Marcha das Vadias: discussões acerca de pertencimento e sentimento de grupo

  • Aline Ribeiro (PPGAS/UFF)

Resumo

Neste trabalho buscamos compreender alguns aspectos que orientam a formação de um sentimento de pertencimento pelos ativistas da marcha. Discutimos a relação desta manifestação com sua origem canadense e a maneira como ativistas nela se referenciam de forma que seja possível que ativistas desconhecidos entre si cheguem a fazer parte de um mesmo grupo. Além disso, tratamos de como algumas construções morais que orientam a “Marcha das Vadias” são fundamentais para sua constituição enquanto grupo e enquanto manifestação política. 

Downloads

Não há dados estatísticos.
Publicado
2014-12-16
Seção
Artigos