v. 5, n. 8 (2017)

Editorial

O Programa de Pós-Graduação em Turismo, do Centro de Excelência em Turismo, da Universidade de Brasília, tem a satisfação de tornar publica mais uma edição da Revista Cenário, seu Volume 5/ Número 8. Periódico que tem o compromisso de tratar o campo do Turismo, Hospitalidade, Gastronomia e Lazer como objetos de pesquisa interdisciplinar. O conhecimento interdisciplinar manifesta ainda um estado de carência como método de pesquisa, o que nos incentiva a defender espaços de sua disseminação, a fim de romper com os feudos disciplinares acadêmicos que pouco tem contribuído para um conhecimento emancipador. O conhecimento pertinente é aquele capaz de situar qualquer informação em seu contexto e, se possível, no conjunto em que estiver inscrita, contextualizando e englobando de forma crítica. Criar uma ciência do Turismo significa buscar dar conta da complexa multiplicidade do que é humanos no processo de fluxos- mobilidades- e fixos- nos encontros.

O estudo do Turismo requer um questionamento sistemático de tudo que envolve o fazer-saber turístico, e do que se quer fazer. O saber turístico é e será objeto de desconstrução permanente. O conhecimento não parte de observações, de dados, de informações, de percepções da realidade, dos fatos, dos fenômenos, mas dos problemas considerados científicos. Ao contextualizar e formular o problema como ponto de partida da pesquisa proposta é preciso considerar, primeiro, o conhecimento já produzido, e segundo, o conhecimento a ser produzido.Pois, o problema qualificado como toda pergunta nos habituou a viver tranquilamente entre problemas, a partir da ciência moderna, distraindo-nos de uma situação quando esta se torna problemática, de fato, e quando não se pode estar nela, cumpre, então, recuperar a complexidade do problema.

O olhar interdisciplinar, que possibilita a troca e cooperação, possibilita a organicidade, estabelecendo pontos entre ciências e disciplinas não comunicantes que, pelo fenômeno turístico, são ultrapassadas e conservadas, pela transdisciplinaridade. A atitude (método) transdisciplinar aponta a permanente incompletude do processo de investigação teórico, desafio posto para os pesquisadores implicados numa concepção de sustentabilidade prática e emancipação teórica para o turismo como fenômeno humano.

Nesse volume 5 da Revista Cenário são disseminados 9 artigos, em sua maioria escritos por turismólogos, o que representa a maturidade possível deste caminho trilhado a quase 20 anos pelos programas de pós-graduação em Turismo e Hospitalidade em nosso país.

Muitos destes saberes são reflexões de teses de doutoramento, dissertações de mestrado e pesquisas na área como os artigos sobre: “Circuito Quilombola (Eldorado-SP): possibilidades para o turismo cultural”, da Drª Silvana do Rocio de Souza e Ms. Hetienne Juliani Pontes de Aguiar; “Turismo e cinema na capital nacional do espumante- Garibaldi,” de autoria do mestrando Vanilson Pereira Silveira e Drª Maria Luiza Cardinale Baptista; “Limites e possibilidades da inclusão social pela Política Nacional de Turismo: o caso do programa de Regionalização do Turismo”, do Dr. Mário Carlos Beni e da Ms. Mariana Tomazin; do Dr. Fernando Araújo Sobrinho e Ms. Marcos Jorge Godoy, “Os usos múltiplos das águas do lago reservatório de Furnas, Minas Gerais: turismo, geração de energia elétrica e conflitos”, do Dr. Biagio Avena e  Ms. Luciana Resende Borges, “O estudo da relação Turismo, Eventos e Acolhimento para transformação da práxis numa prática refletida”, somado ao artigo da Drª Chelly Costa Souza  e PhD  Regina Celeste de Almeida Souza sobre “O planejamento turístico na Bahia e seus reflexos da Ilha de Itaparica (BA)”.

 Os artigos de pesquisas que estão em andamento são da Mestranda Tatiana Tannús Grama e da Drª Eloisa Pereira Barroso, “A identidade percebida na inter-relação entre turismo e migração na perspectiva da análise da metamorfose “turista-migrante”; e da doutoranda Manoela Valduga, “O Território como lugar de hospitalidade”.

Valorizando as reflexões sobre as práticas a doutoranda Luciana Scherer, Ms.Carlos Augusto Alves, PhD Louise de Lira Roedel Botelho e Esp. Ronnie Schroder apresentam o artigo “O caminho das Missões como produto turístico de integração regional”.

A teorização das práticas turísticas e de hospitalidade propõe a competência sempre renovada, como se alimenta também da capacidade de colocar sob questionamento a própria prática, não como “objeto dado”, mas em desconstrução e reconstrução a luz das teorias críticas. A concepção deste volume 5 da Revista Cenário tem como eixo estruturante a ideia de trazer de volta as práticas para a teoria, aplicando-lhe um choque de crítica, buscando novas dimensões para um fazer turístico ético, inclusivo e emancipador.

Boa leitura,

Marutschka Moesch

Editora

Edição completa

Ver ou baixar a edição completa PDF

Sumário

Artigos

Manoela Carrillo Valduga
PDF
11 - 32
Chelly Costa Souza
PDF
33 - 48
LUCIANA SCHERER, CARLOS AUGUSTO ALVES, LOUISE DE LIRA ROEDEL BOTELHO, RONNIE SCHROEDER
PDF
49 - 66
Vanilson Pereira Silveira, Maria Luiza Cardinale Baptista
PDF
67 - 82
Mariana Tomazin, Mário Carlos Beni
PDF
83 - 97
silvana do rocio de souza
PDF
98 - 112
Tatiana Tannús Grama
PDF
113 - 127
Fernando Luiz Araujo Sobrinho
PDF
128 - 148
Luciana Resende Borges, Biagio Mauricio Avena
PDF
150 - 164