A Estruturação do Processo de Cooperação Tecnológica Universidade-Empresa: O Esrudo de Caso Unicentro/Novatec

  • Luciane Fontana Matoso Silva Universidade Estadual do Centro-Oeste
  • Marlene Beatriz Maçaneiro Universidade Estadual do Centro-Oeste
Palavras-chave: Processo de Cooperação Universidade-Empresa. Transferência de Tecnologia. Escritório de Transferência de Tecnologia.

Resumo

A transferência de tecnologia gera discussões devido a necessidade das organizações em saber trabalhar com essa temática e desenvolver seus produtos aliando a tecnologia à inovação. Desse modo, o objetivo deste estudo foi identificar quais são os fatores condicionantes para a estruturação do processo de cooperação tecnológica NOVATEC/UNICENTRO e empresas incubadas que contribua com a transferência de tecnologia. Para isso, utilizou-se a pesquisa qualitativa com estudo de caso. Foram realizadas entrevistas semiestruturadas com os diretores da Agência de Inovação e da Incubadora Tecnológica e com representantes das empresas incubadas. Após a coleta dos dados, utilizou-se a análise de conteúdo. Os resultados apontaram que a agência/incubadora desenvolve um trabalho significativo e reconhecido pelas empresas incubadas, mas ainda falta a assessoria no gerenciamento das atividades das empresas. Notou-se que a temática inovação precisa de maiores esclarecimentos às empresas no intuito de otimizar as atividades desenvolvidas na transferência de tecnologia.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Luciane Fontana Matoso Silva, Universidade Estadual do Centro-Oeste
Programa de Pós-Graduação em Administração – Universidade Estadual do Centro-Oeste (UNICENTRO) Guarapuava – PR– Brasil.
Marlene Beatriz Maçaneiro, Universidade Estadual do Centro-Oeste

Programa de Pós-Graduação em Administração – Universidade Estadual do Centro-Oeste (UNICENTRO) Guarapuava – PR– Brasil.

Referências

AUTM – Association of University Technology Managers, Inc. Licensing survey, FY 2004: Survey summary of technology licensing (and related) performance for U.S. academic and nonprofit institutions and technology investment firms. AUTM report. p.1-71, 2005.

BARDIN, L. Análise de conteúdo. São Paulo: Edições 70, 2011.

BERNI, J. C. A.; GOMES, C. M.; PERLIN, A. P.; KNEIPP, J. M.; FRIZZO, K. Interação universidade-empresa para a inovação e a transferência de tecnologia. Revista GUAL, Florianópolis, v. 8, n. 2, p. 258-277, maio 2015.

BONACCORSI, A.; PICCALUGA, A. A theoretical framework for the evaluation of university-industry relationships. R&D Management, Oxford, v. 24, n.3, p.229247, jul. 1994.

BOZEMAN, B. Technology transfer and public policy: a review of research and theory. Research Policy, v. 29, p. 627-656, 2000. Disponível em: < http://www. sciencedirect.com/science/article/pii/S0048733308001558>. Acesso em: 13 ago. 2017.

BRASIL, Lei n° 10.973, de 2 de dezembro de 2004. Lei da inovação. Disponível em: Acesso em 10 de outubro de 2017.

BRESCIA, F.; COLOMBO, G.; LANDONI, P. Organizational structures of Knowledge Transfer Offices: an analysis of the world’s top-ranked universities. The Journal of Technology Transfer, v. 41, n. 1, p. 132-151, 2016.

BRINK, T. Organising for innovation in regional innovation systems: from fragmented innovation ecosystems to the joint aim for competitiveness of offshore wind energy. Triple Helix. v. 4, p. 1-18, 2017.

BURGELMAN, R. A.; CHRISTENSEN, C. M.; WHEELWRIGHT, S. C. Gestão estratégica da tecnologia e da inovação: conceitos e soluções. 5. ed. Porto Alegre: AMGH, 2012.

CAMARGO FILHO, N. L. de; LIMA, J. J. de M.; MENDINA, H. J. C. Mapeamento do estudo acadêmico contemporâneo em cooperação entre 2000 e 2013. Revista Brasileira de Gestão e Inovação. Caxias do Sul, 2014.

