Buena Vecindad y Populismo: El Caribe en las Relaciones Interamericanas de 1933 a 1946

Antonio Gaztambide-Géigel

Resumo


Resumen

La historiografía sobre la Política del Buen Vecino nos ha permitido distinguir dos períodos en las relaciones estadounidenses con América Latina entre 1933 y 1945. Se ha discutido poco, sin embargo, acerca del efecto de ese cambio sobre las políticas y en las relaciones. Tampoco se ha dicho mucho sobre las diferencias entre el contenido e impacto del Buen Vecino en el Caribe y en el resto del hemisferio. Aquí se abordan ambas dimensiones de las relaciones entre Estados Unidos y el Caribe vinculándolas a los desarrollos políticos internos en diversas sociedades de la región. Entre otras cosas, se manifiesta una tendencia a interpretar los cambios en el Caribe utilizando conceptos y teorías de los países centrales (como fascismo, comunismo, etcétera) y del contexto latinoamericano (como nacionalismo, populismo, Buen Vecino, antimperialismo, etcétera). Este trabajo intenta revisar la aplicación de las teorías y conceptos, adoptar una perspectiva más comparativa y abordar cada experiencia en sus propios términos.

Palabras chaves: Caribe, EUA, Relaciones Interamericanas, populismo, Política de buena vencidad.

Boa Vizinhança e Populismo: o Caribe nas relações interamericanas de 1933 a 1946.

Resumo

A historiografia da Política de Boa Vizinhança permitiu-nos distinguir dois períodos nas relações dos EUA com a América Latina entre 1933 e 1945. Tem sido discutido pouco, no entanto, o efeito dessa mudança sobre a política e as relações. Também não disse muito sobre as diferenças entre o conteúdo e o impacto da Boa Vizinhança no Caribe e em outras partes do hemisfério. Aqui ambas as dimensões das relações entre os EUA e o Caribe serão abordadas, relacionando-as aos desenvolvimentos políticos internos em várias sociedades da região. Entre outras coisas, há uma tendência para interpretar mudanças no Caribe, utilizando conceitos e teorias dos países centrais (como o fascismo, comunismo, etc.) e o contexto da América Latina (como o nacionalismo, o populismo, bom vizinho, anti-imperialismo, etc.). Este trabalho pretende revisar a aplicação de teorias e conceitos, adotando uma perspectiva comparativa, e abordar cada experiência em seus próprios termos.

Palavras chaves: Caribe, EUA, relações interamericanas, populismo, Política da Boa Vizinhança.

Good Neighbor Policy and Populism: Caribbean on Inter-American Relations between 1933 and 1946.

Abstract

The historiography of the Good Neighbor Policy has enabled us to distinguish two periods in the US foreign relations with Latin America between 1933 and 1945. However, the effect of this change on the policy and relations has been under discussed. In addition, there is no much saying about the differences between the content and the impact of the Good Neighbor in the Caribbean and elsewhere in the hemisphere. In this article, both dimensions of relations between the US and the Caribbean are addressed, relating to the internal developments policies in various societies in the region. Among other things, there is a tendency to interpret changes in the Caribbean, using concepts and theories of the central countries (such as fascism, communism, etc.) and also the Latin American context (such as nationalism, populism, good neighbor, anti-imperialism, etc.). This paper aims to review the application of theories and concepts, adopting a comparative perspective, and approach each experience on their own terms.

Keywords:  Caribbean, USA, Inter-American Relations, Populism, Good Neighbor policy


Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.21057/repam.v10i2.22053

Direitos autorais 2016 Revista de Estudos e Pesquisas sobre as Américas

Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial 4.0 Internacional.

 

      

 

 

INDEXAÇÕES:

      

      
 
 
 
 
REVISTAS PARCEIRAS:

 

 
 
 

Licença Creative Commons
Este trabalho está licenciado com uma Licença Creative Commons - Atribuição-NãoComercial 4.0 Internacional.

 

Revista de Estudos e Pesquisas sobre as Américas, fundada em 2007. Periódico indexado nas bases de dados LATINDEX, DOAJ, REDIB, Sumários e Periódicos CAPES. Classificado no QUALIS da CAPES B1 nas áreas Interdisciplinar e Direito

ISSN: 1984-1639

DOI: 10.21057

 

Departamento de Estudos Latino-Americanos, Universidade de Brasília

Campus Universitário Darcy Ribeiro, Asa Norte

Brasília, DF - CEP 70910-900

revistaceppac@unb.br