Environmental fragmentation in the Morro do Diabo State Park in Teodoro Sampaio, SP, Brazil

  • Marta Aparecida de Moura Universidade do Oeste Paulista, Presidente Prudente, SP, Brasil.
  • Alba Regina Azevedo Arana Universidade do Oeste Paulista, Presidente Prudente, SP, Brasil
Palavras-chave: Parque Estadual do Morro do Diabo; Ação Antrópica; Dano Ambiental.

Resumo

A ação antrópica pode causar a poluição, a depredação e o desmatamento, ocasionando interferência na biodiversidade, no equilíbrio ecológico, promovendo o impacto e o dano ambiental. Portanto, para discutir essa questão, foi escolhido como objeto de estudo o Parque Estadual do Morro do Diabo (PEMD) no município de Teodoro Sampaio-SP. Este artigo tem como objetivo fazer uma análise histórica das políticas públicas que determinaram a formação do território no município e os impactos ambientais causados desde a legalização do PEMD, de 1941 a 2006. A pesquisa teve abordagem qualiquantitativa para a construção da história linear dos impactos ambientais no Parque. O que se verificou com a pesquisa é que houve uma perda gradativa territorial de 9,31%, que corresponde a 3.311,35 hectares durante os 65 anos que compõem este estudo, e o principal dano ambiental foi a implantação e construção da Usina Hidrelétrica de Rosana, que ceifou cerca de 5,53% da área total.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Marta Aparecida de Moura, Universidade do Oeste Paulista, Presidente Prudente, SP, Brasil.

Mestre em Meio Ambiente e Desenvolvimento Regional, Universidade do Oeste Paulista, Presidente Prudente, SP, Brasil.

Alba Regina Azevedo Arana, Universidade do Oeste Paulista, Presidente Prudente, SP, Brasil

Doutora em Geografia, Coordenadora do Programa em Meio Ambiente e Desenvolvimento Regional, Universidade do Oeste Paulista, Presidente Prudente, SP, Brasil.

Referências

ABRANCHES, S. H. Política social e combate à pobreza: a teoria da prática. In: ABRANCHES, S. H.; SANTOS, W. G. dos; COIMBRA, M. A. Política social e combate à pobreza. Rio de Janeiro: Jorge Zahar, 1987, p. 9-31.

ALBERTI, V. Manual de história oral. 2. ed. Rio de Janeiro: Editora Fundação Getúlio Vargas, v. 1, 2004.

BANDEIRA, M.; MARTINEZ, P. H. (Org.). História ambiental paulista: temas, fontes, métodos. São Paulo. Editora Senac, 2007.

BORELLI et al. O papel do planejamento regional na implantação das usinas hidrelétricas do Pontal do Paranapanema. Monografia (Graduação em Geografia) – Universidade do Oeste Paulista. Presidente Prudente, 2006.

BRAIDO, L. M. H.; TOMMASELLI, J. T. G. Setorização de fatores ambientais: clima, solos e relevo para o planejamento ambiental e territorial na Região do Pontal do Paranapanema – SP – Brasil. Revista Geonorte, v. 3, n. 4, ed. esp., p. 1268-1282, 2012. Disponível em: <http://www.periodicos.ufam.edu.br/index.php/revista-geonorte/article/view/2021>. Acesso em: 09 out. 2016.

BRASIL. Ministério do Meio Ambiente. Unidades de conservação: conservando a vida, os bens e os serviços ambientais. São Paulo, 2008. Disponível em: <http://www.mma.gov.br/estruturas/pda/_arquivos/prj_mc_061_pub_car_001_uc.pdf>. Acesso em: 31 jan. 2016.

BRESSER-PEREIRA, L. C. A crise financeira global e depois: um novo capitalismo? Revista Novos Estudos – Cebrap, n. 86, São Paulo, Mar. 2010. Disponível em: <http://www.scielo.br/scielo.php?pid=S0101-33002010000100003&script=sci_arttext>. Acesso em: 29 jul. 2017.

CABREDO, R. E. F. Sorocabana (1960-1971), Fepasa (1971-c.1988) em Teodoro Sampaio, 2001. Disponível em: <http://www.estacoesferroviarias.com.br/t/teodsampaio.html>. Acesso em: 17 jan. 2017.

CULLEN JR, L. Onças-pintadas são mortas atropeladas. 19 de set. 2001. Disponível em: <http://www.apoena.org.br/noticias-detalhe.php?cod=20>. Acesso em: 19 fev. 2017.

DIAS, L. S. Biogeografia e saúde: uma visão integrada das moscas sinatrópicas de Teodoro Sampaio – SP. Tese (Doutorado) – Universidade Estadual Paulista, Faculdade de Ciências e Tecnologia, Presidente Prudente [s.n], 2016. Disponível em: . Acesso em: 02 mai. 2018.

DRUMMOND, J. A. A história ambiental: temas, fontes e linhas de pesquisa. Estudos históricos. n. 8, p.177-197, 1991.