CASTRO, A.; JANNUZZI, C.; MATTOS, F. Produção e disseminação de informação tecnológica: a atuação da Inova – Agência de Inovação da UNICAMP. Transinformação, v. 19, n. 3, p. 265-277, 2007.

CAPART, G.; SANDELIN, J. Models of, and missions for, transfer offices from public research organizations. 2004. Disponível em: . Acesso em: 8 jun. 2018.

CHESBROUGH, H. Open innovation: where we’re been and where we’re going. Research Technology Management, Especial Issue, Jul./Aug. 2012.

CLOSS, L.; FERREIRA, G.; SAMPAIO, C.; PERIN, M. Intervenientes na transferência de tecnologia universidade-empresa: o caso PUCRS. RAC: Revista de Administração Contemporânea, vol.16, n.1 p. 59-78, jan./fev.,2012.

COOPER, D. R.; SCHINDLER, P. S. Métodos de Pesquisa em Administração. tradução: Iuri Duquia Abreu. 10. Ed. Porto Alegre: Bookman, 2011.

COSTA, V. M G.; CUNHA, J. C da. A universidade e a capacitação tecnológica das empresas. RAC, v. 5, n. 1, Jan./Abr., p. 61-81, 2001.

CUNHA, N. V.; FISCHMAN, A. Alternativas de ações estratégicas para promover a interação universidade-empresa através dos escritórios de transferência de tecnologia. Anales del Seminario Latinoiberoamericano de Gestión Tecnológica, Cidade do México, México, 2003.

DESIDÉRIO, P. H. M.; ZILBER, M. A. Barreiras no processo de transferência tecnológica entre agências de inovação e empresas: observações em universidades públicas e privadas. Revista Gestão & Tecnologia, v. 14, n. 2, p. 101-126, 2014.

DIAS, A. A.; PORTO, G. S. Gestão de transferência de tecnologia na Inova Unicamp. Rev. Adm. Contemp., Curitiba, v. 17, n. 3, p. 263-284, Jun. 2013.

DIAS, A. A.; PORTO, G. S. Como a USP transfere tecnologia? Organ. Soc., Salvador, v. 21, n. 70, p. 489-507, set. 2014.

DINIZ, A. V. Cooperação Universidade-Empresa: um estudo sobre os resultados percebidos no curso de Ciência da Computação/UFCG. 2017. 112 f. Dissertação (Mestrado Profissional em Políticas Públicas, Gestão e Avaliação da Educação)-Universidade Federal da Paraíba, João Pessoa, 2017.

ETZKOWITZ, H. Hélice Tríplice. Universidade-Indústria-Governo: Inovação em Movimento.Porto Alegre: EDIPUCRS, 2009.

ETZKOWITZ, H.; LEYDESDORFF, L. The dynamics of innovation: from national systems and “mode 2” to a triple helix of university-industry-government relations. Research Policy, v. 29, 411-424, 2000.

GIL, A. C. Como elaborar projetos de pesquisa. 4. ed. São Paulo: Atlas, 2007.

GOMES, R. A análise e interpretação de dados de pesquisa qualitativa. In: Minayo M.C.S., Pesquisa social: teoria, método e criatividade. Petrópolis, RJ: Vozes; 1994.

GONÇALO, C. R.; ZANLUCHI, J. Relacionamento entre empresa e universidade: uma análise das características de cooperação em um setor intensivo em conhecimento. BASE - Revista de Administração e Contabilidade da UNISINOS, v. 8, n. 3, p. 261-272, 2011.

GONZÁLEZ-PERNÍA, J. L.; KUECHLE, G.; PEÑA-LEGAZKUE, I.An Assessment of the Determinants of University Technology Transfer. Economic Development Quarterly, vol. 27, n. 1, jan. 2013. Disponível em: < http://journals.sagepub.com/doi/ abs/10.1177/0891242412471847>. Acesso em: 9 jun. 2018.

