Quando a fome encontra a diplomacia: a segurança alimentar na Política Externa Brasileira

Palavras-chave: Segurança Alimentar; Política Externa Brasileira; Diplomacia.

Resumo

A literatura de Análise de Política Externa tem fértil debate sobre o impacto da política externa do Partido dos Trabalhadores (PT) na tradição diplomática brasileira. Este artigo argumenta que a alocação da temática de segurança
alimentar representou uma ruptura na linha de ação externa do país. Em segundo lugar, defende que os ganhos sociais na redução da fome foram instrumentalizados para impulsionar o soft power do Brasil.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Cristina Yumie Aoki Inoue, Universidade de Brasília

Universidade de Brasília, Instituto de Relações Internacionais, Brasília – DF, Brazil.

Nat´ália Bandeira Ramos Coelho, Universidade de Brasília

Universidade de Brasília, Instituto de Relações Internacionais, Brasília – DF, Brazil.

Referências

Amorim, Celso. Conceitos e estratégias da diplomacia do Governo Lula. Diplomacia, Estratégia, Política. Brasília: ano I no 1, p. 41-48, 2004.

______. Brazilian Foreign Policy under President Lula (2003-2010): an overview. Revista Brasileira de Política Internacional, vol. 53, p. 214-240, 2010.

Cabral, Lídia, et al. “Brazil’s agricultural politics in Africa: More food international and the disputed meanings of “family farming”.” World Development 81 (2016): 47-60. Available at: em: http://dx.doi.org/10.1016/j.worlddev.2015.11.010 (accessed October 24, 2016).

Cabral, Lídia, and Alex Shankland. “Narratives of Brazil-Africa cooperation for agricultural development:

new paradigms?.” China and Brazil in African Agriculture (CBAA) Project, Working Paper 51 (2013): 1-27.

Fellet, João (2013). “Embrapa está revendo presença na África, diz presi- dente.” In: BBC Brasil, February 4, 2013. Available at: http://www.bbc. co.uk/portuguese/noticias/2013/02/130122_embrapa_entrevista_2_ jf_cc.shtml (accessed 29 August 2017).

Fellet, João (2012a). “Brasil testa Papel de Potência Global em Angola.” In: BBC Brasil. September 17, 2012. Available at: http://www.bbc.co.uk/ portuguese/noticias/2012/09/120917_angola_especial_abre_jf.shtml. (accessed December 12, 2013).

Fellet, João (2012b). “Com BNDES e Negócios com Políticos, Odebrecht ergue “Império” em Angola.” In:

BBC Brasil. September 18, 2012. Available at: http://www.bbc.co.uk/portuguese/noticias/2012/09/

_odebrecht_angola_abre_jf_ac.shtml (accessed December 12, 2013).

Betto, Frei. “A fome como questão política.” Estudos Avançados 17.48 (2003): 53-61.

Gardini, Gian Luca. “Brazil: What Rise of What Power?.” Bulletin of Latin American Research 35.1 (2016): 5-19.

Goulet, Frédéric, and Eric Sabourin. “South-South cooperation between Africa and South American emerging countries: The case of agriculture and rural development.” Poverty in Focus 24 (2012): 20-22.

Hurrell, Andrew. “Hegemony, liberalism and global order: what space for would‐be great powers?.” International affairs 82.1 (2006): 1-19.

Lessa, Antônio Carlos, Leandro Freitas Couto, and Rogério de Souza Farias. “Política externa planejada: os planos plurianuais e a ação internacional do Brasil, de Cardoso a Lula (1995-2008).” Revista Brasileira de Política Internacional 52.1 (2009).

Mendonça Júnior, Wilson, and Carlos Aurélio Pimenta de Faria. “A cooperação técnica do Brasil com a África: comparando os governos Fernando Henrique Cardoso (1995–2002) e Lula da Silva (2003–2010).” Revista Brasileira de Política Internacional 58.1 (2015).

Milani, Carlos RS, and Leticia Pinheiro. “Política Externa Brasileira: os desafios de sua caracterização como política pública.” Contexto Internacional 35.1 (2013): 11.

Kahler, Miles. “Rising powers and global governance: negotiating change in a resilient status quo.” International Affairs 89.3 (2013): 711-729.

Oliveira, Guilherme Ziebell. “Política Africana Do Brasil: Mudança Entre Lula E Dilma?.” Conjuntura Austral 6.29 (2015): 29-48.

Stolte, C., 2014. Brazil’s South-South cooperation with Africa 2003-2013. A decade of Brazilian outreach towards its Atlantic neighbourhood. CEBRI Artigos, 2(9), pp.7-21.

Tomazini, Carla Guerra, and Cristiane Kerches da Silva Leite. “Programa Fome Zero e o paradigma da segurança alimentar: ascensão e queda de uma coalizão?.” Revista de Sociologia e Política 24.58 (2016): 13-30.

Vaz, Alcides Costa. “Brazilian foreign policy under Lula: change or continuity.” FES Briefing Paper (2004): 1-2.

Vasconcelos, Francisco de Assis Guedes de. “Combate à fome no Brasil: uma análise histórica de Vargas a Lula.” Revista de Nutrição (2005).

Vigevani, Tullo, and Gabriel Cepaluni. “Lula’s foreign policy and the quest for autonomy through diversification.” Third World Quarterly 28.7 (2007): 1309-1326.

Vilas-Bôas, Júlia Covre (2011). “Os Investimentos Brasileiros na África no Governo Lula: Um Mapa.” In: Boletim Meridiano 47. 12 (128), p. 3–9.

Vilela, Elaine, and Pedro Neiva. “Temas e regiões nas políticas externas de Lula e Fernando Henrique: comparação do discurso dos dois presidentes.” Revista Brasileira de Política Internacional 54.2 (2011).

Amorim. Discursos, palestras e artigos do Chanceler Celso Amorim: 2003-2010. Brasília: Ministério das Relações Exteriores, Departamento de Comunicações e Documentação: Coordenação-Geral de Documentação Diplomática, vol. 1, 2011a.

______. Discursos, palestras e artigos do Chanceler Celso Amorim: 2003-2010. Brasília: Ministério das Relações Exteriores, Departamento de Comunicações e Documentação: Coordenação-Geral de Documentação Diplomática, vol. 2, 2011b.

Academic works:

Brasil, Pilar Figueiredo. O Brasil e a insegurança alimentar global: forças sociais e política externa (2003-2010). Dissertação de mestrado. UnB, 2013.

Publicado
2018-04-25
Como Citar
Inoue, Cristina, e CoelhoNat´ália. 2018. Quando a Fome Encontra a Diplomacia: A Segurança Alimentar Na Política Externa Brasileira. Meridiano 47 - Journal of Global Studies 19 (abril). https://doi.org/10.20889/M47e19011.
Seção
Artigos