Un autobiographe manqué ?

  • André Guyaux
Palavras-chave: Baudelaire

Resumo

Há dois modos de considerar a relação de Baudelaire com a autobiografia. O primeiro consiste em ater-se ao fato de que ele nunca escreveu suas memórias, nunca manteve um diário íntimo – e o livro de confissões que ele imaginava permaneceu no estágio de notas esparsas. Após o processo de As flores do mal, o poeta incriminado e condenado desenvolve um projeto de autorreabilitação.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Referências

BAUDELAIRE, Charles. Œuvres complètes I, Paris, Gallimard, ”, 1975. Col. Bibliothèque de La Pléiade.
______. Pequenos poemas em prosa. Trad. Aurélio Buarque de Holanda. 3ª ed. Rio de Janeiro: Editora Nova Fronteira, 1977.
Publicado
2018-05-19
Como Citar
GuyauxA. (2018). Un autobiographe manqué ?. Revista XIX, 2(5), 27-31. Recuperado de http://periodicos.unb.br/index.php/revistaXIX/article/view/21818

##plugins.generic.recommendByAuthor.heading##