Geographic reconstruction of a Central-West Brazilian landscape devastated during the first half of the 20th century: Mato Grosso de Goiás

  • Carlos Christian Della Giustina Centro Universitário de Anápolis, Unievangélica, Anápolis, GO, Brasil
  • Sandro Dutra e Silva Centro Universitário de Anápolis, Unievangélica, Anápolis, GO, Brasil
  • Eder de Souza Martins Embrapa Cerrados, Brasília, DF, Brasil
Palavras-chave: Modelagem da Paisagem, Floresta tropical, Savana brasileira, Mato Grosso de Goiás.

Resumo

Diversos relatos de ecossistemas devastados à revelia do conhecimento científico são registrados na história da humanidade. No Brasil, o caso dos biomas Mata Atlântica e Cerrado são emblemáticos desse fenômeno. Especificamente no bioma Cerrado, um ambiente predominantemente savânico, havia um grande enclave de floresta tropical conhecido como Mato Grosso de Goiás. Esse ecossistema foi quase integralmente devastado pelas ações das políticas de interiorização do País, empreendidas pelo governo federal na primeira metade do século XX. Assim, este artigo se propõe, a partir de técnicas de integração de dados cartográficos históricos e atuais, utilizando-se de técnicas de geoprocessamento, a estimar qual a área original desse ecossistema. Os resultados permitiram estimar que a área original era de 26.391km². Esses dados podem servir para auxiliar o planejamento de políticas públicas conservacionistas para o bioma Cerrado. Além disso, a metodologia utilizada pode ser adaptada a outros estudos semelhantes, sobretudo no campo das ciências ambientais.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Carlos Christian Della Giustina, Centro Universitário de Anápolis, Unievangélica, Anápolis, GO, Brasil

Professor Titular do Programa de Pós-Graduação em Sociedade, Tecnologia e Meio Ambiente, Centro Universitário de Anápolis, Unievangélica, Anápolis, GO, Brasil

Sandro Dutra e Silva, Centro Universitário de Anápolis, Unievangélica, Anápolis, GO, Brasil

Professor Titular do Programa de Pós-Graduação em Recurso Naturais do Cerrado, Universidade Estadual de Goiás e Programa de Pós-Graduação em Sociedade, Tecnologia e  Meio Ambiente, Centro Universitário de Anápolis – Unievangélica, Anápolis, GO, Brasil.

Eder de Souza Martins, Embrapa Cerrados, Brasília, DF, Brasil

Pesquisador da Embrapa Cerrados, Brasília, DF, Brasil.

Referências

ALMEIDA, F. F. M.; Origem e evolução da Plataforma Brasileira. Brasília: DNPM, 36 p. (Boletim 24), 1967.

ARRUDA, M. B.; PROENÇA, C. E. B.; RODRIGUES, S. C.; CAMPOS, R. N.; MARTINS, R. C.; MARTINS, E. S.; Ecorregiões, Unidades de Conservação e Representatividade Ecológica do Bioma Cerrado. In: SANO, M. S.; ALMEIDA, S. P.; RIBEIRO, J. F., Cerrado: Ecologia e Flora (p.229-272). Brasília: Embrapa, 2008.

BARBALHO, M. G. S., SILVA, S. D.; DELLA GIUSTINA, C. C.. Avaliação Temporal do Perfil da Vegetação da Microrregião de Ceres Através do Uso de Métricas de Paisagem. Boletim Goiano de Geografia, v. 35, nº 03, 472-487, 2015.

BRITO NEVES, B. B., CORDANI, U.G. Tectonic evolution of South America during the late Proterozoic. Precambrian Research, 53, 23-40, 1991.

CABRAL, D. C.; Na Presença da Floresta: Mata Atlântica e História Colonial. Rio de Janeiro: Garamond/FAPERJ, 2014.

CARDOSO, M. R. D; MARCUZZO, F. F. N.; BARROS, J. R.; Classificação Climática De Köppen-Geiger para o Estado de Goiás e o Distrito Federal. Acta Geográfica, v.8, n.16, 40-55. DOI: 10.5654/actageo2014.0004.0016, 2014.

