CLUSTERS, UMA ALTERNATIVA SOCIOECONÔMICA PARA RORAIMA.

  • Daiane Tretto Universidade Federal de Roraima
Palavras-chave: Roraima. Região amazônica. Clusters.

Resumo

Com desenvolvimento tardio, o estado de Roraima apresenta ainda no século vigente os impactos da exploração tardia vivenciada por toda região amazônica, para atender as necessidades capitalistas do país. Há passos lentos, o estado busca fortalecer uma dinâmica econômica que a desvincule da economia dependente de repasses federais. Por este fator, as aglomerações de micro empresas e o processo de cooperação que apresentam, tornam-se foco deste estudo por compreendermos a importância destes aglomerados como uma alternativa de desenvolvimento regional sustentável.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Daiane Tretto, Universidade Federal de Roraima

Graduada em Administração, Pós-graduação lato sensu em Metodologia do Ensino Superior e Gestão de Projetos e Mestre em Sociedade e Fronteiras pela Universidade Federal de Roraima.

Referências

AMARAL FILHO, J. do et al. Núcleos produtivos e arranjos produtivos locais: casos do ceará. In: Seminário internacional políticas para sistemas produtivos locais de mpme. Rio de Janeiro, Mangaratiba: Redesist, 11/13 mar. 2002.
BARROS N. Roraima, Paisagens e Tempo na Amazônia Setentrional. Editora Universitária. Recife, UFPE. 1995
BECKER, Bertha K. Amazônia. São Paulo: Ática, 1990.
BRASIL. Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). Censo 2010. Disponível em: http://www.ibge.gov.br
BRASIL. Ministério do Meio Ambiente. Plano Amazônia Sustentável. Volume 1. Brasília, 2004.
BRITO, F. R. C. D. Projeto Autonomia estatal e desenvolvimento regional no Brasil. Projeto de Tese de Doutorado em Ciência Política. Rio de Janeiro: IUPERJ, 1994.
CGEE - CENTRO DE GESTÃO DE ESTUDOS ESTRATÉGICOS. Cenários do ambiente de atuação das organizações públicas de pesquisa, desenvolvimento e inovação para o agronegócio brasileiro – 2002-2012. Brasília:EMBRAPA/CGEE, 2002. Disponível em: http://www.cgee.org.br/atividades/redirect.php?idProduto=1355 . Acesso em: 16 jun. 2013.
DINIZ, A. Frontier Evolution and Mobility in Volatile Frontier Settlements of the Brazilian Amazon. Doctoral Dissertation. Arizona State University. 2002.
DINIZ, A. Migração e Evolução da Fronteira Agrícola. Geografia. Rio Claro: v.28, n.3, p.363 - 378, 2003A.
DINIZ, A. A dimensão qualitativa da mobilidade humana na fronteira agrícola de Roraima. Cadernos de Geografia. Belo Horizonte: v.13, n.21, p.44 - 59, 2003B.
FERRARO, C. e STUMPO, G. (orgs). Políticas de apoyo a las pymes en América Latina. Entre avances innovadores y desafíos institucionales, Libros de la CEPAL
Número 107, Santiago de Chile, 2010.
FREITAS, A. Geografia e História de Roraima. GRAFIMA, Manaus. 1997.
FREITAS, A. Políticas Públicas e administrativas de territórios Federais do Brasil. (Dissertação de Mestrado), 2º Ed. Corprint. Brasil, 1946.
IGLIORI, D. C. Economia dos Clusters Industriais e Desenvolvimento. Iglu: FAPESP. São Paulo, 2001.
LASTRES, Helena M. M.; CASSIOLATO, José E.; MACIEL, Maria Lucia (orgs.). Pequena empresa: cooperação e desenvolvimento local. Rio de Janeiro: Relume-Dumará, 2003.
MARSHALL, A. Princípios de economia. 8 ed. São Paulo: Nova Cultural, 1985.
OLIVEIRA, J. A. P. Pequenas empresas, arranjos produtivos locais (APLs) e sustentabilidade – Rio de Janeiro: Editora FGV, 2009.
PIORE, M., SABEL, C. The second industrial divide. Nova York: Basic Books, 1984.
PORTER, M. E. Competição = On competition: estratégias competitivas essenciais. Rio de Janeiro: Campus, 1999.
RORAIMA. Arranjos Produtivos Locais no Estado de Roraima. Secretaria de Estado de Planejamento e Desenvolvimento-SEPLAN/RR. Boa Vista, 2005.
SENHORAS, E. M. Cluster e desenvolvimento local em Campinas. Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP) - Instituto de Economia (IE) Cidade Universitária Zeferino Vaz -Campinas –SP, 2002.
SEPLAN. Secretaria de Estado do Planejamento e Desenvolvimento de Roraima – SEPLAN. Disponível em: http://www.seplan.rr.gov.br. Acesso em: 20 de jun de 2012.
SOUZA, M. Breve história da Amazônia. 2º ed. Rio de Janeiro: Agir, 2001.
Publicado
2016-11-06
Como Citar
TrettoD. (2016). CLUSTERS, UMA ALTERNATIVA SOCIOECONÔMICA PARA RORAIMA. Revista Perspectivas Do Desenvolvimento, 4(5). Recuperado de http://periodicos.unb.br/index.php/perspectivasdodesenvolvimento/article/view/18840
Seção
Artigos