• n. 1 (2018)

    O crime do tráfico de drogas e a relação com a violência: Uma contribuição interdisciplinar

    Roberto Gomes Marques

    Mauro Augusto Santos

     

    Ação política e intervenções de políticas públicas no combate ao trabalho escravo contemporâneo no estado do Maranhão, Brasil

    Flávia de Almeida Moura

    Dannielle Weba Maia de Moraes

     

    Análise das Diretrizes da Política Pública: Para além dos 3ES

    Fernando Scheeffer

     

    Análise da Configuração da Identidade Gerencial de Prefeitos: Um Estudo a partir da ideia de dominação em Max Weber

    Thales Albino dos Santos

    João Alfredo Costa de Campos Melo Júnior

     

    Monitorando a Evasão Escolar na Zona Rural dos Municípios do Estado do Rio de Janeiro: Um estudo da contribuição do Programa Caminho da Escola

    Gabriel Lima Marques



  • Número Especial RP3 - CEPAL (Comissão Econômica para América Latina e Caribe)
    n. 08 (2016)

    A CEPAL (Comissão Econômica para América Latina e Caribe) ocupou, desde a sua criação, uma papel central na formulação das políticas públicas no Brasil e demais países latino americanos e caribenhos. Embora sua importância tenha diminuído ao longo dos anos 90, do século XX, em função da crise do Estado que atingiu a grande maioria dos países da região, seu papel como Centro de reflexão sócio econômico para o espaço latino americano e caribenho continua sendo importante ao subsidiar, de várias formas, a construção de políticas públicas para a região. Este número especial da revista RP3 se propõe a trabalhar exclusivamente com artigos relacionados à CEPAL. O

  • RP3 - Revista de Pesquisa em Políticas Públicas
    n. 2 (2015)

    É com imensa alegria que apresentamos a sexta edição da Revista de Pesquisa em Políticas Públicas – RP3, trazendo muitas novidades. Em primeiro lugar, a avaliação Qualis CAPES 2014, publicada recentemente, classificou nossa Revista como B3 na área de Ciência Política e Relações Internacionais e B4 na área de Administração, Ciências Contábeis e Turismo e na área de Sociologia. Para continuarmos a transpor etapas e alcançar melhores classificações, contamos com a colaboração de todos: autores, avaliadores e equipe técnica. 

  • RP3 - Revista de Pesquisa em Políticas Públicas
    n. 2 (2014)

    É com grande satisfação que posso apresentar o quarto número da Revista RP3. Antes de entrar na apresentação, breve, dos trabalhos é importante destacar o grande número de trabalhos que vêem sendo submetidos à Revista RP3. Isto vem materializar a percepção a respeito do importante espaço que a RP3 busca ocupar na divulgação dos trabalho na área de Políticas Públicas, em sua diversas percepções. Esta consolidação deixa claro que o campo de estudo de Políticas Públicas é vasto, assim como a riqueza e qualidade dos trabalhos desenvolvidos nele. Neste sentido, o desejo da equipe editorial é que a RP3 seja um caminho natural como espaço de divulgação destes trabalhos.

  • RP3 - Revista de Pesquisa em Políticas Públicas
    v. 1 n. 1 (2014)
    O primeiro número de 2014 de Revista RP3 possui aspectos importantes para todos os envolvidos na sua produção. Inicialmente, este número marca o primeiro aniversario da revista sinalizando que este espaço, para reflexão, vai aos poucos se consolidando como um espaço democrático e intelectualmente maduro para o debate que se propõem. Um segundo ponto importante é que este número sinaliza uma forte inserção da RP3 na âmbito acadêmico nacional já que é possível verificar um grande número de artigos submetidos de origem de diversas Universidades do Brasil.
  • RP3 - Revista de Pesquisa em Políticas Públicas
    n. 1 (2013)

    A revista nasce com a intenção de trabalhar o tema no seu estado da arte, buscando apontar novos caminhos em uma dimensão que é, por si própria, multidisciplinar. Desta maneira, a RP3 está aberta para receber trabalhos nas áreas de Administração Pública, de Ciência Política, de Economia Política, de Sociologia, de Economia do Setor Público. Enfim, a intenção é discutir esse horizonte de pesquisa sob vários olhares, sob várias perspectivas. A fim de atender esse caráter múltiplo, a revista procura direcionar seu foco para seções que analisem Políticas Públicas, em um sentido amplo; Administração Pública e Política de C, T&I.