Sustentabilidade na Construção Civil: Avaliação do Ciclo de Vida Energético e de Emissões de CO2 de Fachadas para Habitações Sociais

Lucas Rosse Caldas, Rosa Maria Sposto, Armando Caldeira Pires, Jacob Silva Paulsen

Resumo


Como consequência da crescente discussão dos impactos ambientais gerados pela construção civil, as pesquisas atuais têm buscado focar na seleção de materiais e sistemas construtivos incluindo critérios de sustentabilidade. Nesse contexto, este trabalho teve como objetivo a utilização de dois indicadores ambientais: consumo de energia e emissões de CO2, para avaliação de quatro sistemas de fachadas para habitações de interesse social (HIS) no Brasil: light steel framing, parede de concreto moldada no local, blocos de concreto estruturais e blocos cerâmicos estruturais. A metodologia utilizada foi a Avaliação do Ciclo de Vida Energético (ACVE) e a Avaliação do Ciclo de Vida de Emissões de CO2 (ACVCO2) nas etapas de extração, processamento e manutenção dos sistemas. O sistema de parede de concreto foi o que apresentou menor consumo de energia, 189,4 MJ/m², e emissões de CO2, 28,6 kgCO2/m², sendo, portanto, o sistema mais indicado para HIS com base nos dois indicadores utilizados.

Palavras-chave


Sustentabilidade; ACVE; ACVCO2; Fachadas; Habitações de interesse social.

Texto completo:

PDF

Referências


ADDIS, Bill. Reúso de Materiais e Elementos de Construção. São Paulo: Oficina de Textos, 2010.

ANDREIS, C.; BESEN, P.; WESTPHAL, F. S. Desempenho Energético de Fachadas Envidraçadas Em Climas Brasileiros. In: ENCONTRO NACIONAL DO AMBIENTE CONSTRUÍDO, 15, 2014, Maceió. Anais do XV ENTAC. Maceió: 2014. p. 926-935.

AGOPYAN, V.; JONH, V. M. O Desafio da Sustentabilidade na Construção Civil. Série Sustentabilidade, Vol. 5. São Paulo: Editora Blucher, 2011.

ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DE NORMAS TÉCNICAS (ABNT). NBR ISO-15575-1: Edificações Habitacionais – Desempenho – Parte 1: Requisitos Gerais. Rio de Janeiro, 2013.

ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DE NORMAS TÉCNICAS (ABNT). NBR ISO-15575-4: Edificações Habitacionais – Desempenho – Parte 4: Sistema de Vedações Verticais. Rio de Janeiro, 2013.

BALANÇO ENERGÉTICO NACIONAL(BEN) 2014: Relatório Síntese ano base 2013. Brasília-DF, 2014.

BERMANN, C. Energia no Brasil: para quê e para quem? Crise e Alternativas para um país sustentável.2.ed. São Paulo: Editora Livraria da Física, 2003.

BESSA, Vanessa M. T. Contribuição à Metodologia de Avaliação das Emissões de Dióxido de Carbono no Ciclo de Vida das Fachadas de Edifícios de Escritórios. Tese (Doutorado de Engenharia Civil) - Escola Politécnica da Universidade de São Paulo. São Paulo. 2010.

BRIBIÁN, I. Z.; CAPILLA, A. V.; USÓN, A. A. 2011. Life cycle assessment of building materials: Comparative analysis of energy and environmental impacts and evaluation of the eco-efficiency improvement potential. Elsevier: Building and Environment. p. 1133-1140.

CABEZA, L. F.; RINCÓN, L.; VILARIÑO, V.; PÉREZ, G.; CASTELL, A. 2014. Life cycle assessment(LCA) and life cycle energy analysis(LCEA) of buildings and the building sector : A review. Renewable and Sustainable Energy Reviews. p. 394-416.

CAMPOS, P. F. Light Steel Framing – Uso em construções habitacionais empregando a modelagem virtual como processo de projeto e planejamento. Dissertação de Mestrado em Arquitetura e Urbanismo. Faculdade de Arquitetura e Urbanismo. Universidade de São Paulo. São Paulo. 2014.

