“Ceci n’est pas une pipe”: consumo de crack, territórios ilegais e trajetórias urbanas.

  • Isabela Bentes Abreu Teixeira (PPGSOL/UnB)

Resumo

O ensaio proposto versa acerca das dinâmicas nas cenas de consumo de crack no meio urbano, compreendendo de que forma este fenômeno se configura de acordo com a variação espacial entre diferentes cidades. Adotando a cena de consumo de maior visibilidade, localizada em São Paulo/SP, a discussão compreenderá as formas de sociabilidade estabelecidas nestes espaços, assim como a questão da epidemia influencia na formulação de políticas públicas baseadas nas concepções de gentrificação e higienismo social a partir da administração urbana neoliberal.

Downloads

Não há dados estatísticos.
Publicado
2014-12-16
Seção
Artigos