IPIRANGA, A. S. R.; ALMEIDA, P. C. H. O Tipo de Pesquisa e a Cooperação Universidade, Empresa e Governo: Uma Análise na Rede Nordeste de Biotecnologia. Organizações e Sociedade, v. 19, n. 60, p. 17–34, 2012.

LEMOS, D. C. da; CÁRIO, S. A. F.; MELO, P. A. de. Processo de interação universidade-empresa em Santa Catarina para o desenvolvimento inovativo: o caso da UFSC, FURB, UDESC e UNIVALI. Revista de Ciências da Administração, v. 17, n. 43, p. 37-54, dez. 2015.

LIMA, I. A. Estrutura de referência para a transferência de tecnologia no âmbito da cooperação universidade-empresa: estudo de caso no CEFET-PR. 2004. Tese (Doutorado em Engenharia de Produção) – Universidade Federal de Santa Catarina, Florianópolis, 2004.

LÓPEZ-MARTINEZ, R.; MEDELLÍN, E.; SCANLON, A.P.; SOLLEIRO, J.L. 1994. Motivations and obstacles to university industry Cooperation: a Mexican case. R&D Management, p. 17-31. Disponível em: Acesso em: 05 ago. 2015.

MARCOVITCH, J. 1999. A cooperação da universidade moderna com o setor empresarial. RAUSP – Revista de Administração da Universidade de São Paulo, p.13-17.

MARQUES, N.S.; SBRAGIA, R.; FARIA, A. M. Gestão da ciência, tecnologia e inovação: as perspectivas do Brasil face ao contexto internacional. Revista Gestão & Tecnologia, [S.l.], v. 17, n. 4, p. 43-78, dez. 2017. Disponível em: . Acesso em: 8 jun. 2018.

MELLO, J. A. V. B.; VIANA, R. A.; MELO, F. M.; MONTEIRO, C. F. S. Percepções e Avaliação do Setor Empresarial a Respeito de Possibilidades de Triplice Helice com cma IFES Interiorizada. HOLOS, [S.l.], v. 1, p. 215-230, fev. 2016. Disponível em: . Acesso em: 26 maio 2017.

MINAYO, M. C. S.; ASSIS, S. G.; SOUZA, E.R. Avaliação por triangulação de métodos. Rio de Janeiro: Fiocruz, 2005.

MORAES, R.; STAL, E. Interação empresa-universidade no Brasil. Revista de Administração de Empresas. São Paulo, v. 34, nº 4, pp. 98-112, 1994. Disponível em: Acesso em: 02 ago. 2015.

MUSSI, F. B.; SEGATTO, A. P. Análise do instrumento de cooperação interinstitucional - Programa de Pesquisadores visitantes em Instituições de Ensino, pesquisa e/ou extensão. Revista de Administração e Inovação, v.10, n.3, p.115-142, 2013

NOURSINA, M.; GHANADAN, M. Determining the obstacles of collaboration of university and industry in terms of the components of the higher education administration of the city of Tehran. International Journal of Economy, Management and Social Sciences – TI Journals. v. 2, n. 10, p. 885-898, October, 2013.

NOVATEC – Agência de Inovação Tecnológica da Unicentro. NOVATEC. Disponível em: < http://sites.unicentro.br/wp/novatec/> Acesso em: 3 jul. 2015.

______. INTEG. Disponível em:< http://sites.unicentro.br/wp/novatec/divisoes/integ/> Acesso em: 3 jul. 2015.

NOVELI, M.; SEGATTO, A. P. Processo de cooperação universidade-empresa para inovação tecnológica em um parque tecnológico: evidências empíricas e proposição de um modelo conceitual. Revista de Administração e Inovação, São Paulo, v. 9, n. 1, p. 81-105, jan./mar. 2012.

O’KANE, C.; MANGEMATIN, V., GEOGHEGAN, W., FITZGERALD, C. University technology transfer offices: The search for identity to build legitimacy. Research Policy, v.44, p.421-437, 2015.

PAGANI, R. N.; ZAMMAR, G.; KOVALESKI, J. L.; RESENDE, L. M. Technology transfer models: typology and a generic model. Int. J. Technology Transfer and Commercialisation, Vol. 14, No. 1, 2016.

