PROMOTORAS LEGAIS POPULARES: REDE DE MULHERES COMO GARANTIDORAS DE DIREITOS FRENTE AO ESTADO PATRIARCAL

Isabela Martins Neves, Heloísa Storniolo Adegas

Resumo


Este trabalho trata sobre o projeto de extensão universitária popular Promotoras Legais Populares do Distrito Federal como uma rede de mulheres, norteada pela educação jurídica popular feminista, que propõe a plena efetivação dos direitos das mulheres. Para tanto, é elucidado como o Estado patriarcal é estruturado a partir da desigualdade de gênero, raça e classe; como as redes de mulheres funcionam paralelamente às instituições estatais, com o fito de promover a conscientização e emancipação de gênero; e, por fim, apresentar o funcionamento do projeto a partir da práxis libertária.


Palavras-chave


Promotoras Legais Populares, Estado patriarcal, Rede de mulheres.

Texto completo:

PDF


Conselho Diretor da Revista dos Estudantes de Direito da UnB - reddireitounb@gmail.com

ISSN impresso: 1981-9684 / ISSN eletrônico: 2177-6458