.230-248,2001.

MOTTA-ROTH,Désirée et al.;Interação&motivaçãoemumcursodeinglêsmediadoporcomputador.Idéias,v. 12,p. 55-59,2000.

NORAdeSOUZA,Patrícia.PrincípiosparaacriaçãodeambienteshipermidiáticosdeaprendizagemdeléxicoemLE.EstudosAnglo-Americanos,BeloHorizonte,MG:FaculdadedeLetrasdaUFMG,n. 29-30,p.143-162,2006.

______. Ousodahipermídianaaprendizagemimplícitadevocabulário.TheESPecialist.SãoPaulo:EDUC,v.28,n.1,p.59-85,2007.

OLIVEIRA,Flávia M.AAnálisedepropostaspedagógicasemportaiseducacionaisparadocentesdalínguaInglesa:implicaçõesparaoensinoeaaprendizagemdelínguasnocontextodigital.2009. 244f. Tese(DoutoradoemLetras)–UniversidadeFederaldeSantaMaria,2009.

PAIVA,Vera L. M. O.Ousodatecnologianoensinodelínguasestrangeiras:breveretrospectivahistórica,2008.Disponívelem:http://www.veramenezes.com/techist.pdfAcessoemjunhode2008.

______. Ashabilidadesoraisnasnarrativasdeaprendizagemdeinglês.TrabalhosemLingüísticaAplicada,v.46,p. 139-304,2007.Disponívelem:<http://www.veramenezes.com/narorais.doc>.Acessoem:abrilde2008.

______.Ashabilidadesoraisnasnarrativasdeaprendizagem.TrabalhosemLingüísticaAplicada,v.46,n.2,p.165-179,2007.

______. LearningaboutLanguageLearningthroughMultimediaNarratives.EssentialTeacher,v.3,p.34-37,2006.

______.Apesquisasobreinteraçãoeaprendizagemdelínguasmediadaspelocomputador.Calidoscópio,v.3,n.1,p.5-12,jan./abr.,2005.Disponívelem:<http://www.veramenezes.com/cmc.htm>.Acessoem:fev.2008.

______. E-mail:umnovogênerotextual.In:MARCUSCHI,Luiz A;XAVIER,AntônioC. S.(Org.).HipertextoeGêneroseDigitais:novasformasdeconstruçãodosentido.RiodeJaneiro:EditoraLucerna,2004,p.69-90.

______. Feedbackinthevirtualenvironment.Psychonology,v.1,n.3,p.257-283,2003.Disponívelem:<http://www.veramenezes.com/feedback.htm>.Acessoem:Junhode2008.

______. Feedbackemambientevirtual.In:LEFFA,Vilson J. (Org.).Interaçãonaaprendizagemdaslínguas.Pelotas:EDUCAT,2003.p. 219-254.

______.Interaçãoeaprendizagememambientevirtual.BeloHorizonte,MG:FaculdadedeLetras,UFMG,2001a.

______. Aprendendo inglês no ciberespaço. In: PAIVA, Vera. L. M. O. (Org). Interação e aprendizagem em ambiente virtual.Belo Horizonte, MG: Faculdade de Letras, UFMG, p. 270-305, 2001b.

______. Diáriosonlinenaaprendizagemdelínguainglesamediadaporcomputador.In:MARI,Hugoetal.(Org.).FundamentoseDimensõesdaAnálisedoDiscurso.BeloHorizonte,1999.p.359-378.Disponívelem:<http://www.veramenezes.com/diarios.htm>.AcessoemMaiode2008.

PEREIRA,José A. M.Interaçõesonline:correçõesereparaçõescomoprocessosdereformulaçãotextualnastrocasconversacionaisviae-mail.In:PAIVA,Vera L.M. O.(Org.).Interaçãoeaprendizagememambientevirtual.BeloHorizonte,MG:FaculdadedeLetras,UFMG,2001.

RAMOS, Rosana C. G.; FREIRE,Maximina M.Curso de leitura instrumental via rede: da preparação à concretização.In: COLLINS,Heloísa;FERREIRA,Anise.(Org.). Relatos de experiência de ensino e aprendizagem de línguas na Internet. Campinas: Mercado de Letras, 2004.

REIS, Susana C.A intervenção pedagógica do professor em contextos diferenciados: a oferta de andaimes na aula de inglês presencial e a distância. 2004. 154f. Dissertação. (Mestrado em Lingüística Aplicada), Instituto de Estudos da Linguagem, Universidade Estadual de Campinas, Campinas, SP, 2004.

