Neuroética - uma nova extensão da bioética

  • Raul Marino Universidade de São Paulo
Palavras-chave: Neuroética. Neurociências. Ética. Neurofilosofia.

Resumo

Este artigo discorre sobre a neuroética, uma das disciplinas mais jovens ramificada da bioética original, já cognominada de “ética das ciências do cérebro”. A neuroética considera o cérebro como sede de nossa humanidade e pessoalidade, tratando do estudo das questões éticas, legais e sociais que surgem quando os achados científicos sobre o cérebro são levados à prática médica, às interpretações da lei, saúde e orientações da sociedade. Em resumo, é a ética das neurociências.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Raul Marino, Universidade de São Paulo

Faculdade de Medicina e Núcleo de Estudos de Bioética da Universidade de São Paulo (USP); Instituto Oscar Freire, São Paulo, São Paulo, Brasil.

Referências

Illes J, Damásio AR, Hyman SE et al. (32 Trabalhos Publicados; V. originais) The Americal Journal of Bioethics 2007, jan. 7: 1-78, Ajob Neuroscience (Suppl.).

Neuroethics – Mapping the Field. Conference Proceedings. Steven Marcus (ed.) The Dana Press, 2002. S. Francisco/CA, USA.

Illes J. Neuroethics – Defining the issues in theory, practice and policy. Oxford Univ. Press, 2005.

GlannonW. (ed.). Defining right and wrong in brains science. Essential readings in neuroethics. N.York: Dana Press, 2007.

Garland B. (ed.). Neuroscience and the law. Brain, mind and the scales of justice. New York: The Dana Press, 2005.

Ackerman SJ. Hard science, hard choices. Facts, ethics and policies guiding brain science today. New York: The Dana Press, 2006.

Levy N. Neuroethics. Challenges for the 21st. Century. UK: Cambridge Univ. Press, 2007.

Geisler N, Turek F. Legislating morality. Oregon: Wipf & Sock,1998.

Churchland PS. Neurophilosophy, toward a unified science of the mind/ brain. MIT Press, 1988.

Churchland PS. Brain wise - Studies in Neurophilosophy. MIT Press, Cambridge/Mass. 2002.

Neuroethics – Mapping the field. Op. cit. Editor’s note, p. III.

Neuroethics – Mapping the Field. Op. cit., p. 3.

Marino Jr. R. Fisiologia das emoções. São Paulo: Editora Sarvier, 1975. 14. Marino Jr. R. A religião do cérebro. S.Paulo: Ed. Gente, 2a. ed, 2005.

Gazzaniga MS. The ethical brain. New York: The Dana Press, 2005.

Como Citar
MarinoR. (1). Neuroética - uma nova extensão da bioética. Revista Brasileira De Bioética, 3(2), 150-156. https://doi.org/10.26512/rbb.v3i2.7920
Seção
Artigos Especiais