Parceria estratégica entre Brasil e Argentina nos processos de integração regional

uma análise entre 2002 e 2012

  • Ademar Pozzatti Junior Universidade Federal de Santa Maria, Departamento de Direito
  • Jéssica Maria Grassi Universidade Federal da Integração Latino-Americana, Departamento de Relações Internacionais
Palavras-chave: Parceria estratégica, Relações Brasil-Argentina, Integração Regional

Resumo

A presente pesquisa quer investigar se houve uma parceria estratégica efetiva entre Brasil e Argentina entre os anos de 2002 e 2012 ou se a pretensa parceria foi apenas recurso retórico para manter acesso o interesse do outro parceiro para a integração regional. O trabalho faz uma análise das convergências, divergências, diálogos e propostas desenvolvidas em conjunto. Para isso, utilizar-se-á o método hipotético-dedutivo e como técnica de pesquisa será utilizada a bibliográfica e documental.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Ademar Pozzatti Junior, Universidade Federal de Santa Maria, Departamento de Direito

Universidade Federal de Santa Maria, Departamento de Direito

Jéssica Maria Grassi, Universidade Federal da Integração Latino-Americana, Departamento de Relações Internacionais

Universidade Federal da Integração Latino-Americana, Departamento de Relações Internacionais

Referências

ALMEIDA, Paulo Roberto de. Uma política externa engajada: a diplomacia do governo Lula. Revista Brasileira de Política Internacional. Brasília, v. 74, n. 1, p. 162-184, jan./jun., 2004.

BECARD, Danielly Silva Ramos. Parcerias Estratégicas nas Relações Internacionais: Uma análise conceitual. In: LESSA, Antonio Carlos; OLIVEIRA, Henriquei Altemani de (Org.). Parcerias estratégicas do Brasil: os significados e as experiências tradicionais. v. 1. Belo Horizonte: Fino Traço, 2013.

BRASIL; ARGENTINA. Ata de Copacabana. 2004. Disponível em:<http://www.contexto.org/pdfs/actas_copacabana.pdf>. Acesso em: 09 set. 2016.

____. Compromisso de Puerto Iguazú – Desenvolvimento, Justiça E Integração. 2005. Disponível em: <http://dai-mre.serpro.gov.br/atos-internacionais/bilaterais/2005/b_202>. Acesso em: 01 out. 2016.

____.Consenso de Buenos Aires. 2003. Disponível em: <http://dai-mre.serpro.gov.br/atos-internacionais/bilaterais/2003/b_92/at_download/arquivo>. Acesso em: 09 set. 2016.

____. Declaração Conjunta – Visita de Estado ao Brasil da Presidente da República Argentina, Cristina Fernández de Kirchner. 2008a. Disponível em: <http://dai-mre.serpro.gov.br/atos-internacionais/bilaterais/2008/b_208>. Acesso em 05 out. 2016.

____. Declaração Conjunta – Visita de Estado do Presidente Luiz Inácio Lula da Silva. 2008b. Disponível em: <http://dai-mre.serpro.gov.br/atos-internacionais/bilaterais/2008/b_28>. Acesso em 24 out. 2016.

____. Declaração Conjunta – Visita de Trabalho à República Federativa do Brasil da Presidenta da República Argentina, Cristina Fernández de Kirchner. 2009. Disponível em: <http://dai-mre.serpro.gov.br/atos-internacionais/bilaterais/2009/declaracao-conjunta-visita-de-trabalho-a-republica-federativa-do-brasil-da-presidenta-da-republica-argentina-cristina-fernandez-de-kirchner>. Acesso em: 02 out. 2016.

____. Declaração Conjunta – Visita oficial da Presidenta da República Federativa do Brasil, Dilma Rousseff, à Presidenta da República Argentina, Cristina Fernández de Kirchner. 2011a. Disponível em: <http://dai-mre.serpro.gov.br/atos-internacionais/bilaterais/2011/declaracao-conjunta-visita-oficial-da-presidenta-da-republica-federativa-do-brasil-dilma-rousseff-a-presidenta-da-republica-argentina-cristina-fernandez-de-kirchner>. Acesso em: 01 out. 2016.

____. Memorando de Entendimento entre o Governo da República Federativa do Brasil e o Governo da República Argentina para a promoção comercial conjunta. 2011b. Disponível em:

<http://dai-mre.serpro.gov.br/atos-internacionais/bilaterais/2011/memorando-de-entendimento-

entre-o-governo-da-republica-federativa-do-brasil-e-o-governo-da-republica-argentina-para-a-

promocao-comercial-conjunta>. Acesso em: 07 out. 2016.

CAMERON, Fraser; YONGNIAN, Zheng. Key Elements of a Strategic Partnership. In CROSSICK, Stanley; REUTER, Etienne. China-EU: a common future. Singapore: World Scientific, 2007.