FERNANDES JR, O. Em se plantando tudo dá: o Pontal do Paranapanema transformou-se em exemplo de preservação. Revista Ipea Desafios do Desenvolvimento, v. 2, n. 1, fev. 2005. Disponível em: <http://www.ipea.gov.br/desafios/index.php?option=com_content&view=article&id=1414:catid=28&Itemid=23>. Acesso em: 17 jan. 2017.

FERREIRA JÚNIOR, A. C.; HESPANHOL, A. N. A cana-de-açúcar nos assentamentos rurais Santa Terezinha da Alcídia da Gata no município de Teodoro Sampaio – SP. In: ENCONTRO DE GRUPOS DE PESQUISA, 2., 20-22 de junho de 2006, Uberlândia – MG. Anais... Disponível em: <http://w3.ufsm.br/engrup/iiengrup/pdf/t02.pdf>. Acesso em: 08 jan. 2016.

FREIRE, R. B. Priorização de Áreas para restauração ecológica na UGRHI 22 – Pontal do Paranapanema, São Paulo. Dissertação (Mestrado) – Universidade Estadual Paulista, Faculdade de Ciências e Tecnologia, Presidente Prudente: [s.n], 2017. Disponível em: . Acesso em: 02 mai. 2018.

FREIRE, R. B. et al. Impactos ambientais causados pela Rodovia Arlindo Bettio (SP-613) no Parque Estadual do Morro do Diabo – SP. Tópos, v. 5, n. 2, p. 89-101, 2011. Disponível em: <http://revista.fct.unesp.br/index.php/topos/article/viewFile/2286/2091>. Acesso em: 09 jan. 2016.

HOBSBAWM, E. J. A era das revoluções: 1789-1848, 1977. Disponível em: <https://books.google.com.br/books?id=E5AnCgAAQBAJ&pg=PT2&dq=a+era+das+revolu%C3%A7%C3%B5es+eric+hobsbawm&hl=pt-BR&sa=X&ved=0ahUKEwj69tSxx67RAhWECpAKHddDAO0Q6AEILTAA#v=onepage&q=a%20era%20das%20revolu%C3%A7%C3%B5es%20eric%20hobsbawm&f=false>. Acesso em: 06 jan. 2017.

INSTITUTO FLORESTAL. Parque Estadual do Morro do Diabo: plano de manejo. Santa Cruz do Rio Pardo: Ed. Viena, 2006.

LEAL, G. M. Impactos Socioterritoriais dos Assentamentos rurais do

Município de Teodoro Sampaio – SP. Dissertação (Mestrado em Geografia) – Faculdade de Ciências e Tecnologia, da Universidade Estadual Paulista “Júlio de Mesquita Filho” – FCT/UNESP/Nera, Presidente Prudente, 2003.

LEITE, J. A ocupação do Pontal do Paranapanema. São Paulo: Hucitec, 1998.

LEONÍDIO, A. Violências fundadoras: o Pontal do Paranapanema entre 1850 e 1930. Ambiente e Sociedade, Campinas, v. 12, n.1, jan./jun. 2009. Disponível em: <http://www.scielo.br/scielo.php?pid=S1414-753X2009000100004&script=sci_arttext>. Acesso em: 07 jan. 2016.

MARTINS, M. L. História e meio ambiente. São Paulo. Annablume; Faculdades Pedro Leopoldo, 2007.

MELAZZO, E. S. Problematizando o conceito de políticas públicas: desafios à análise e à prática do planejamento e da gestão. Revista Tópos, Presidente Prudente/SP, v. 4, p. 9-32, 2010.

MENEGUETTE, A. A. C. Atlas interativo do Pontal do Paranapanema: uma contribuição à educação ambiental. 2001. 190 f. Tese (livre-docência) – Universidade Estadual Paulista, Faculdade de Ciências e Tecnologia, 2001. Disponível em: <http://hdl.handle.net/11449/116073>.

NASCIMENTO, E. P. do. Trajetória da sustentabilidade: do ambiental ao social, do social ao econômico. Estudos Avançados, São Paulo, v. 26, n. 74, p. 51-64, jan. 2012. Disponível em: <http://www.revistas.usp.br/eav/article/view/10624>. Acesso em: 29 jul. 2017.

NOGUEIRA, P. Terra dividida: geógrafos vão aos rincões do Pontal do Paranapanema para mapear as consequências da expansão da cana-de-açúcar sobre os assentamentos de trabalhadores rurais. Revista Unespciência – Estudo de Campo, out. 2009, p. 36-38. Disponível em: <http://www.unesp.br/aci_ses/revista_unespciencia/acervo/02/estudo-de-campo>. Acesso em: 08 jan. 2016.

PETRY, K. Á. A utilização de incentivos fiscais de ICMS como instrumento de política ambiental. 2009. Monografia Departamento de Direito Econômico e do Trabalho da Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Disponível em: <http://www.lume.ufrgs.br/bitstream/handle/10183/23241/000742092.pdf?sequence=1>. Acesso em: 04 mar. 2017.