CARMINATTI JÚNIOR, Riberto. Análise do Ciclo de Vida Energético de Projeto de Habitações de Interesse Social Concebido em Light Steel Framing. Dissertação (Mestrado em Engenharia), Universidade de São Carlos, São Carlos.2012.

CONSELHO BRASILEIRO DE CONSTRUÇÃO SUSTENTÁVEL (CBCS). Projeto Avaliação de Ciclo de Vida Modular de Blocos e Pisos de Concreto. 2014. Disponível em: . Acesso em 19/04/2015.

COSTA, Bruno L. C. Quantificação Das Emissões De CO2 Geradas Na Produção de Materiais Utilizados Na Construção Civil No Brasil. Dissertação (Mestrado em Engenharia Civil) – Programa de Pós Graduação em Engenharia Civil, Universidade Federal do Rio de Janeiro, Rio de Janeiro.2012.

GARCIA, Fernando. Brasil 2022: planejar, construir crecer. In: CONGRESSO BRASILEIRO DE CONSTRUÇÃO, 9., 2009, São Paulo. Anais...São Paulo:FIESP, 2009.

GOLDEMBERG, J.; LUCON, O. Energia, Meio Ambiente e Desenvolvimento. 3ª ed. São Paulo: Editora da Universidade de São Paulo, 2011.

GRAF, Helena F. Transmitância Térmica e Energia Incorporada na Arquitetura: Sua Relação nas Superfícies do Invólucro de uma Edificação Residencial Unifamiliar conforme a Norma NBR 12721. Dissertação de Mestrado. Programa de Pós-Graduação em Construção Civil – PPGCC. Curitiba 2011.

N. HUBERMAN, N.; PEARLMUTTER, D. A life-cycle energy analysis of building materials in the Negev desert. Energy and Buildings. 2008. p. 837-848.

IWARO, J.; MWASHA, A. The impact of sustainable building envelope design on building sustainability using Integrated Performance Model. International Journal of Sustainable Built Environment. 2013. p. 153-171.

JONH, Vanderley M. Reciclagem de Resíduos na Construção Civil. Contribuição à metodologia de pesquisa e desenvolvimento. Tese de Doutorado (Livre Docência). Escola Politécnica da Universidade de São Paulo. Departamento de Engenharia e de Construção Civil. São Paulo, 2000.

KIM, K.H. A comparative life cycle assessment of a transparent composite façade system and a glass curtain wall system. Energy and Buildings. 2011. p. 3436-3445.

LEVY, Salomon. Sustentabilidade na Construção Civil: A Constribuição do Concreto. In: ISAIA, G. Concreto. Ensino, Pesquisa e Realizações. São Paulo: IBRACON, 2005. p. 1560-1577.

MACIEL, Ana C. F Energia incorporada de fachadas ventiladas. Estudo de caso para edificação habitacional em Brasília. 2013. 146 p. Dissertação (Mestrado em Estruturas e Construção Civil) – Programa de Pós-Graduação em Estruturas e Construção Civil da Universidade de Brasília, Brasília.

MINISTÉRIO DA INSÚSTRIA E COMÉRCIO, SECRETARIA DE TECNOLOGIA INDUSTRIAL (MIC). Fundação Centro Tecnológico de Minas Gerais – CETEC/MG. Balanço Energético de Edificações Típicas. 1982.

MITHRARATNE, N.; VALE, B. Life cycle analysis model for New Zelands houses. Building and Environment. 2004. p. 483-492.

NABUT NETO, Abdala C. Energia Incorporada e Emissões de CO2 de fachadas. Estudo de Caso do Steel Frame para Utilização em Brasília. Dissertação (Mestrado em Estruturas e Construção Civil) -. Departamento de Engenharia Civil e Ambiental, Universidade de Brasília, DF, 2011.

NORDBY, A. S.; SHEA, A. D. Building Materials in The Operational Phase – Impacts of Direct Carbon Exchanges and Hygrothermal Effects . Journal of Industrial Ecology. v. 17. n.5 p. 763-776. 2013.

OLIVEIRA, Luciana B. A influência do sistema de fachada viva em manta no ciclo de vida energético de uma residência unifamiliar em clima tropical. Dissertação (Mestrado em Engenharia de Construção Civil). Universidade Federal do Paraná. Curitiba, 2015.

