A Extensão universitária e a resistência negra na Universidade de Brasília

  • Carolina Rezende Moraes
Palavras-chave: educação, epistemicídio, extensão, racismo, resistência

Resumo

Existe uma disputa epistemológica e política sobre o conceito de extensão
universitária. Nesse sentido, reflito sobre a possível existência de um potencial transformador
e emancipador dela. Estudantes negros, cotistas ou não, ocupam os espaços
universitários nos três pilares da educação: ensino, pesquisa e extensão. Mas existem
questionamentos sobre os instrumentos de resistência que estudantes negros podem
conquistar nessas ocupações, e a extensão poderia ser uma delas. Levando isso em
conta, a trajetória do movimento extensionista na construção do termo é analisada e,
a partir disso, nove estudantes universitários negros e extensionistas foram entrevistados
a fim de analisar essas possibilidades e estratégias de resistência negra na Universidade.

Downloads

Não há dados estatísticos.
Publicado
2018-12-07
Como Citar
Rezende MoraesC. A Extensão universitária e a resistência negra na Universidade de Brasília. Participação, v. 1, n. 31, p. 11-25, 7 dez. 2018.