POLETTI, G. R. Processo de uso e ocupação do Pontal do Paranapanema: perspectiva das unidades de conservação (UCs). 2010. Monografia – Universidade Estadual Paulista “Júlio de Mesquita Filho”, Presidente Prudente. Disponível em: <http://repositorio.unesp.br/bitstream/handle/11449/120627/poletti_gr_tcc_prud.pdf?sequence=1>. Acesso em: 31 out. 2016.

RELATÓRIO 565/13 do Comitê de Bacias Hidrográficas de Presidente Prudente (CBH – PP). Atualização do Plano de Bacia da Unidade de Gerenciamentos dos Recursos Hídricos do Pontal do Paranapanema. Coordenador: Geol. Antonio Melhem Saad, M.Sc., Dr. CREA-SP: 0600466554, 2013. Disponível em: <http://www.comitepp.sp.gov.br/files/Minuta_PBH_Vs2.0.pdf>. Acesso em: 04 jul. 2017.

REZENDE, G. C. Mico-leão-preto: a história de sucesso na conservação de uma espécie ameaçada. São Paulo: Matrix, 2014.

SANTOS, V. dos. Trabalhos acadêmicos: uma orientação para a pesquisa e normas técnicas. Porto Alegre: AGE, 2006. Disponível em: <https://books.google.com.br/booksid=REvrU90M2OUC&pg=PA43&dq=revis%C3%A3o+bibliografica&hl=pt-BR&sa=X&ved=0ahUKEwi63Memo43PAhVBDJAKHaJJBv8Q6AEIHDAA#v=onepage&q=revis%C3%A3o%20bibliografica&f=false>. Acesso em: 13 set. 2016.

SANTOS, M. A natureza do espaço. 2. ed. São Paulo: Editora Hucitec, 2009.

SANTOS, M.; SOUZA, M. A.; SILVEIRA, M. L. (Org.). Território, Globalização e fragmentação. São Paulo, Editora Hucitec, 1998.

SÃO PAULO. Assembleia Legislativa. Lei Estadual N° 8.510, de 29 de dezembro de 1993. Altera a Lei n. 3.201, de 23 de dezembro de 1981 – ICMS. Disponível em: <http://www.al.sp.gov.br/repositorio/legislacao/lei/1993/lei-8510-29.12.1993.html>. Acesso em: 04 mar. 2017.

SÃO PAULO. (Estado). Secretaria da Fazenda. ICMS. São Paulo, 2017. Disponível em: <http://www.fazenda.sp.gov.br/oquee/oq_icms.shtm>. Acesso em: 04 mar. 2017.

SÃO PAULO. (Estado). Secretaria do Meio Ambiente. ICMS Ecológico: estimativa de valores, em reais correntes, repassados aos municípios de 2006 a 2016. Disponível em: <http://www.ambiente.sp.gov.br/cpla/icms-ecologico/>. Acesso em: 04 mar. 2017.

SILVA, A. L. C. da. Introdução à análise de dados. Rio de Janeiro: E-papers, 2009. Disponível em: <https://books.google.com.br/books?id=EQfUR3uOqiQC&pg=PA7&dq=conceito+de+analise+estatistica&hl=pt-BR&sa=X&ved=0ahUKEwjevKKhuZfPAhWBI5AKHQU5D1EQ6AEIPTAC#v=onepage&q=conceito%20de%20analise%20estatistica&f=false>. Acesso em: 17 set. 2016.

SOUZA, C. Políticas públicas: uma revisão da literatura. Sociologias, v. 8, n. 16, p. 20-45, 2006.

SOUZA, J. M. de. Memorial Teodoro Sampaio: sua gente, sua história, sua geografia. [S.l.]: [s.n.], 2002.

TEODORO SAMPAIO. Teodoro Sampaio, 2016. Disponível em: <http://www.teodorosampaio.sp.gov.br/index2.php?pag=T1RjPU9EZz1PVFU9T0dVPU9HST1PVEE9T0dFPU9HRT0=&idmenu=214>. Acesso em: 05 nov. 2016.

TORRES, E. C.; SILVA JÚNIOR, F. Pontal do Paranapanema: um olhar por meio de trabalho de campo. Geografia (Londrina), v. 19, n. 1, 2010. Disponível em: . Acesso em: 28 jan. 2016.

VERGES, N. M. Multifuncionalidade rural nos assentamentos rurais do Pontal do Paranapanema – SP: impasses e possibilidades. Dissertação (Mestrado em Geografia) – Universidade Estadual Paulista “Júlio de Mesquita Filho”, Presidente Prudente, 2013.

Publicado
2018-12-28
Como Citar
de Moura, M. A., & Arana, A. R. (2018). Environmental fragmentation in the Morro do Diabo State Park in Teodoro Sampaio, SP, Brazil. Sustentabilidade Em Debate, 9(3), 125 - 159. https://doi.org/10.18472/SustDeb.v9n3.2018.18377
Seção
Artigos - Varia