A FÍSICA NOS MODELOS DE UNIVERSIDADE

  • Leonardo Luiz e Castro Universidade de Brasília
  • Fabio Luís de Oliveira Paula Universidade de Brasília
Palavras-chave: Física, História, Universidade, Modelos de Universidade

Resumo

Ao longo dos séculos, vários modelos de universidade surgiram como adaptações a circunstâncias sociais, políticas, culturais e históricas. Fazemos aqui um breve histórico dos modelos de universidade mais importantes para nossa realidade nacional, destacando o lugar da Física e das ciências naturais nesses modelos. As universidades de Bolonha e Paris, comumente citadas como as primeiras universidades, já apresentavam diferenças importantes quanto à organização, financiamento e campos de estudo. Mais tarde, muitas universidades depararam-se com a oposição entre pesquisa e profissionalização, entre financiamento público e privado, entre currículo rígido e liberal, entre ciência pura e aplicação, entre ampliação do acesso e investimento em qualidade. Essas e outras questões foram resolvidas de diferentes formas por diferentes universidades e as soluções mais célebres configuraram modelos de funcionamento para outras universidades. O conhecimento desses modelos pode tornar mais produtivas as discussões sobre o ensino de Física, assim como de outras disciplinas.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Referências

ACADEMIA DAS CIÊNCIAS DE LISBOA. História da Academia. 2016. Disponível em: <http://www.acad-ciencias.pt/academia/historia-da-academia-das-ciencias-de-lisboa>. Acesso em: 1 Jan. 2019. 13

BIOGRAPHY.COM. Galileo: Biography. 20? Disponível em: <https://www.biography.com/people/

galileo-9305220>. Acesso em: 30 Dez. 2018. 12

BRITANNICA, T. E. o. E. Courtly education. Encyclopedia Britannica, Inc., Out 2016. Disponível em: <https://www.britannica.com/topic/education/Courtly-education>. 12

BRITANNICA, T. E. o. E. University. Encyclopedia Britannica, Inc., Out 2016. Disponível em: <https://www.britannica.com/topic/university>. 11

CASTANHO, S. Da universidade modelo aos modelos de universidade. Revista de estudos de educação, n. 04, 2002. Disponível em: <http://periodicos.uniso.br/ojs/index.php/quaestio/article/view/1394>. 11

CROSLAND, M. P. Academy of sciences: French organization. Encyclopædia Britannica, 20? Disponível em: <https://www.britannica.com/topic/Academy-of-Sciences-French-organization>. Acesso em: 1 Jan. 2019. 13

DERIWALA, M. Y. First University In The World. muslimobserver.com, 2014. Disponível em: <http://muslimobserver.com/first-university-in-the-world/>. 11

FLACH, J. M.; HOLDEN, J. G. The reality of experience: Gibson c s way. Massachusetts Institute

of Technology, v. 7, n. 1, p. 90–95, 1998. Disponível em: <http://homepages.uc.edu/~holdenjn/rsrch/Gibsons_way.pdf>. Acesso em: 12 mar. 2019. 17

GIBBONS, M. et al. The New Production of Knowledge: The dynamics of science and research in contemporary societies. London, Thousand Oaks, New Delhi: SAGE Publications, 1994. Disponível em: <http://www.schwartzman.org.br/simon/gibbons.pdf>. Acesso em: 8 Jan. 2019. 14

HELDEN, A. van. Accademia dei lincei. In: The Galileo Project. [s.n.], 1995. Disponível em: <http://galileo.rice.edu/gal/lincei.html>. Acesso em: 31 Dez. 2018. 12

HUMBOLDT-UNIVERSITÄT ZU BERLIN. Johann Gottlieb Fichte: Rektor der berliner universität 1811/12. Disponível em: <https://www.hu-berlin.de/de/ueberblick/geschichte/rektoren/fichte>. Acesso em: 8 Jan. 2019. 13

HUMBOLDT-UNIVERSITÄT ZU BERLIN. Nobel Prize winners. Disponível em: . Acesso em: 8 Jan. 2019. 14

KAMPOURIS, N. The platonic academy of athens: The world’s first university. Greek Reporter, greekreporter.com, Nov. 2018. Disponível em: <https://greece.greekreporter.com/2018/11/12/the-platonic-academy-of-athens-the-worlds-first-university/>. Acesso em: 30 Dez. 2018. 11

