Religion in the teaching and research in International Relations of Brazil

Keywords: Religion, International Relations, Teaching, Research.

Abstract

O presente artigo visa analisar o estado da arte do estudo do fator religioso e de seus atores no âmbito do ensino e pesquisa em Relações Internacionais do Brasil. Após uma contextualização histórica e política da religião em âmbito internacional e nacional, será examinado o ensino e pesquisa sobre o tema nas Relações Internacionais brasileiras, assim como os desafios para a consolidação do tema.

Author Biography

Marcos Alan S. V. Ferreira, Universidade Federal da Paraíba,



References

ABRI – Associação Brasileira de Relações Internacionais. Anais Eletrônicos do 5o Encontro Nacional da Associação Brasileira de Relações Internacionais. Disponível em <http://www.encontronacional2015.abri.org.br/conteudo/view?ID_CONTEUDO=1041>. Acesso em 15 de Março de 2017.

BERGER, Peter L. A Dessecularização do Mundo: uma visão global”. Religião e Sociedade, vol. 21, n. 1, pp. 9-24, 2000.

CARLETTI, Anna. O Internacionalismo Vaticano e a Nova Ordem Internacional. A Diplomacia Pontifícia da Guerra Fria aos nosso dias. Brasília: FUNAG, 2012.

CASANOVA, José. Oltre la secolarizzazione. Le religioni alla riconquista della sfera pubblica. Bologna: Il Mulino, 2000.

DOSDAD, Angela I. From the Secular to the Habermasian Post-Secular and the Forgotten Dimension of Time in Rethinking Religion and Politics. Contexto Internacional, Dezembro, vol.38, no.3, p.887-908. 2016.

DUQUE ESTRADA, Rodrigo. Notas preliminares para uma agenda de pesquisa em Religião e Relações Internacionais. Carletti, Anna; Ferreira, Marcos Alan S. V. Religião e Relações Internacionais: dos

debates teóricos ao papel do Cristianismo e do Islã. Curitiba: Juruá Ed., p. 53-86. 2016.

FERRARA, Pasquale. Religiões e Relações Internacionais: um enquadramento teórico. In: Carletti, Anna; Ferreira, Marcos Alan S. V. Religião e Relações Internacionais: dos debates teóricos ao papel do Cristianismo e do Islã. Curitiba: Juruá Ed., p. 73-104. 2016.

FERREIRA, M. A. S. V., Renan Honorato. The Holy See Foreign Policy towards the Polish Political Transition: the role of John Paul II (1978-1989)”. Revista de Estudos Internacionais, v. 7, p. 6-31.

FERREIRA, Marcos Alan S. V. ‘The Rise of International Relations Programs in the Brazilian Federal Universities: Curriculum Specificities and Current Challenges’, Journal of Political Science Education, v. 12, n. 3, p. 241-255. 2016.

____. O fenômeno religioso e as relações internacionais: perspectivas analíticas as novas agendas de pesquisa no Brasil. In: Winand, Érica; Chaves, Daniel; Pinheiro, Lucas. (Org.). Perspectivas e

debates em segurança, defesa e relações internacionais. 1ed. Rio de Janeiro/Macapá: Autografia/Editora da Univ. Fed. do Amapá, 2015.

FONSECA, Carlos da. Deus está do nosso lado: excepcionalismo e religião nos EUA. Contexto Internacional, vol.29, no.1, p.149-185. 2007.

FOX, Jonathan. The Rise of Religious Nationalism and Conflict: Ethnic Conflict and Revolutionary Wars, 1945-2001. Journal of Peace Research, vol. 41, n. 6, p. 715-731, 2004.

FUMAGALLI, Ombretta C. Costituzione Europeu, Radici cristiani e Chiese. Osservatorio delle libertà ed istituzioni sociali. Roma: gennaio 2005. Disponível em: <http://www.olir.it/areetematiche/83/documents/Fumagalli_Carulli_RadiciCristianeEuropa.pdf>. Acesso em 15 de Fevereiro de 2017.

GRAZIANO, Manlio. Guerra Santa e Santa Allianza. Religioni e Relazioni Internazionali nel XXI secolo. Bologna: Il Mulino, 2014.

HAYNES, Jeffrey (ed). Religion, Politics and International Relations. Selected essays. London-New York Routledge, 2011.