CEPIK, Marco; et al. Argentina: segurança, política e Relações Bilaterais com o Brasil. In: DATHEIN, Ricardo (Org.). Parceiros estratégicos para a inserção internacional do Brasil. vol 1. Porto Alegre: Editora da UFRGS, 2012.

CEPIK, Marco; SILVA, Natasha Pergher. A política da integração regional da Argentina na Era Kirchner. Conjuntura Austral. Porto Alegre, v. 3, n. 9-10, p. 15-30, dez./mar, 2012.

CERVO, Amado Luiz. Relações Internacionais da América Latina: de 1930 aos nossos dias. 3. ed. rev. e atual. São Paulo: Saraiva: Instituto Brasileiro de Relações Internacionais, 2013.

CORTES, Maria Julieta; CREUS, Nicolas. Argentina-Brasil: intensidad variable en una relación estratégica inevitable. In: LECHINI, Gladys; KLAGSBRUNN, Victor; GONÇALVES, Williams (Orgs./comp.). Argentina y Brasil. Venciendo preconceptos: las variadas aristas de una concepción estratégica. Rio de Janeiro: Revan, 2009.

FARIAS, Rogério de Souza. Parcerias estratégicas: marco conceitual. In: LESSA, Antonio Carlos; OLIVEIRA, Henrique Altemani de (Org.). Parcerias estratégicas do Brasil: os significados e as experiências tradicionais. Vol. 1. Belo Horizonte: Fino Traço, 2013.

GONÇALVES, Williams. Argentina contemporânea numa perspectiva brasileira. In: LECHINI, Gladys; KLAGSBRUNN, Victor; GONÇALVES, Williams (Orgs./comp. ). Argentina y Brasil. Venciendo preconceptos: las variadas aristas de una concepción estratégica. Rio de Janeiro: Revan, 2009.

GRANATO, Leonardo. As Relações Bilaterais Argentino-brasileiras no Quadro da Integração Regional: de um Quadro de Rivalidade ao Despertar de uma Efetiva Cooperação. Revista Cadernos de Estudos Sociais e Políticos. Rio de Janeiro, v.1, n. 2, p. 69-95, ago./dez., 2012.

LESSA, Antonio Carlos. A diplomacia universalista do Brasil: a construção do sistema contemporâneo de relações bilaterais. Revista Brasileira de Política Internacional. N. Especial Comemorativo dos 40 Anos. Brasília, v. 41, p. 29-41, 1998.

____; OLIVEIRA, Henriquei Altemani de. Parcerias Estratégicas do Brasil: uma busca por conceitos.

LESSA, Antonio Carlos; OLIVEIRA, Henriquei Altemani de (Org.). Parcerias estratégicas do Brasil: os significados e as experiências tradicionais. v. 1. Belo Horizonte: Fino Traço, 2013.

MONIZ BANDEIRA, Luiz Alberto. Brasil, Argentina e Estados Unidos: conflito e integração na América do Sul (da Tríplice Aliança ao Mercosul 1870-2003). 2.ed. Rio de Janeiro: Revan, 2003.

MORAES, Rodrigo Fracalossi de. A cooperação Brasil-Argentina na área militar: das autonomia das Forças Armadas às relações estratégicas (1978-2009). 2010. 237 p. Dissertação (Mestrado em Relações Internacionais) – Universidade Federal do Rio Grande do Sul, Porto Alegre, RS, 2010.

MORAES Y BLANCO, Luis Fernando de. Parceria estratégica: a linguagem que constitui as relações entre Rússia e a União Europeia. 2009. 152 p. Dissertação (Mestrado em Relações Internacionais) – Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro, Rio de Janeiro, RJ, 2009.

MOREIRA, Luiz Felipe Viel; et al. As relações internacionais da América Latina. Petrópolis, RJ: Vozes, 2010.

RUSSEL Roberto; TOKATLIAN, Juan Gabriel. El lugar del Brasil en la política exterior de la Argentina: la visión del otro. Desarrollo Económico. Buenos Aires, v. 42, n. 167, out./dez., p. 405-428, 2002.

SARAIVA, Miriam Gomes. Encontros e Desencontros: o lugar da Argentina na política externa brasileira. Belo Horizonte: Fino Traço, 2012.

VIDIGAL, Carlos Eduardo. O Cone Sul no século XXI. In. Cervo, Amado Luiz; RAPOPORT (Orgs), Mario. História do Cone Sul. 2. Ed, Rio de Janeiro: Revan, 2015.

VILOSIO, Laura. Mercosur 2003-2004: un período de impulso y estancamiento. In. BOLOGNA, Alfredo (Dir.). La política exterior del Gobierno Kirchner. Tomo IV. Vol. 1. 2. Ed. Rosário: UNR Editora – Universidade Nacional de Rosário, 2006.

Como Citar
Pozzatti Junior, Ademar, e Jéssica Grassi. 1. Parceria Estratégica Entre Brasil E Argentina Nos Processos De Integração Regional. Meridiano 47 - Journal of Global Studies 18 (1). https://doi.org/10.20889/M47e18004.
Seção
Artigos