Empreendedorismo Feminino: Perfil e Caracterização dos Empreendimentos

  • Lauriene Teixeira Santos Instituto Federal de Minas Gerais
  • Patrícia Carvalho Campos Instituto Federal de Minas Gerais
  • Myriam Angélica Dornelas Instituto Federal de Minas Gerais
Palavras-chave: Empreendedorismo feminino. Empresas. Perfil. Setor de atuação.

Resumo

O presente trabalho teve como objetivo caracterizar os empreendimentos femininos no município de Arcos-MG. Especificamente, objetivou-se apontar qual o principal setor de atuação das empreendedoras e caracterizar o perfil das mesmas, buscando entender melhor sobre este público empreendedor. Realizou-se uma pesquisa quantitativa, descritiva e caracterizada como um estudo de caso. Visando, responder ao objetivo proposto utilizou-se como método de coleta de dados o questionário, que foi aplicado para um total de 28 empreendedoras do município. Os empreendimentos contam com mais de 10 anos de funcionamento e em sua maioria possuem até 5 pessoas em seu quadro de funcionários, se enquadrando em microempresas. As empreendedoras atuam no setor de comércio e criaram suas empresas com idade entre 25 e 34 anos. O perfil das empreendedoras participantes da pesquisa apresenta idade entre 35 a 44 anos, são casadas e com filhos, apresentando ensino superior completo.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Lauriene Teixeira Santos, Instituto Federal de Minas Gerais

Graduada em Administração Instituto Federal de Minas Gerais – campus Bambuí.Nova

Patrícia Carvalho Campos, Instituto Federal de Minas Gerais

Mestre em Administração. Professora do Instituto Federal de Minas Gerais – campus Bambuí.

Myriam Angélica Dornelas, Instituto Federal de Minas Gerais
Doutorado em Engenharia Florestal pelo Departamento de Ciências Florestais da Universidade Federal de Lavras. Professora do Instituto Federal de Minas Gerais – campus Bambuí.  

Referências

BAGGIO, A. F.; BAGGIO, D. K. Empreendedorismo: conceitos e definições. Revista de Empreendedorismo, Inovação e Tecnologia, v. 1, n. 1, p. 25-38, 2014.

CARREIRA, S. da S.; FRANZONI, A. B.; ESPER, A. J. F.; PACHECO, D. C.; GRAMKOW, F. B.; CARREIRA, M. F. Empreendedorismo feminino: um estudo fenomenológico. NAVUS-Revista de Gestão e Tecnologia, v. 5, n. 2, p. 06-13, 2015.

DOLABELA, F. O segredo de Luísa. 30. ed. São Paulo: Editora de Cultura, 2006.

DOLABELA, F. Oficina do empreendedor. Rio de Janeiro: Sextante, 2008.

DORNELAS, J. C. A. Empreendedorismo na prática: mitos e verdades do empreendedor de sucesso. 3. ed. Rio de Janeiro: LTC, 2015.

DORNELAS, J. C. A. Transformando idéias em negócios. 2. ed. Rio de Janeiro: Elsevier, 2005.

ENDEAVOR BRASIL, 2013. Empreendedores brasileiros: perfis e percepções. Disponível em: < http://info.endeavor.org.br/relatorio-empreendedores-brasileiros-perfis>. Acesso em: 23/06/2016.

GIL, A. C. Como elaborar projetos de pesquisa. 4. ed. São Paulo: Atlas, 2002.

GIL, A. C. Métodos e técnicas de pesquisa social. 6. ed. São Paulo: Atlas, 2008.

GLOBAL ENTREPRENEURSHIP MONITOR - GEM. Empreendedorismo no Brasil: 2014. Curitiba: IBQP, 2014. 212 p. Disponível em: http://www.ibqp.org.br/upload/ tiny_mce/Download/Empreendedorismo_no_Brasil_-_GEM_Global_Entrepreneurship_Monitor_2014.pdf. Acesso em: 11 Jul. 2016.

GLOBAL ENTREPRENEURSHIP MONITOR - GEM. Empreendedorismo no Brasil: relatório executivo 2014. Curitiba: GEM/SEBRAE, 2014. 18 p. Disponível em: http://www.sebrae.com.br/Sebrae/Portal%20Sebrae/Estudos%20e%20Pesquisas/gem%202014_relat%C3%B3rio%20executivo.pdf. Acesso em: 11 Jul. 2016.

GLOBAL ENTREPRENEURSHIP MONITOR - GEM. Empreendedorismo no Brasil: relatório executivo 2015. Curitiba: GEM/SEBRAE, 2015. 21 p. Disponível em: http://www.bibliotecas.sebrae.com.br/chronus/ARQUIVOS_CHRONUS/bds/bds.nsf/c6de907fe0574c8ccb36328e24b2412e/$File/5904.pdf. Acesso em: 11 Jul. 2016.

INSTITUO BRASILEIRO DE GEOGRAFIA E ESTATÍSTICA – IBGE. Cidades. Disponível em: http://cidades.ibge.gov.br/xtras/perfil.php?lang=&codmun=310420&search=minas-gerais|arcos|infograficos:-informacoes-completas. Acesso em: 29 Out. 2016.

KAUARK, F. da S.; MANHÃES, F. C.; MEDEIROS, C. H. Metodologia da pesquisa: um guia prático. Itabuna: Via Litterarum, 2010.

LONGENECKER, J. G.; MOORE, C. W.; PETTY, J. W.; PALICH, L. E. Administração de pequenas empresas. 13. ed. São Paulo: Cengage Learning, 2011.

MACHADO, H. P. V.; GAZOLA, S.; FABRÍCIO, J. dos S.; ANEZ, M. E. M. Women Entrepreneurs: Reasons and Difficulties for Starting in Business. RAM. Revista de Administração Mackenzie, v. 17, n. 3, p. 15-38, 2016.

PRODANOV, C. C.; FREITAS, E. C. de. Metodologia do trabalho científico: métodos e técnicas da pesquisa e do trabalho acadêmico. 2. ed. Novo Hamburgo: Feevale, 2013.

SERVIÇO BRASILEIRO DE APOIO ÀS MICRO E PEQUENAS EMPRESAS - SEBRAE. Os donos de negócio no Brasil, por regiões e por unidades da federação: série estudos e pesquisas. Brasília: SEBRAE, 2013. 586p. Disponível em: http://www. sebrae.com.br/Sebrae/Portal%20Sebrae/Anexos/DN_regiao_unidades_federa%C3%A7%C3%A3o.pdf. Acesso em: 14 Jul. 2016.

SERVIÇO BRASILEIRO DE APOIO ÀS MICRO E PEQUENAS EMPRESAS – SEBRAE. Critérios de classificação de empresas: MEI - ME - EPP. Disponível em: http:// www.sebrae-sc.com.br/leis/default.asp?vcdtexto=4154. Acesso em: 29 Nov. 2016.

STROBINO, M. R. de C.; TEIXEIRA, R. M. Empreendedorismo feminino e o conflito trabalho-família: estudo de multicasos no setor de comércio de material de construção da cidade de Curitiba. Revista de Administração, v. 49, n. 1, p. 59-76, 2014.

Publicado
2018-12-28
Como Citar
SantosL. T.; CamposP. C.; DornelasM. A. Empreendedorismo Feminino: Perfil e Caracterização dos Empreendimentos. Revista em Gestão, Inovação e Sustentabilidade, v. 4, n. 1, 28 dez. 2018.
Seção
Artigos