PLONSKI, G. A. Prefácio a la cooperación empresa universidad en Iberoámerica, In: PLONSKI, G.A. (Ed.) Cooperación empresa-universidade en Iberoámerica. São Paulo: Programa CYTED, 1992. p. VII-XIV.

PLONSKI, G. A. Cooperação universidade-empresa: um desafio gerencial complexo. Revista de Administração da USP, v. 34, n. 4, p. 5-12, out./dez. 1999.

PORTO, G. S. A decisão empresarial de cooperação empresa universidade para desenvolvimento tecnológico. 2000. 253 f. Tese (Doutorado em Administração) - FEA/USP, São Paulo.

QUINTELLA, C. M.; TORRES, E. A. Transferência de Tecnologia In: RUSSO, S. L.; SILVA, G. F.; NUNES, M. A. S. N. Capacitação em Inovação Tecnológica para Empresários. 2. ed. São Cristóvão: Edufs, 2012.

RAMOS, A.; ZILBER, S. N. O impacto do investimento na capacidade inovadora da empresa. Revista de Administração e Inovação, vol. 12, n. 1, 2015.

REIS, D. Em busca da inovação tecnológica: motivações e barreiras para a cooperação. Revista Educação & Tecnologia, v. 2, n. 3, p. 38-54, 1998.

RICHARDSON, R. J. Pesquisa social: métodos e técnicas. São Paulo: Atlas, 1999.

SCHUMPETER, J. A. A Teoria do Desenvolvimento Econômico. São Paulo: Nova Cultural, 1988.

SEGATTO, A.P. Análise do processo de cooperação tecnológica universidade-empresa: um estudo exploratório. São Paulo, SP. Dissertação de mestrado. Universidade de São Paulo, 175 p., 1996.

SEGATTO-MENDES, A.P.; SBRAGIA, R. O processo de cooperação universidade-empresa em universidades brasileiras. Revista de Administração da USP, v. 37, n. 4, p. 58-71, out./dez., 2002.

SIEGEL, D. S.; WALDMAN, D. A.; LINK, A. N. Assessing the impact of organizational practices on the relativeevista productivity of university technology transfer offices: an exploratory study. Research Policy, v. 32, n. 1, p. 27-48, Jan., 2003.

STAL, E.; FUJINO, A. The evolution of universities’ relations with the business sector in Brazil: What national publications between 1980 and 2012 reveal. Rev. Adm, São Paulo, v. 51, n. 1, p. 72-86, março, 2016.

TEIXEIRA, A. A. C.; MOTA, L. A bibliometric portrait of the evolution, scientific roots and influence of the literature on university–industry links. Scientometrics, v.93, p.719–743, 2012.

THURSBY, J. G.; THURSBY, M. C. Who is selling the ivory tower? Sources of growth in university licensing. Management Science, v. 48, n. 1, p. 90-104, 2002

TISOTT, P. B.; TOMIELO, T.; KROTH, D. F.; OLEA, P. M.; BORELLI, V. A.; NESPOLO, D. O arranjo produtivo local - tecnologia da informação da serra gaúcha como um sistema de inovação. Inteligência Competitiva, São Paulo, v. 6, n. 6, p. 25-47, jan./mar. 2016.

TROTT, P. Gestão da inovação e desenvolvimento de novos produtos. 4. ed. Porto Alegre: Bookman, 2012.

VEDOVELLO, C.; FIGUEIREDO, P. N. (2005). Incubadora de inovação: que espécie é essa? FGV-EAESP, São Paulo, v. 4, n.1, jan./jul.

YIN, R. K. Estudo de caso: planejamento e métodos. 4. ed. Porto Alegre: Bookman, 2010.

Publicado
2018-12-28
Como Citar
SILVA, L.; MAÇANEIRO, M. A Estruturação do Processo de Cooperação Tecnológica Universidade-Empresa: O Esrudo de Caso Unicentro/Novatec. Revista em Gestão, Inovação e Sustentabilidade, v. 4, n. 1, 28 dez. 2018.
Seção
Artigos