Aspectos tradutivos do Poema em prosa, em Baudelaire

  • Eclair A Almeida Filho Universidade de Brasília
  • Ana Lúcia P. Magalhães Universidade de Brasília
Palavras-chave: Baudelaire. Poema em prosa. Tradução poética

Resumo

Neste nosso artigo, esboçamos uma reflexão sobre a tradução do gênero ‘poema em prosa’ em Baudelaire. A nosso ver, trata-se de um gênero extremamente complexo, pois não se fixa nem na poesia nem na prosa, o que exige do tradutor uma maestria para não se deixar cair em reducionismos.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Eclair A Almeida Filho, Universidade de Brasília

Professor do Curso de Tradução Francês-Português UnB

Ana Lúcia P. Magalhães, Universidade de Brasília

Bacharela em tradução pela UnB

Referências

ABES, Gilles Jean. Análise de uma tradução dos pequenos poemas em prosa de Baudelaire. Anuário de Literatura, Volume 15, Número 02, 2010. Disponível em https://www.journal.ufsc.br/index.php/literatura/article/viewFile/2175-7917.2010v15n2p207/15963. Acesso em 11 de fevereiro de 2014.
ARROJO, Rosemary. Oficina de tradução – A teoria na prática, 2007.
BAUDELAIRE, Charles. OEuvres complètes. Texte établi et annoté par Y-G Le Dantec. Paris : Gallimard,1954. (Bibliothèque de la Pléiade)
______. Petits Poèmes en prose (Le Spleen de Paris). Paris : Garnier, 1958.
______. Petits Poèmes en prose ; Pequenos poemas em prosa [O Spleen de Paris]. Trad. de Dorothée de Bruchard. – Florianópolis : Ed. Da UFSC, Aliança Francesa, 2011.
______. Petits Poèmes en prose; O Spleen de Paris: Pequenos poemas em prosa. Trad. De Leda Tenório da Motta. – Rio de Janeiro: Imago Ed, 1995. 160 p.
BERNARD, Suzanne. Le poème en prose de Baudelaire jusqu’à nos jours. Paris : Librairie Nizet, 1959.
BERMAN, Antoine. L’Épreuve de l’étranger. Culture et traduction dans l’Allemagne romantique. Herder, Goethe, Schlegel, Novalis, Humboldt, Schleiermacher, Hölderlin. Gallimard (coll. TEL), 1995, 311 p.
BOSI, Viviana. Baudelaire mau vidraceiro. Alea, vol. 9, nº 1, Rio de Janeiro, Jan/Jun, 2007. Disponível em http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1517-106X2007000100008. Acesso em 11 de fevereiro de 2014.
BRUNET, Jacqueline Nunes. Dissertação de Mestrado intitulada Une brève lecture du Speen de Paris, Recueil em prose de Charles Baudelaire, capítulo 1, 2012; do texto retirado do sítio http://www.luso-poemas.net/modules/news03/article.php?storyid=1345, consultado em 25 de fevereiro de 2014. DOMINGOS, Norma. A prosa villeriana: por uma tradução poética. Araraquara, SP, FCLAR/UNESP, 2008. Disponível em http://www.filologia.org.br/ileel/artigos/artigo_495.pdf. Acesso em fevereiro de 2014.
FALEIROS, Álvaro. A crítica da retradução poética. Revista Itinerários, Araraquara, n. 28, p. 145-158, jan. / jun. 2009. Disponível em http://seer.fclar.unesp.br/itinerarios/article/view/2146/1764, consultado em 03 de fevereiro de 2014.
FALEIROS, Álvaro. Traduzir o poema. São Paulo: Ateliê Editorial, 2012. (Coleção estudos literários).
FERREIRA, Eduardo. Berman e a tradução da letra. Rascunho, Nov./2008. Disponível em http://rascunho.gazetadopovo.com.br/antoine-berman-e-a-traducao-da-letra/, consultado em 02 de junho de 2014;
GUIDÈRE, Mathieu. Introduction à la traductologie. Penser la traduction : hier, aujourd’hui, demain. 2 ed. Bruxelles : Groupe De Boeck, 2011. 176 p.
JARRETY, Michel ET autres. Lexique des termes littéraires. Paris : Éd. Gallimard, 2001. 475 p.
LAUREL, Maria Hermínia Amado. Le spleen de paris, petits poèmes em prose : “crise de vers”, “crise de prose”. Revista Máthesis, Nº 10. Universidade Católica Portuguesa, Departamento de Letras, Coimbra, Portugal, 2001. Disponível em https://pombalina.sib.uc.pt/en/artigo/le_spleen_de_paris_petits_po%C3%A8mes_en_prose_crise_de_vers_crise_de_prose. Acesso em 15 de fevereiro de 2014.
LE ROBERT MICRO : Dictionnaire de la langue française, poche. 2006. 1506 p.
MUNIZ, Maria Julia de Carvalho e. Traité de l’Harmonie de Rameau : traduction commentée de la préface. 2009. Monografia (Letras-Língua e Literatura Francesa) – Centro de Comunicação e Expressão, Universidade Federal de Santa Catarina, Florianópolis.
OSEKI-DÉPRÉ, Inês. Théories et pratiques de la traduction littéraire. Paris: Armand Colin, 1999. 283 p.
POUND, Ezra. Abc of reading; Abc da literatura. Trad. de Augusto de Campos e José Paulo Paes. – São Paulo: Editora Cultrix, 1989.
SANDRAS, Michel. Lire le poème en prose. Paris : Dunod, 1995. (Coll. Lettres sup).
TEYSSIER, Paul. Dictionnaire de Littérature Brésilienne. 1 ed. Paris : Presses Universitaire de France, 2000. 108 p.
VIZIOLI, Paulo. Literatura inglesa medieval. São Paulo: Nova Alexandria, 1988.
Publicado
2018-05-18
Como Citar
Almeida Filho, E., & Magalhães, A. L. (2018). Aspectos tradutivos do Poema em prosa, em Baudelaire. Revista XIX, 2(5), 206-217. Recuperado de http://periodicos.unb.br/index.php/revistaXIX/article/view/21835