ENSAIO SOBRE O ESTRANGEIRISMO REFERENCIAL: A AGRAVANTE DO PEDANTISMO NO BRASIL

Elvis Rezende Messias

Resumo


O objetivo deste artigo é refletir sobre o problema da formação intelectual no ambiente acadêmico brasileiro, a partir de uma crítica à ênfase constante aos referenciais teóricos estrangeiros e à pouca valorização dos pensadores do Brasil. Será problematizada a necessidade de formação constante do “espírito” do povo brasileiro a partir do contato compromissado com o nosso próprio solo cultural, de tal modo que referenciais não nacionais sejam bem acolhidos, desde que isso não aconteça à custa de um certo epistemicídio local. Para tanto, nos aportaremos a pensadores brasileiros e estrangeiros, tais como Darcy Ribeiro, Roberto Gomes, Michel de Montaigne, dentre outros, tomando de empréstimo alguns de seus núcleos conceituais centrais.

Palavras-chave


Ciências Humanas. Epistemicídio. Estrangeirismo. Pedantismo. Pensamento brasileiro.

Texto completo:

PDF


 

 

Licença Creative Commons
A Revista Sul-Americana de Filosofia e Educação (RESAFE) é licenciada sob uma Licença Creative Commons Atribuição-Uso não-comercial 3.0 Unported.
Based on a work at seer.bce.unb.br.