CASTRO, K. B., MARTINS, E. S, LIMA, L. A. S., RODRIGUES, L. N., CARVALHO JUNIOR, O.A.; BORGES MES, VASCONCELOS V, GOMES R. A. T.; Caracterização geomorfológica do município de Luis Eduardo Magalhães, Oeste Baiano, escala 1:100.000. Boletim de Pesquisa e Desenvolvimento, 2010.

CLARK, J.S.; Beyond neutral science. Trends Ecol Evol 24(1):8–15, 2009.

DANNI, J. C. M.; FUCK, R. A.; LEONARDOS, O. H.; WINGE, M.; O Complexo de Barro Alto Na Região de Ceres-Rubiataba, Goiás. Revista Brasileira de Geociências, v. 14, nº2, 128-136, 1984.

DEAN, W.; With broadax and firebrand: the destruction of the Brazilian Atlantic forest. Berkeley and Los Angeles, California: University of California Press, 1995.

DELLA GIUSTINA, C. C.; FRANCO, J. L. A.; O Uso Insustentável dos Recursos Naturais no Estado de Goiás: Efeitos da agricultura na conservação do bioma Cerrado, FRONTEIRAS: Journal of Social, Technological and Environmental Science v.3, n.1, jan.-jul. 2014, p.55-65.

DELLA GIUSTINA, M. E. S.; PIMENTEL, M. M.; FERREIRA FILHO, C. F.; HOLLANDA, M. H. B. M.; Dating coeval mafic magmatism and ultrahigh temperature metamorphism in the Anápolis–Itauçu Complex, Central Brazil. Lithos, 124: 82-102, 2011.

DRUMMOND, J. A. L.; Devastação e preservação ambiental: os parques nacionais do estado do Rio de Janeiro. Niterói: EDUFF 1997.

DUTRA E SILVA, SANDRO; FRANCO, J. L. A.; DRUMMOND, J. A. . Devastação florestal no oeste brasileiro: uma história ambiental da expansão da fronteira agrícola em Goiás nas décadas de 1930 e 1940. HIb: Revista de Historia Iberoamericana, v. 8, p. 10-31, 2015a.

DUTRA E SILVA, S; CARVALHO, H. G; SILVA, C.H.M. Colonização, Saúde e Religião: A medicina pioneira e o poder simbólico da moral social na Colônia Agrícola Nacional de Goiás - CANG (1941-1959). Fronteiras: Journal of Social, Technological and Environmental Science, v.4, n.1, p. 85-109, 2015b.

DUTRA E SILVA, S. No Oeste, a terra e o céu: a expansão agrícola no Brasil Central. Rio de Janeiro: Mauad, X, 2017.

FAISSOL, S. 1952. O "Mato Grosso de Goiás". Rio de Janeiro: IBGE.

FELFILI, J. M., SILVA JÚNIOR, M. C., SEVILHA, A. C., FAGG, C. W., WALTER, B. M. T., NOGUEIRA, P. E. and REZENDE, A. V. Diversity, floristic and structural patterns of Cerrado vegetation in Central Brazil. Plant Ecology, v. 175, 37-46, 2004.

FERREIRA FILHO, C. F.; PIMENTEL, M. M.; ARAÚJO, S. M.; LAUX, J. H. Layered Intrusions and Volcanic Sequences in Central Brazil: Geological and Geochronological Constraints for Mesoproterozoic (1.25 Ga) and Neoproterozoic (0.79 Ga) Igneous Associations. Precambrian Research 183 (3), 617–634, 2010.

FUCK, R.A.; PIMENTEL, M.M.; SOARES, J.E.P.; DANTAS, E. L.; Compartimentação da Faixa Brasília. In: SBG, Simpósio de Geologia do Centro-Oeste, 9, Anais, p. 26-27, 2005.

GOODLAND, R. J. A.; Ecologia do cerrado. São Paulo: Ed Itatiaia, 1979.

HERMUCHE, P. M., GUIMARÃES, R. F., CARVALHO, A. P. F., MARTINS, E. M., DRUCK S., CARVALHO JUNIOR, O. A., SANTOS, N. B. F., REATTO, A.; Morfometria como suporte para elaboração de mapas pedológicos: bacias hidrográficas assimétricas. Documentos, 68, p.23, 2002.