PALACIO, Cristian D.U. Energia Incorporada de Vedações para Habitação de Interesse Social Considerando-se o Desempenho Térmico. Estudo de Caso com Utilização do Light Steel Frame no Entorno do DF. Dissertação (Mestrado em Estruturas e Construção Civil) - Departamento de Engenharia Civil e Ambiental, Universidade de Brasília, DF, 2013.

PAULSEN, J. S.; SPOSTO, R. M. A life cycle energy analysis of social housing in Brazil: Case Study for the program “MY HOUSE MY LIFE”. Energy and Buildings. 2013. p. 95-102.

PEDROSO, G.M.; SPOSTO, R. M. Análise do Ciclo de Vida Energético (ACVE) de Habitações de Interesse Social (HIS) de Paredes de Concreto. III Simpósio Brasileiro de Qualidade do Projeto no Ambiente Construído. VI Encontro de Tecnologia de Informação e Comunicação na Construção. São Paulo. Campinas, 2013. p. 926 - 938.

RAKHSHAN, K.; FRIESS, W. A.; TAJERZADEH, S. Evaluating the sustainability of improved building insulation: A case study in the Dubai residential environment. Building and Environment. 2013. p. 105-110.

RADHI, H., SHARPLES, S. Global Warming implications of façade parameters: A life cycle assessment of residential buildings in Bahrain. Environmental Impact Assessment Review. 2013. p. 99-108.

SCHNEIDER, M.; ROMER, M.; TSCHUDIN, M.; BOLIO, H. 2011. Sustainable cement production – present and future. Cement and Concrete Research. p. 642-650.

SOARES, S.R., PEREIRA, S.W., BREITENBACH, F.E. Análise do ciclo de vida de produtos cerâmicos da indústria de construção civil. Departamento de Engenharia Sanitária e Ambiental, Universidade Federal de Santa Catarina, Florianópolis, 2002.

SPOSTO, R.M. DO Ó, S.W. Management and technology for quality and sustainability of masonry components in Brasilia’s market. Departamento de Engenharia Civil e Ambiental, Universidade de Brasília, Brasil. 2007.

SPOSTO, R. M.; PAULSEN, J. S. Energia Incorporada em Habitações de Interesse Social na Fase de Pré-Uso: O caso do programa minha casa minha vida no Brasil. 2014. Oculum Ensaios. Revista de Arquitetura e Urbanismo. p. 40-49.

STACHERA JR, T. CASAGRANDE JR, E.F. Avaliação de emissões de CO2 na construção civil: um estudo de caso da habitação de interesse social no Paraná. In: ENCONTRO NACIONAL SOBRE GESTÃO EMPRESARIAL E MEIO AMBIENTE, 9., 2007, Curitiba. Anais do IX ENGEMA. Curitiba: Universidade Tecnológica Federal do Paraná, 2007.

TABORIANSKI, V. M.; PRADO, R. T. A. Methodology of CO2 emission in the life cycle of office building façades. Environmental Impact Assessment Review. 2012. p. 41-47.

TAVARES, Sérgio F. Metodologia de análise do ciclo de vida energético de edificações residenciais brasileiras. Tese (Doutorado em Engenharia Civil) – Programa de Pós Graduação em Engenharia Civil, Universidade Federal de Santa Catarina, Florianópolis, 2006.

THORMARK, Catarina. The effect of material choice on the total energy need and recycling potential of a building. Building and Environment. 2006. p. 1019-1026.

WEN, T. J.; NOOR, H. C. S. Z. Z. Assessment of embodied energy and global warming potential of building construction using life cycle analysis approach: Case studies of residential buildings in Iskandar Malaysia. Energy and Buildings. 2015. p. 295-302.




DOI: http://dx.doi.org/10.18472/SustDeb.v%25vn%25i.%25Y.15913



Direitos autorais 2016 Sustentabilidade em Debate



ISSNe 2179-9067

Creative Commons License
Sustainability in Debate is a publication released by Center for Sustainable Development - University of Brasília is licensed under a Creative Commons Attribution-NonCommercial-NoDerivs 3.0 Unported License.
Based on a work at seer.bce.unb.br.

You are visitor number:

Free Counter
Free Visitor Maps at VisitorMap.orgFlag Counter