CARACTERIZAÇÃO DA RESISTÊNCIA AO DESGASTE DA LIGA DE ALUMÍNIO SAE 305 APÓS PROCESSO DE ANODIZAÇÃO

M. S.T. Pires, T. . Doca, V. F. Steier, W. M. da Silva, M. M. de Oliveira Jr

Resumo


Resumo. A baixa dureza e resistência ao desgaste do alumínio e suas ligas são fatores de restrição à aplicação dos mesmos. No entanto, nas últimas décadas, vários tratamentos superficiais têm sido desenvolvidos possibilitando diversificar a aplicabilidade das ligas de alumínio, notadamente nas indústrias automotiva e aeroespacial. O presente trabalho pretende estudar o comportamento da Anodização sobre a resistência ao desgaste superficial da liga de alumínio SAE 305. O estudo comparativo foi realizado através de ensaios de desgaste por deslizamento recíproco, na configuração esfera-sobre-plano. Para todos os ensaios foi adotada uma carga normal de contato de 10 N, com uma faixa de deslocamento de 4 mm, uma frequência de oscilação linear de 8 Hz, e dois tempos de duração de ensaio (30 minutos e 60 minutos). O desgaste das amostras foi mensurado através da perda volumétrica utilizando microscopia confocal de varredura a laser. Os resultados mostraram que as amostras da liga de alumínio anodizado tiveram suave aumento na resistência em relação às amostras sem revestimento. Os resultados foram discutidos em termos dos mecanismos de desgaste, que foram caracterizados através de análise utilizando microscopia confocal de varredura a laser.

Palavras-chave: Resistência ao desgaste, Liga de alumínio SAE 305, Alumínio anodizado


Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.