HUBBELL, S.P.; The Unified Neutral Theory of Biodiversity and Biogeography. Princeton University Press, Princeton, 2001.

IBGE - Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística.. Mapa de Vegetação da Folha SD 22 - Goiás, available in: http://servicodados.ibge.gov.br/dowload.ashx?u=geoftp.ibge.gov.br/mapeamento_sistematico/banco_de_dados_georreferenciado_recursos_naturais/latlong/sd_22/vegetacao.zip, 2011.

JAMES, P. E.; Trends in Brazilian Agricultural Development. The Geographical Review, vol XLIII, nº 3, 301-238, 1953.

JAMES, P. E; FAISSOL, S.; O problema da capital do Brasil. Boletim Geográfico, 18 (158): 771-783, 1960.

KYLA M. DAHLIN K.M., ASNER, G.P., FIELD C.B.; Linking vegetation patterns to environmental gradients and human impacts in a mediterranean-type island ecosystem. Landscape Ecology 29, 9,1571–1585, 2014.

LACERDA FILHO, J.V.; REZENDE, A.; SILVA, A.; Geologia e recursos minerais do Estado de Goiás e Distrito Federal. Goiânia, CPRM, 1999.

LAUX, J. H., PIMENTEL, M. M., DANTAS, E. L., ARMSTRONG, R. ARMELE, A., NILSON, A. A.; Mafic magmatism associated with the Goiás magmatic arc in the Anicuns region, Goiás, central Brazil Central Brazil: Sm–Nd isotopes and new ID-TIMS and SHIMP U–Pb data. Journal of South American Earth Sciences, 16, 599-614, 2004.

LAUX, J. H.; PIMENTEL, M. M.; DANTAS, E. L.; ARMSTRONG, R.; JUNGES, S. L.; Two Neoproterozoic crustal accretion events in the Brasília Belt, central Brazil. Journal of South American Earth Sciences, 18: 183-198, 2005.

LEAL, A. C. ; FERREIRA, R. M. ; DUTRA E SILVA, SANDRO; FRANCO, J. L. A.; SAYAGO, D. A. V. ; BARBALHO, M. G. S.; TAVARES, G. G.; PEIXOTO, J. C. Novas Fronteiras no Oeste: Relação entre sociedade e natureza na microrregião de Ceres em Goiás (1940-2013). Fronteiras: journal of social, technological and environmental science, v. 4, p. 219, 2015.

LEGATES, D. R.; WILLMOTT, C. J.; Mean Seasonal and Spatial Variability Global Surface Air Temperature. Theoretical and Applied Climatology, 41, 11-21, 1990a.

LEGATES, D. R.; WILLMOTT, C. J.; Mean Seasonal and Spatial Variability in Gauge-Corrected, Global Precipitation. International Journal of Climatology, 10, 111-127, 1990b.

LEONARDOS, O. H.; THEODORO, S. C. H.; ASSAD, M. L.; Remineralization for sustainable agriculture: a tropical perspective from a brazilian viewpoint. Nutrient Cycling in Agroecosystems – Formerly Fertilizer Research. nº 56. P. 3-9, 2000.

LIMA, L. A. S., MARTINS, E. S., GOMES, M. P., REATTO A, LOPES, C. A., XAVIER D. R., PASSO, D. P., CASTRO, K. B., CARVALHO JUNIOR, O. A., GOMES, R. A, T.; Caracterização geomorfológica do município de Cocos, Oeste baiano, escala 1:50.000. Boletim de Pesquisa e Desenvolvimento. 284, p. 30, 2010.

LIMA, L. A. S., MARTINS, E. S., REATTO, A., CASTRO, K. B., VASCONCELOS, V, CARVALHO JUNIOR, O. A. Compartimentação geomorfológica e sua relação com os solos na bacia do Alto Rio Preto, GO. Boletim de Pesquisa e Desenvolvimento, 2009.

MILLER, K.; Planejamento bioregional: em busca do equilíbrio. Brasília: Ibama, 1997.

MITTERMEIER, C. G., LAMOREAUX, J.; FONSECA, G. A. B.; Hotspots revisited: earth’s biologically richest and most endangered terrestrial ecoregions. Chicago, Illinois, USA: Cemex and University of Chicago Press, 2004.

