A RETÓRICA DE NIETZSCHE

às margens da discursividade filosófica

Palavras-chave: Vontade de Verdade. Teoria. Engano. Perspectivismo. Retórica.

Resumo

É, sobretudo, a partir da década de setenta, certamente encadeada com a “virada linguística”, que a pesquisa especializada em Nietzsche passa a demonstrar um crescente interesse por sua tese de íntima relação entre palavra e pensamento, ressaltando, por vezes, o papel fundamental da retórica nas reflexões nietzschianas sobre ciência, verdade e linguagem. O presente trabalho visa, no contexto dos dois primeiros capítulos da obra Para além de bem e mal de Nietzsche, a investigar o particular tratamento de Nietzsche ao problema da verdade e o que tal tratamento, imbricado à estratégia estilística de sua retórica nos mencionados capítulos, empreende em termos de recolocar a questão não apenas acerca da verdade, como também acerca das margens da própria discursividade filosófica.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Rebecca Reseck Wanderley Dias, Universidade de Brasília

Graduanda em licenciatura e bacharelado em Filosofia pela Universidade de Brasília (UnB - 2014), enfatizando a História da Filosofia e Epistemologia tendo por Trabalho de Conclusão de Curso uma monografia sobre Nietzsche e sua relação com com a problematização da verdade tal como pretendida pela tradição filosófica a partir de um tipo particular de discursividade: theorein. Desenvolvendo também, desde 2015, pesquisa na área de Filosofia da Educação, interagindo diretamente com escolas públicas na periferia de Brasília.Interesses gerais (ensino e pesquisa): estudo dos pressupostos teórico-estético-políticos da reflexão filosófica acerca da verdade enquanto norteador da concepção de perfectibilidade humana e suas consequências no âmbito da cultura e justificação filosófica.

Referências

KAULBACH, F. Philosophie des Perspektivismus. 1. Teil: Wahrheit und Perspektive bei Kant, Hegel und Nietzsche. Tübingen: Mohr, 1990.

LOPES, R. A. Ceticismo e vida contemplativa em Nietzsche. Tese de Doutorado. Faculdade de Filosofia e Ciências Humanas. Universidade Federal de Minas Gerais, 2008.

LOPES, R. A. “A almejada assimilação do materialismo”: Nietzsche e o debate naturalista na filosofia alemã da segunda metade do século XIX. In: Cadernos Nietzsche, vol. 29, 2011.

MARQUES, A. A filosofia perspectivista de Nietzsche. Ijuí/São Paulo: Unijuí/Discurso Editorial, 2003.

MOTA, T. Para uma leitura lingüístico-pragmática da teoria da verdade do jovem Nietzsche. Cognitio-Estudos: Revista Eletrônica de Filosofia, São Paulo, v. 3, n. 2, p. 134-42, dez. 2006. Disponível em:

<http://www.pucsp.br/pos/filosofia/Pragmatismo/cognitio_estudos/cog_estudos_v3n2/cog_est_v3_n2_mota_t14_134_142.pdf>.

MÜLLER-LAUTER, W. Nietzsche: sua filosofia dos antagonismos e os antagonismos de sua filosofia. Trad. Clademir Araldi: São Paulo, Unifesp, 2011.

MÜLLER-LAUTER, W. A doutrina da vontade de poder em Nietzsche. 2 ed. Trad. O. Giacoia Jr. São Paulo: Annablume, 1997.

MUNIZ GARCIA, A. L. “Vermoralisirung” e “Entmoralisirung” Da linguagem da moral ao caráter extra-moral da linguagem: as diretrizes de Nietzsche para um novo modo de pensar e escrever em filosofia. 2011. 308 p. Tese (Doutorado em Filosofia) – UNICAMP, Campinas, 2011. Disponível em:

<http://repositorio.unicamp.br/bitstream/REPOSIP/280817/1/Garcia_AndreLuisMuniz_D.pdf>. Acesso em: 30 out. 2018.

MUNIZ GARCIA, A. L. O teórico e o antiteórico ponto de vista de Nietzsche sobre a ciência: discutindo com a interpretação naturalista. 2017. 45 p. Artigo (Filosofia) – UNIFESP, São Paulo, 2017. Disponível em: <http://repositorio.unicamp.br/bitstream/REPOSIP/280817/1/Garcia_AndreLuisMuniz_D.pdf>. Acesso em: 23 out. 2018.

NIETZSCHE, F. A gaia ciência. Trad. Paulo César de Souza. São Paulo: Companhia das Letras, 2001.

NIETZSCHE, F. A genealogia da moral. 2 ed. Trad. Paulo César de Souza. São Paulo: Companhia das Letras, 2009.

NIETZSCHE, F. Além do bem e do mal. 2 ed. Trad. Paulo César de Souza. São Paulo: Companhia das Letras, 2002.

NIETZSCHE, F. Ecce homo. Trad. Paulo César de Souza. São Paulo: Companhia das Letras, 2008.

Publicado
2019-07-31
Como Citar
DiasR. R. W. (2019). A RETÓRICA DE NIETZSCHE. PÓLEMOS – Revista De Estudantes De Filosofia Da Universidade De Brasília, 8(15), 12 - 36. https://doi.org/10.26512/pól.v8i15.23355
Seção
Artigos