KERR, C. The uses of the university. British Journal of Educational Studies, Taylor & Francis, Society for Educational Studies, v. 13, n. 1, p. 102–103, 1964. Disponível em: <https://www.jstor.org/stable/3118404>. Acesso em: 8 Jan. 2019. 14

KING CHARLES THE SECOND. Translation of the First Charter, granted to the President, Council and Fellows of the Royal Society of London. [s.n.], 1662. Disponível em: <https://royalsociety.org/~/media/Royal_Society_Content/about-us/history/Charter1_English.pdf?la=en-GB>. Acesso em: 30 Dez. 2018. 13

LEITE, C. W. 29 aforismos de paulo francis. Revista Bula, 2018? Disponível em: . Acesso em: 1 Mai. 2018. 11

MEULEMEESTER, J.-L. D. Quels modèles d’université pour quel type de motivation des acteurs ? une vue évolutionniste. Pyramides, 2011. Disponível em: <http://journals.openedition.org/pyramides/804>. Acesso em: 2 Mai. 2018. 12

PAULA, M. de Fátima Costa de. A INFLUÊNCIA DAS CONCEPÇÕES ALEMÃ E FRANCESA SOBRE A UNIVERSIDADE DE SÃO PAULO E A UNIVERSIDADE DO RIO DE JANEIRO QUANDO DE SUAS FUNDAÇÕES. 2019. Disponível em: <https://edisciplinas.usp.br/pluginfile.php/1225503/mod_resource/

content/1/InfluenciasUSPxUFRJ.pdf>. Acesso em: 11 Jan. 2019. 11, 14

POLOS DE CIDADANIA. Polos de Cidadania. 2019. Disponível em: . Acesso em: 8 Jan. 2019. 16

PROTA, L. Um Novo Modelo de Universidade. Editora Convívio, 1987. Disponível em: <http://www.cdpb.org.br/novo_modelo_universidade_prota.pdf>. Acesso em: 11 Dez. 2018. 16

REAL ACADEMIA DE CIENCIAS. Antecedentes históricos de la Real Academia de Ciencias. 2019. Disponível em: <http://www.rac.es/1/1_1.php>. Acesso em: 1 Jan. 2019. 12, 13

ROCHA, J. A. d. L.; FILHO, N. d. A. Anísio Teixeira e a Universidade Nova. UFBA, 2019. Disponível em: <http://www.universidadenova.ufba.br/twiki/bin/view/UniversidadeNova/Conceitos>. Acesso em: 8 Jan. 2019. 15

RODRIGUES, F. Marilena chauí: "universidades devem entender que fazem parte da luta de classes": Professora e intelectual da usp fala sobre a crise nas universidades públicas brasileiras. Brasil de Fato, 2017. Disponível em: <https://www.brasildefato.com.br/2017/04/04/marilena-chaui-universidades-devem-entender-que-fazem-parte-da-luta-de-classe/>. Acesso em: 1 Mai. 2018. 11

RUBIÃO, A. História da Universidade: genealogia para um modelo participativo. Coimbra: Almedina, 2013. 11, 12, 13, 14, 15, 16, 17

THE ROYAL SOCIETY. History of the Royal Society. 2018. Disponível em: <https://royalsociety.org/about-us/history/>. Acesso em: 30 dez. 2018. 12

THE ROYAL SOCIETY. History of the Royal Society. 2018. Disponível em: <https://royalsociety.org/about-us/funding-finances/>. Acesso em: 30 dez. 2018. 13

UFABC. Ingresso #VemPraUFABC. Disponível em: <http://prograd.ufabc.edu.br/ingresso>. Acesso em: 8 Jan. 2019. 15

UNIVERSITÀ DI PISA. Storia dell’Università. 20? Disponível em: <https://www.unipi.it/index.php/presentazione/item/1340>. Acesso em: 30 Dez. 2018. 12

ZGAGA, P. Higher education and citizenshipe: ‘the full range of purposes’. European Educational Research Journal, v. 8, p. 175–188, 1 2009. Disponível em: <https://journals.sagepub.com/doi/abs/10. 2304/eerj.2009.8.2.175>. Acesso em: 8 Jan. 2019. 11

Publicado
2019-03-16