MMA – Ministério do Meio Ambiente. Mapa de Cobertura Vegetal do Bioma Cerrado. Escala 1:4.000.000 - Brasília, DF, 2006.

PIMENTEL, M. M.; FUCK, R. A.; Neoproterozoic crustal accretion in central Brazil. Geology, 20: 375-379, 1992.

PIMENTEL, M. M.; RODRIGUES, J. B.; DELLA GIUSTINA, M. E. S.; JUNGES, S.; MATTEINI, M.; ARMSTRONG, R.; The tectonic evolution of the Neoproterozoic Brasília Belt, Central Brazil, based on SHRIMP and LA-ICPMS U e Pb sedimentary provenance data: A review. Journal of South American Earth Sciences, 31: 345-357, 2011.

PIUZANA, D.; PIMENTEL, M. M.; FUCK, R. A.; ARMSTRONG, R.; Neoproterozoic granulite fácies metamorphism and coeval granitic magmatism in the Brasília Belt, Central Brazil: regional implications of the new SHRIMP U-Pb and Sm-Nd data. Precambrian Research, 125: 245-273, 2003.

POHL, J. E.; Viagem no Interior do País. São Paulo: Ed. Itatiaia, 1976.

REATTO, A; CORREIA, J. R.; SPERA, S. T.; MARTINS, E. S.; Solos do Bioma Cerrado. In: SANO, M. S.; ALMEIDA, S. P.; RIBEIRO, J. F. Cerrado: Ecologia e Flora. Brasília: Embrapa, vol.1, cap. 5, p. 109-150, 2008.

RIBEIRO, J. F.; WALTER, B. M. T.; As Principais Fitofisionomias do Cerrado. Capítulo 6. In: Cerrado: Ecologia e Flora. SANO, M. S.; ALMEIDA, S. P.; RIBEIRO, J. F. Brasília: Embrapa, vol. 1, cap. 6, p. 153-212, 2008.

ROKADE, V. M. Agrogeological Studies for Potential Farming; Bionano Frontier, Vol.7 (1), 12-15, 2014.

ROSINDELL, J., HUBBELL, S.P., H. E. F., HARMON, L.J., ETIENNE, R.S.; The case for ecological neutral theory. Trends Ecol Evol 27(4):203–208, 2012.

SAINT-HILAIRE, A. de. Viagem à Província de Goiás. Belo Horizonte: Ed. Itatiaia; São Paulo: Ed. da USP. 1975.

SENA-SOUZA, J. P., MARTINS E.S., COUTO JUNIOR, A. F., REATTO, A., VASCONCELOS, V., GOMES, M. P., CARVALHO JUNIOR, O. A., REIS, A. M.; Mapeamento Geomorfológico da Bacia Hidrográfica do Rio São Bartolomeu, escala 1:100.000. Boletim de Pesquisa e Desenvolvimento, Embrapa, Brasília, 2013.

SILVA, F. A.M.; ASSAD, E. D.; EVANGELISTA, B. A.; Caracterização Climática do Bioma Cerrado: In: SANO, M. S.; ALMEIDA, S. P.; RIBEIRO, J. F. Cerrado: Ecologia e Flora. Brasília: Embrapa, cap. 3, p. 71-106, 2008.

SMILL, V.; Harvesting the Biosphere: What we have taken from Nature. MIT Press, Cambridge Massachusetts – USA, 2013.

SOUZA, J. G. Introdução. In: Goiás: uma nova fronteira humana. Rio de Janeiro: Conselho de Imigração e Colonização, 1949a.

STRAATEN, P.V.; Agrogeology: The use of rocks for crops. Enviroquest, Ontario, Canadá, 426p, 2007.

Publicado
2018-12-28
Como Citar
Giustina, C. C., Silva, S., & Martins, E. (2018). Geographic reconstruction of a Central-West Brazilian landscape devastated during the first half of the 20th century: Mato Grosso de Goiás. Sustentabilidade Em Debate, 9(3), 44 - 63. https://doi.org/10.18472/SustDeb.v9n3.2018.18588
Seção
Artigos - Varia