O cadastro no sistema e posterior acesso, por meio de login e senha, são obrigatórios para a submissão de trabalhos, bem como para acompanhar o processo editorial em curso. Acesso em uma conta existente ou Registrar uma nova conta.

Condições para submissão

Como parte do processo de submissão, os autores são obrigados a verificar a conformidade da submissão em relação a todos os itens listados a seguir. As submissões que não estiverem de acordo com as normas serão devolvidas aos autores.
  • A contribuição é original e inédita, e não está sendo avaliada para publicação por outra revista; caso contrário, deve-se justificar em "Comentários ao editor".
  • Os arquivos para submissão estão em formato .doc ou docx.
  • O texto está em espaço 1,5 e usa a fonte Times New Roman, tamanho 12.
  • O texto segue os padrões de estilo e requisitos bibliográficos descritos em Diretrizes para Autores, na página Sobre a Revista.
  • A identificação de autoria do trabalho foi removida do arquivo e da opção Propriedades no Word, garantindo desta forma o critério de sigilo da revista.

Diretrizes para Autores

Diretrizes para Autores

 

Artigos. Deverão ser inéditos, de até 20 laudas (incluídas as referências e eventuais imagens e/ou figuras).  Resumos (de até 7 linhas cada), título do artigo e palavras-chave (no máximo 5) devem ser enviados em português, espanhol e inglês. 
 
Resenhas. Serão aceitas resenhas inéditas de livros, filmes, documentários, álbuns e afins, lançados recentemente. Devem ter até 4 laudas e trazer como título a referência da obra resenhada. A adequação da obra resenhada ao critério temporal (ser lançada recentemente) será analisada contextualmente, caso a caso, pela Comissão Editorial.
 
Traduções. Devem ter preferencialmente até 20 laudas, de trabalhos relevantes e indisponíveis em língua portuguesa. Deverão apresentar título, nome da autora ou autor e da tradutora ou tradutor. Deverão acompanhar ainda cópia do original utilizado na tradução e autorização para publicação da autora ou autor e da editora ou editor.
 
Entrevistas. Até 15 laudas acompanhadas de nome da pessoa entrevistada e da entrevistadora, assim como de autorização da primeira para a publicação do conteúdo. Deverá constar uma apresentação, de até uma lauda, da pessoa entrevistada e de sua obra.
 
Todos os trabalhos. Os textos deverão ser escritos em formato A4, fonte Times New Roman, tamanho 12, espaçamento 1,5, margens superior, inferior, esquerda e direita de 2,5 cm, formato Rich Text (.rtf) ou Word (.doc ou .docx). Deverão ser apresentados com uma folha de rosto informando: título em português, espanhol e inglês, nome da autora ou autor, filiação institucional, telefone e e-mail. Para garantir o anonimato durante o processo de avaliação e seleção, no corpo do texto não deverá constar qualquer informação que contribua para identificar a autoria, sobretudo o nome da autora ou autor.
 
No caso de textos com imagens e/ou figuras, estas devem vir tanto no corpo do texto quanto em arquivo separado nos formatos .jpeg ou .tiff, com resolução acima de 300 dpi.
 
As notas devem aparecer no rodapé da página, numeradas em algarismos arábicos e em ordem crescente.
 
Menções a autora(s) ou autor(es) no corpo do texto devem seguir o seguinte modelo:
 
a) (CLASTRES, 2006)
b) (BUTLER, 2004, p. 30)
c) (DELEUZE; GUATTARI, 1997, p. 17)
d) (SILVA et al., p. 2009)
 
As referências bibliográficas deverão aparecer ao final do texto, em ordem alfabética, como nos exemplos seguintes:
 
- Livro
 
HEINICH, Nathalie. A sociologia de Norbert Elias. Bauru: Edusc, 2001.
 
SILVERMAN, David. Interpretação de dados qualitativos: métodos para análise de entrevistas, textos e interações. 3 ed. Porto Alegre: Artmed, 2009.
 
- Coletânea
 
ISAIA, Artur Cesar (Org.). Crenças, sacralidades e religiosidades: entre o consentido e o marginal. Florianópolis: Insular, 2009.
 
- Artigo em coletânea
 
GLUCKMAN, Max. Análise de uma situação social na Zululândia moderna. In: FELDMAN-BIANCO, Bela (Org.). A antropologia das sociedades contemporâneas. São Paulo: Global, 1987. p. 227-267.
 
- Artigo em periódico
 
HUGHES, Everett. Dilemmas and Contradictions of Status. The American Journal of Sociology, v. 50, n. 5, p. 353-359, 1945.
 
- Tese, dissertação ou monografia
 
FRESTON, Paul. Protestantes e política no Brasil: da Constituinte ao Impeachment. 1993. Tese (Doutorado em Sociologia). Unicamp-IFCH, 1993.
 
Os demais elementos de formatação devem estar de acordo com as normas mais recentes da ABNT.

 

 

Política de Privacidade

Os nomes e endereços informados nesta revista serão usados exclusivamente para os serviços prestados por esta publicação, não sendo disponibilizados para outras finalidades ou a terceiros.