CONSÓRCIOS PÚBLICOS DE SAÚDE: AS ADERÊNCIAS PELOS MUNICÍPIOS E O ATINGIMENTO DA EFICIÊNCIA DOS SERVIÇOS PRESTADOS

Francisco Sérvulo Barbosa, Danilo Soares Mont Mor

Resumo


O presente trabalho tem como objetivo verificar se os municípios que participam de Consórcios de Saúde aumentam a eficiência dos serviços prestados. Depois de feita a análise de vários municípios respeitando os critérios elegidos, a escolha final resultou numa amostra de 100 municípios do estado de Minas Gerais. Para calcular um indice de eficiência técnica por município foi proposto o método de Data Envelopment AnalysisDEA, qué é um método não paramétrico de programação matemática para  aferir a eficiência de processos com diversos recursos e produtos. O modelo de regressão TOBIT, que é conhecido como um modelo de regressão com variável dependente limitada, foi utilizado para verificar se existe diferença entre os municípios consorciados ou não no que se refere à eficiência dos serviços prestados. O resultado mostrou não haver evidências estatisticas de  que a aderência do município pelo consórcio de saúde implicará o aumento da eficiência nas ações de serviços de saúde.


Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.18673/gs.v9i3.26476

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Revista Gestão & Saúde (ISSN 19824785)

Revista coordenada pelo Nucleo de Estudos em Educação, Promoção da Saúde e Projetos Inclusivos (NESPROM), do Centro de Estudos Avançados Multidiciplinares (CEAM), da Universidade de Brasília (UnB).

Copyright © 2017. Todos os direitos reservados