A INTERFACE TRADUÇÃO E LINGUÍSTICA SISTÊMICO-FUNCIONAL NO BRASIL

##plugins.themes.bootstrap3.article.main##

Roberto Carlos de Assis

Resumo

A interface entre os Estudos da Tradução e a Linguística Sistêmico-Funcional vem se consolidando através de pesquisas desenvolvidas desde a década de 1990 e vem contribuindo para um melhor entendimento da relação entre textos de partida e textos de chegada. Pesquisadores, tanto no contexto nacional quanto internacional, geralmente descrevem similaridades e diferenças entre estes textos e apontam como as escolhas dos tradutores contribuem para a criação de novos significados interpessoais, ideacionais e textuais. Este artigo explora os resumos de dissertações e de teses defendidas na Universidade Federal de Minas Gerais - UFMG e na Universidade Federal de Santa Catarina - UFSC e cujos suportes teóricos aliam os Estudos da Tradução à Linguística Sistêmico-Funcional. Concentrando-se no movimento retórico dos resumos que apresentam os resultados, buscou-se estabelecer pontos em comum entre eles, posicionando a tradução como uma atividade criativa.

Downloads

Não há dados estatísticos.

##plugins.themes.bootstrap3.article.details##

Seção
Artigos

Referências

COULTHARD, M. A tradução e seus problemas. In: COULTHARD, M;
CALDAS-COULTHARD, C. R. (orgs.). Tradução: teoria e prática. Florianópolis:
Editora da UFSC, 1991. p. 1-15.
______. On Analyzing and Evaluating Written Text. In: COULTHARD, M.
(ed.). Advances in Written Text Analysis. London and New York: Routledge, 1992.
p. 1-11.
HALLIDAY, M. A. K. An Introduction to Functional Grammar. 2nd. ed. London: Edward Arnold, 1994.
______. An Introduction to Functional Grammar. London: Edward Arnold, 1985.
______; MATTHIESSEN, C. An Introduction to Functional Grammar. 3rd .ed. London: Edward Arnold, 2004.
HASAN, R. Ways of Saying and Ways of Meaning. In: FAWCETT, R; HALLIDAY, M. A. K.; MAKKAI, A.; LAMB, S. M. (eds.). The Semiotics of Culture and Language. London: Frances Pinter Publishers, 1984. p. 105-160.
MARTIN, Jim R.; WHITE, P. R. R. The Language of Evaluation: Appraisal in English. New York: Palgrave Macmillan, 2005.
MATTHIESSEN, C. The Environments of Translation. In: STEINER, E.
YALLOP, C. (eds.). Exploring Translation and Multilingual Text Production, Beyond Content. Berlin & New York: Mouton de Gruyer, 2001. p. 41-124.
PIRES, T. B. The Construal of Bishop’s Ideational Profile in Flores Raras e Banalíssimas and Rare and Commonplace Flowers: a corpus-based translation study. Dissertação (mestrado em Letras) Universidade Federal de Santa Catarina, 2009.
SINCLAIR, J. M. “Preface”. In: GHADESSY, M et al. (ed.) Small Corpus Studies and ELT. Amsterdam: John Benjamins, 2001. p. vii-xv.
VAN LEEUWEN, Theo. The Representation of Social Actors. In: CALDAS-COULTHARD, C. R.; COULTHARD, M. (eds.). Texts and Practices: Readings in Critical Discourse Analysis. London & New York: Routledge, 1996. p. 32-70.
VASCONCELLOS, M. L. B. Systemic Functional Translation Studies (SFTS): The Theory Travelling in Brazilian Environments. DELTA. Documentação de Estudos em Linguística Teórica e Aplicada. PUC-SP, v. 25, p. 585-607, 2009.
VASCONCELLOS, M. L. B.; PAGANO, A. Explorando interfaces: Estudos da Tradução, Linguística Sistêmico-Funcional e Linguística de Corpus. In: PAGANO, A.; MAGALHÃES, C.; ALVES, F. Competência em tradução: cognição e discurso. Belo Horizonte: Editora UFMG, 2005.
VASCONCELLOS, M. L. Retextualizing “Dubliners”: a Systemic Functional Approach to Translation Quality Assessment. Tese (doutorado em Letras) Universidade Federal de Santa Catarina, 1997.