Reflexões sobre a elaboração de projetos de Geoparque a partir da perspectiva do território

  • Vinícius Weitzel Novaes Universidade de Brasília
  • Luiz Carlos Spiller Pena Universidade de Brasília
Palavras-chave: Turismo. Território. Geoparque. Geoturismo. Geoeducação.

Resumo

O território não abarca somente o patrimônio físico de um país, mas também suas estruturas produtivas e os espaços de reprodução da sociedade, através de um processo de construção histórica, social e econômica de uma dada localidade. Isto posto, quando da elaboração de um projeto de geoparque e, posteriormente, sua respectiva implementação, necessária se faz a abordagem da territorialidade,  de forma a compreender as nuances do espaço e de suas comunidades inseridas e em contínuo movimento. Com isso o Geoparque, como aliado na preservação no patrimônio geológico, poderá incrementar o fenômeno turístico da região, desenvolvendo a geoeducação bem como empoderando a sociedade local.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Vinícius Weitzel Novaes, Universidade de Brasília

Graduado em turismo pela Universidade Federal de Ouro Preto (UFOP), mestrando do Programa de Mestrado Pro- fissional em Turismo, Universidade de Brasília, Brasília, Distrito Federal, Brasil. 

Luiz Carlos Spiller Pena, Universidade de Brasília

Doutor na área Saneamento e Ambiente pela Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP), docente do
Programa de Mestrado Profissional em Turismo, Universidade de Brasília, Brasília, Distrito Federal, Brasil.