_______. Do Discurso à Prática: Textualização de pesquisas sobre o Ensino de Inglês mediado por Computador. Tese. 242f. (Doutorado em Letras). Programa de Pós-Graduação em Letras, Universidade Federal de Santa Maria, Santa Maria, RS, 2010.

______. O bate-papo educacional: um gênero potencial para práticas sociais e atividades pedagógicas a distância. Linguagens & Cidadania,v. 6, p.1-16, 2006. Disponível em: <http://jararaca.ufsm.br/websites/l&c/download/Artigos/L&C_2S_06/SuzanaL&C2006.pdf>. Acesso em: out. de 2006.

______. Pesquisas sobre ensino de inglês mediado por computador: identificando concepções de linguagem nessa área de investigação. Revista de Letras Olho do Boto, v. 2, p. 98-121, 2011.

REIS, Susana C.; SILVA, Valdir. Diferenças e semelhanças entre os padrões de interação online em cursos de duas áreas distintas: Bioquímica da Nutrição e Língua Inglesa. Revista Brasileira de Lingüística Aplicada, Belo Horizonte -MG, v. 5, p.213-236, 2005.

RIBEIRO,Ana E.Textoeleiturahipertextual:novosprodutos,velhosprocessos.Linguagem&Ensino,v.9,n.2,p.15-32,jul./dez.,2006.

RUIZ, Eliana M. S. D. Kd o português dk gnt??? ;-) O blog, a gramática e o professor. In: Revista Brasileira de Lingüística Aplicada, Belo Horizonte: Faculdade de Letras de UFMG, v. 5, n. 1, 2005. p.115-133.

SILVA, Valdir. Interação social e estratégias lingüísticas no processo de provimento de andaime-scaffolding-em uma disciplina de bioquímica da nutrição oferecida a distância via computador. Dissertação (Mestrado em Lingüística Aplicada), Instituto de Estudos da Linguagem, Universidade Estadual de Campinas, Unicamp, Campinas, S.P, 2003.

______. A Dinâmica Caleidoscópica do Processo de Aprendizagem Colaborativa no Contexto Virtual: Um estudo na perspectiva da Complexidade/Caos.2008. Tese de doutorado. Programa de Pós-Graduação em Estudos Lingüísticos da Faculdade de Letras, Universidade Federal de Minas Gerais, Belo Horizonte, 2008.

SOUZA, Ricardo A.; ALMEIDA, Dilso C. O computador tutor e o computador ferramenta no ensino de línguas: reflexões a partir de dois estudos de caso. Linguagem & Ensino, v. 10, n. 1, p. 15-45, jan./jun, 2007.

STAA, Betina V. Elaboração e avaliação de design de curso instrumental on-line de escrita acadêmica em inglês. 2003. Tese (Doutorado em Lingüística Aplicada). LAEL, Pontifícia Universidade Católica (PUC-SP), São Paulo, SP, 2003.

STOCKWELL, Glenn. A review of technology choice for teaching language skills and áreas in the CALL literature. ReCALL, v. 19, n. 2, p. 105-120, 2007.

VETROMILLE-CASTRO, Rafael. O professor como facilitador virtual: considerações teórico-práticas sobre a produção de materiais para aprendizagem via web ou mediada por computador. In: LEFFA, Vilson J.(Orgs.). Produção de materiais de ensino: teoria e prática. Pelotas: Educat, 2003.

______. Considerações sobre grupos em ambientes virtuais de aprendizagem como sistemas complexos. Revista Brasileira de Lingüística Aplicada. v. 8, n. 1, 2008.

VYGOSTKY, Lev V.A formação social da mente. Tradução de José Cipolla Neto. 6. ed. São Paulo: Martins Fontes, 1998.

WARSCHAUER, Mark. Technological change and the future of CALL. In: FOTOS, S.; BROWN, C. (Eds.). New Perspectives on CALL for second and foreign language classroom. Mahwah, NJ: Lawrence Erlbaum Associates, 2004. p. 15-25.

WISSMANN, Liane D. M. Propósitos educacionais no meio on-line: O caso dos cursos de inglês gratuitos. 2005. Dissertação (Mestrado em Letras)-Universidade Federal de Santa Maria, 2005.