COMMON REPORTING STANDARD E SIGILO BANCÁRIO NO BRASIL

  • Mateo Scudeler Universidade de Brasília
Palavras-chave: Common Reporting Standard. Trocas automáticas de informações. Sigilo bancário. Direito. Direito bancário.

Resumo

Acompanhando a tendência global de cooperação intergovernamental e boas práticas fiscais, por meio de programas de transparência e trocas de informações, o Brasil assinou a Convenção Multilateral para Intercâmbio Internacional de Informações Tributárias, aderindo formalmente, com isso, ao Common Reporting Standard (CRS). Contudo, apesar de a recente mudança da jurisprudência do STF haver rechaçado, por fim, a tese de inconstitucionalidade da flexibilização do segredo bancário, consubstanciando-se em um importante avanço na questão, verifica-se, todavia, que a internalização do tratado no ordenamento jurídico, finalizada no ano de 2016, e a respectiva prática cooperativa internacional podem ainda vir a sofrer questionamentos judiciais residuais em face do quadro infralegal vigente.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Referências

MOSS, Meredith. Panama papers highlight the urgency: From FATCA to the OECD CRS.

Journal of Securities Operations & Custody, v. 8, n. 3, pp. 248-258(11). Henry Stewart

Publications: Summer, 2016.

OECD. Model Convention with respect to taxes on income and on capital. Paris: OECD

Publishing, 2014(a).

OECD. Standard for automatic exchange of financial account information. 1ª ed. Paris:

OECD Publishing, 2014(b).

SABBAG, Eduardo. Manual de Direito Tributário. 6ª ed. São Paulo: Saraiva, 2014.

SALOMÃO NETO, Eduardo. O Brasil, a OCDE e o ocaso do sigilo bancário. Boletim

junho de 2015. Disponível em: <http://www.levysalomao.com.br/files/publicacao/>. Acesso

em: 20.fev.2017.

SCHARLACK, José Rubens. FATCA and CRS compliance: Brazil’s trend towards

automatic exchange of information. US-China Law Review, ano 12, pp. 665-675, 2015.

Disponível em: <http://www.davidpublisher.com/>. Acesso em: 20.fev.2017.

TEIXEIRA, Glória. Manual de Direito Fiscal. 4ª ed. Coimbra: Almedina, 2016.

Publicado
2018-09-28
Como Citar
ScudelerM. (2018). COMMON REPORTING STANDARD E SIGILO BANCÁRIO NO BRASIL. Revista Dos Estudantes De Direito Da UnB, (14), 59 - 75. Recuperado de http://periodicos.unb.br/index.php/redunb/article/view/16563
Seção
Trabalhos Acadêmicos