Referências

ALBAGLI, S. Território e territorialidade In: LAGES, Vinícius; BRAGA, Christiano Lima; MORELLI, Gustavo. (Org.). Territórios em movimento: cultura e identidade como estratégias de inserção competitiva. Rio de Janeiro: Relume Dumará, 2004, p. 23-64.
BACCI, Denise de La Corte et al. GEOPARQUE – Estratégia de Conservação e Projetos Educacionais. Revista do Instituto de Geociências –USP, Geol. USP, Publ. espec., São Paulo, v. 5, p. 7-15, outubro 2009.
BENTO, Lilian Carla Moreira; RODRIGUES, Silvio Carlos. O Geoturismo como instrumento em prol da divulgação, valorização e conservação do patrimônio natural abiótico – uma reflexão teórica. Revista Pesquisas em turismo e Paisagens Cársticas, Campinas-SP, v.2, n.3, p. 55-65, 2010.
BRASIL. MINISTÉRIO DO DESENVOLVIMENTO AGRÁRIO.SECRETARIA DE DESENVOLVIMENTO TERRITORIAL. Plano Territorial de Desenvolvimento Rural Sustentável do Sertão do Araripe. Brasília: 2006.
BRASIL.. Lei n. 9.795, de 27 de abril de 1999. Dispõe sobre a educação ambiental, institui a Política Nacional de Educação Ambiental e dá outras providências.
BRASIL. Lei n. 9.985, de 18 de julho de 2000. Regulamenta o art. 225, § 1o, incisos I, II, III e VII da Constituição Federal, institui o Sistema Nacional de Unidades de Conservação da Natureza e dá outras providências.
BRILHA, J. B. R. Património Geológico e Geoconservação: A Conservação da Natureza na sua vertente Geológica. Editora Palimage, Portugal, 2005.
CPRM. Mapa Geodiversidade do Brasil. Escala 1:2.500.000. Legenda expandida. Brasília: CPRM/Serviço Geológico do Brasil, p. 68, CD-ROM, 2006.
HAESBAERT, Rogério. Desterritorialização, Multiterritorialidade e Regionalização. In: Para pensar uma política nacional de ordenamento territorial: anais da Oficina sobre a Política Nacional de Ordenamento Territorial, Brasília, 13-14 de novembro de 2003/Ministério da Integração Nacional, Secretaria de Políticas de Desenvolvimento Regional (SDR). – Brasília, MI, 2005.
MOCHIUTTI, Nair Fernanda et al. Os Valores da Geodiversidade: Geossítios do Geopark Araripe/CE. Anuário do Instituto de Geociências – UFRJ, vol 35, 1/2012, p. 173-189.
MORAES, Antônio Carlos Robert. Ordenamento Territorial: uma conceituação para o planejamento estratégico. In: Para pensar uma política nacional de ordenamento territorial: anais da Oficina sobre a Política Nacional de Ordenamento Territorial, Brasília, 13-14 de novembro de 2003/Ministério da Integração Nacional, Secretaria de Políticas de Desenvolvimento Regional (SDR). – Brasília, MI, 2005.
NASCIMENTO, Marcos Antônio Leite; AZEVEDO, Úrsula Ruchkys; MANTESSO NETO, Virgínio. Geoturismo: um novo segmento de Turismo no Brasil. Periódico de Turismo.v.03, n. 02, nov/2007.
PILÓ, Luís B; NEVES, Walter A. Novas datações do 14C (AMS) confirmam a tese da coexistência do homem com a megamastofauna pleistocênica na região cárstica de Lagoa Santa, MG. In: Congresso Brasileiro de Espeleologia, XXVII., 2003, Januária, Anais... Campinas: Sociedade Brasileira de Espeleologia, 2003, p. 100.
RAFFESTIN, Claude. Por uma geografia do poder. São Paulo: Ática, 1993.
RUCHKYS, U. de A. Patrimônio geológico e geoconservação no Quadrilátero Ferrífero, Minas Gerais: potencial para a criação de um geoparque da UNESCO. Tese (Doutorado em Geologia), Instituto de Geociências da UFMG. 2007.
RÜCKERT, Aldomar Arnaldo. O processo de reforma do Estado e a Política Nacional de Ordenamento Territorial. In: Para pensar uma política nacional de ordenamento territorial: anais da Oficina sobre a Política Nacional de Ordenamento Territorial, Brasília, 13-14 de novembro de 2003/Ministério da Integração Nacional, Secretaria de Políticas de Desenvolvimento Regional (SDR). – Brasília, MI, 2005.
SÁ, Ivan Ighour da Silva et al. Uso do índice de vegetação da diferença normalizada (IVDN) para caracterização da cobertura vegetal da região do araripe pernambucano. Revista Brasileira de Geografia física, vol.01, n 01, mai/ago. 2008, 28-38.
SANTOS, Milton. Por uma outra Globalização: do pensamento único à consciência universal. Rio de Janeiro / São Paulo: Record, 2000
SHARPLES, C. Concepts and principles of geoconservation. Publicado eletronicamente no site da Tasmanin Parks & Wildlife Service. 3. ed. Set, 2002
SILVEIRA, Andréa Cesar; SILVA, Adeildo Cabral; CABRAL, Nájila Rejanne Alencar Julião. Análise de efetividade do manejo do Geopark Araripe/Ceará – Brasil. In: Crise, práxis e autonomia:espaços de resistência e de esperanças. Espaço de diálogos e prática: anais do XVI Encontro Nacional dos Geógrafos, Porto Alegre, 25-31 de julho de 2010/Associação dos Geógrafos Brasileiros - Porto Alegre.
SOUZA, Marcelo J.L. O território sobre espeaço e poder, autonomia e desenvolvimento. In: Castro, Iná E.; Gomes, Paulo C.C. e Correa, Roberto L. (orgs.). Geografia: conceitos e temas. Rio de Janeiro: Bertrand Brasil, 1995.
STEINBERGER, M. 2009. Turismo, território usado e cidade: uma discussão pré-teórica. In: STEINBERGER, M. (Org.). Territórios turísticos no Brasil Central. Brasília: LGE. pp. 29-55.
UNESCO. World Geopark. 2004.Disponível em:. Acesso em março de 2015.
http://sigep.cprm.gov.br Acesso em 18/07/2015
Publicado
2016-11-16
Como Citar
Novaes, V., & Pena, L. (2016). Reflexões sobre a elaboração de projetos de Geoparque a partir da perspectiva do território. Revista Cenário, 4(6), 139-155. Recuperado de http://periodicos.unb.br/index.php/revistacenario/article/view/18314
Seção
Artigos