____. Religião e Relações Internacionais: teoria e prática. In: Carletti, Anna; Ferreira, Marcos Alan S.V. Religião e Relações Internacionais: dos debates teóricos ao papel do Cristianismo e do Islã.

Curitiba: Juruá Ed., p. 15-42. 2016.

KUBLKOVA, Vendulka. A ‘Turn to Religion’ in International Relations? Perspectives. v. 17, n. 2, p. 13-42. Disponível em: <http://www.ceeol.com/aspex/issuedetails.aspx?issueid+19d8a484-f7c6-

a0-qa405-9492e944f47d>. Acesso em 3 de Fevereiro de 2017.

ISA – International Studies Association. About REL. Disponível em: <http://www.isanet.org/ISA/Sections/REL/About-REL>. Acesso em 15 de Março de 2017.

MACHADO, Mônica Sampaio; NACIF, Cristina. Evangélicos, política e espaço: novas estratégias rumo à Presidência da República?. GEO UERJ. Rio de Janeiro: n. 29, p. 566-586. Disponível em: <http://www.e-publicacoes.uerj.br/index.php/geouerj/article/view/27012/19579> Acesso em 23 de Fevereiro de 2017.

MARIANO, Ricardo. Os neopentecostais e a Teologia da Prosperidade”. Novos Estudos CEBRAP. n. 44, p. 24-44. 2008.

MASKE, Wilson. Imperialismo e Luteranismo: o embate entre missionários alemães e americanos pelas comunidades luteranas no Brasil (1899-1938). Carta Internacional, v. 8, n. 2, p. 157-170. 2013.

OGUNMOLA, Dele e Isiaka Alani Badmus. “Política etnorreligiosa, conflito intra-estatal e o futuro da democracia na Costa do Marfim”. Contexto Internacional, vol.26, no.2, p.395-430. 2004

PEREIRA, Alberto dos Santos. Geopolítica das Igrejas e Anarquia religiosa no Brasil. Rio de Janeiro: Gramma Editora, 2015.

PETITO, Fabio; Hatzpoulos, Pavlos (eds.). Religion in International Relations: the return from exile. Nova York: Editora Palgrave Macmillan, 2003.

RESENDE, Érica S. A. “A Direita Cristã e a política externa norteamericana: a construção discursiva da aliança entre Estados Unidos e Israel com base na ideologia evangélico-protestante”, Carta

Internacional, v. 5, n. 1, p. 3-20. 2010.

SANDAL, Nukhet A. and Jonathan FOX. Religion in International Relations Theory.Interactions and Possibilities. London: Routledge, 2013.

SNYDER, Jack (ed.). Religion and International Relations Theory. New York: Columbia University Press, 2011.

SOARES, Pedro Gustavo Calvalcanti. Um coeficiente religioso nas Teorias de Relações Internacionais: paradigmas, teóricos e soft power. Cadernos de Relações Internacionais. v. 3, n. 5, p. 46-71. Disponível em: <http://www.faculdadedamas.edu.br/revistafd/index.php/relacoesinternacionais/article/view/236/223>. Acesso em 20 de Janeiro de 2017.

THOMAS, Scott M. The Global Resurgence of Religion and the Transformation of International Relations – The struggle for the Soul of the Twenty-first Century. New York/Basingstoke: Palgrave Macmillan, 2005.

TRIP – Teaching, Research and International Policy. TRIP Faculty Survey in Brazil. Disponível em: <https://trip.wm.edu/charts/#/fullreport/12>. Acesso em: 05 de Abril de 2017.

ZEPEDA, José de Jesús Legorreta. Secularização ou ressacralização? O debate sociológico sobre a teoria da secularização. Revista Brasileira de Ciências Sociais. vol.25, n. 73. Disponível em: <http://www.scielo.br/pdf/rbcsoc/v25n73/v25n73a08.pdf>. Acesso em 30 de Janeiro de 2017.

Published
2018-04-25
How to Cite
Ferreira, Marcos, and Anna Carletti. 2018. “Religion in the Teaching and Research in International Relations of Brazil”. Meridiano 47 - Journal of Global Studies 19 (April). http://periodicos.unb.br/ojs311/index.php/MED/article/view/8141.
Section
Articles