A INSUFICIÊNCIA DA EMANCIPAÇÃO POLÍTICA NA BUSCA PELA LIBERDADE REAL DO HOMEM NO JOVEM KARL MARX

  • Bruno Fernandes Universidade Federal de São Carlos (UFSCar)
Palavras-chave: emancipação política, emancipação humana, jovem Marx

Resumo

Karl Marx (1818-1883) escreve o ensaio Sobre a questão judaica (1843) para se contrapor à solução proposta por Bruno Bauer (1809-1882) acerca da relação entre o Estado prussiano e as reivindicações de emancipação do povo judeu alemão. Para Marx, a emancipação política, objetivo de Bauer, é insuficiente para a libertação do homem como sujeito não alienado; para tal, o que se deve reivindicar é a emancipação humana. A partir disso, nosso artigo discute as distinções e limites fundamentais entre a emancipação política e a humana. Neste sentido, pretendemos desenvolver a tese de que a emancipação política é insuficiente para superar as contradições em que vive o homem. Ao contrário do que pensa Bauer e os judeus, ao reivindicar um Estado democrático-burguês, a superação positiva e irrefutável da religião não está pressuposta.  

Downloads

Não há dados estatísticos.

Referências

ENGELS, Friedrich. Anti-Dühring. Editora Paz e Terra, 1979.
FAUSTO, Ruy. Marx: Lógica e Política Investigações para uma reconstituição do sentido da dialética. Tomo I. Editora Brasiliense: São Paulo, 2015.
FURET, François. Marx e a revolução francesa. Editora Jorge Zahar: São Paulo, 1986.
FREDERICO, Celso. O jovem Marx. 1843 – 1844: As origens da ontologia do ser social. Expressão Popular: São Paulo, 2009.
HEGEL, Georg. Princípios da filosofia do direito. Editora Vozes: São Paulo, 1997.
HOBSBAWM, Eric. A era das revoluções (1789-1848). Editora Paz e Terra, 1962.
LEFORT, Claude. A invenção democrática: os limites da dominação totalitária. Editora Brasiliense: São Paulo, 1983.
LUKÁCS, György. O jovem Marx e outros escritos de filosofia. Editora UFRJ: Rio de Janeiro, 2009.
MARX, Karl. Crítica da filosofia do direito de Hegel. Boitempo Editorial: São Paulo, 2005, 2010.
_______. Sobre a questão judaica. Boitempo Editorial: São Paulo, 2010.
MÉSZÁROS, István. A teoria da alienação em Marx. Boitempo Editorial: São Paulo, 2016.
Publicado
2019-02-28
Seção
Artigos