Cooperação Técnica Sul-Sul do Brasil: uma gestão de projetos tecnossocial?

  • Marina Bolfarine Caixeta Universidade de Brasília
Palavras-chave: Gestão de projetos. Cooperação técnica. Cooperação Sul-Sul. Brasil. Planejamento Estratégico Sociotecnico (Planes).

Resumo

O atual contexto da cooperação Sul-Sul projeta o Brasil como país de grande experiências em diversos campos do desenvolvimento internacional, o que tem sido acompanhado por iniciativas propostas pelo governo federal, como a caracterização da Cooperação Brasileira para o Desenvolvimento Internacional (CoBraDI) e a adoção de um Manual de Gestão da Cooperação Técnica Sul-Sul (CSS). Contudo, há grandes desafios que se apresentam na gestão dos projetos de cooperação que estejam em consonância com os propósitos da CSS de reformar e inovar a Cooperação Internacional para o Desenvolvimento (CID). À luz da recente discussão que culminou na formulação do Planejamento Estratégico Sociotecnico (Planes), procura-se analisar o atual cenário de gestão da CSS do Brasil, com o fim de contribuir um modelo de gestão que seja efetivo e, ao mesmo tempo, esteja baseado nas demandas sociais, políticas e econômicas dos povos.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Marina Bolfarine Caixeta, Universidade de Brasília

Mestre em Desenvolvimento, Sociedade e Cooperação Internacionail pela Universidade de Brasília (CEAM) e bacharel em Relações Internacionais. Trabalhou com gestão da cooperação Sul-Sul no Ministério da Saúde e no Escritório das Nações Unidas sobre Drogas e Crime (UNODC), atualmente, é pesquisadora do Observatório Brasil e o Sul.

Referências

AYLLÓN, B.; LEITE, I.C. La cooperación Sur-Sur de Brasil. Proyección solidaria y politica exterior. In: AYLLÓN, B.; JURASKY, J. (coords.) La cooperación Sur-Sur en Latinoamérica: utopia y realidade. Madrid: IUDC/UCM e Ed. Catarata, 2010. P. 69-101
AYLLÓN, B. Evolução Histórica da Cooperação Sul-Sul (CSS). In: IPEA, Repensando a Cooperação Internacional para o Desenvolvimento. Braíslia [IPEA], 2014.
BALLESTRIN, L. América Latina e o giro decolonial. Revista Brasileira de Ciência Política, n. 11, 2013. p. 89-117.
BRASIL. Ministério das Relações Exteriores (MRE) – ABC. Manual de Gestão da Cooperação Técnica Sul-Sul. Versão Externa. Brasília: Edição da ABC, novembro de 2013. 1 ed.
BRASIL. Ministério das Relações Exteriores (MRE) – ABC. Cooperação Brasileira para o Desenvolvimento Internacional (Cobradi) 2005 – 2009. Brasília: Ipea, 2010.
BRASIL. Ministério das Relações Exteriores (MRE) – ABC. Cooperação Brasileira para o Desenvolvimento Internacional (Cobradi) 2010. Brasília: Ipea, 2013.
CAIXETA, M.B. A Cooperação Sul-Sul como nova tendência da cooperação internacional: o discurso e a prática da cooperação técnica do Brasil com São Tomé e Príncipe para o combate à tuberculose. 2014. 193 f. Dissertação (Mestrado em Desenvolvimento Sociedade e Cooperação Internacional) - Estudos Avançados Multidisciplinares CEAM, Universidade de Brasília, Brasília, 2014.
CANDAU, Vera Maria. Direitos humanos, educação e interculturalidade: as tensões entre igualdade e diferença. Rev. Brasileira de Educação, V. 13, n. 37, 2008. p. 45-56.
LEITE I., SUYAMA B., WAISBICH L. e POMEROY, M. Brazil’s engagement in International Development Cooperation: the state of the debate. 2014.
Disponível em: http://articulacaosul.org/brazils-engagement-in-internationaldevelopment-cooperation-the-state-of-the-debate. Acessível em março de 2015.
LIMA, J.B; CAMPOS, R.P & JÚNIOR, J.R.P. A Cooperação Brasileira para o Desenvolvimento Internacional: elementos para reflexão e prospecção de uma política pública em formação. In: Brasil em Desenvolvimento 2014: Estado, Planejamento e Políticas Públicas. Vol. 2. Brasília: IPEA, 2014.
LÚCIO, Magda de Lima; DAROIT, Doriana; BESSA, Luiz Fernando Macedo. Sentidos e significados de se planejar estrategicamente nas organizações públicas – Planejamento Estratégico Sociotécnico (PLANES): análise de uma experiência. IV Congresso Internacional Governo, Gestão e Profissionalização em Âmbito Local Frente aos Grandes Desafios do Nosso Tempo, 2013.
MILANI, C.R.S. & PINHEIRO, L. Política Externa Brasileira: os desafios de sua caracterização como política pública. Revista Contexto Internacional. Vol. 35,
N. 1. Rio de Janeiro, 2013. [ISSN 1982-0240] Disponível em: http://contextointernacional.iri.pucrio.br/cgi/cgilua.exe/sys/start.htm?infoid=622&sid=116. Acesso em março de 2015.
ONU. Organização das Nações Unidas. Resolução AG 33/183 “Plano de Ação de Buenos Aires (PABA)”.
ONU. Organização das Nações Unidas. Relatório de Desenvolvimento Humano 2013 A ascensão do sul: progresso humano num mundo diversificado.
SANTOS, M.C.R. A Cooperação Sul-Sul brasileira a partir da análise da cooperação em registro civil de nascimento com Guiné Bissau: uma aplicação da teoria da policy transfer. 2013. 114 f. Dissertação (Mestrado em Desenvolvimento Sociedade e Cooperação Internacional) - Estudos Avançados Multidisciplinares CEAM, Universidade de Brasília, Brasília, 2013.
SANTOS, T.C.S.S. A presença das organizações da sociedade civil na cooperação brasileira para o desenvolvimento internacional em Moçambique: que relações se estabelecem em prol do desenvolvimento? In: Encontro Nacional da Associação Brasileira de Relações Internacionais - Redefinindo a Diplomacia num Mundo em Transformação, 5., 2015. Belo Horizonte. Anais. Disponível em: http://www.encontronacional2015.abri.org.br Acesso em Junho de 2016
Publicado
2016-11-06
Como Citar
Caixeta, M. (2016). Cooperação Técnica Sul-Sul do Brasil: uma gestão de projetos tecnossocial?. Revista Perspectivas Do Desenvolvimento, 4(5). Recuperado de http://periodicos.unb.br/index.php/perspectivasdodesenvolvimento/article/view/18839
Seção
Artigos