TEMPLO CLÁSSICO ATENA / TEMPLO CRISTÃO DE MARIA: Realidades Psíquicas Reveladas

Dr. Luciano Coutinho

Resumo


Muitos templos clássicos dedicados a Atena foram, nos primeiros séculos da Idade Média, adaptados e transformados em templos cristãos dedicados a Maria. Para tanto, o peristilo do templo clássico é fechado, e o templo perde sua abertura para a realidade externa. O templo pagão adaptado ao cristianismo torna-se essencialmente um espaço de convivência, e os fiéis passam a praticar seus cultos na parte interior do templo. A realidade externa ao templo é condenada a um tipo de não-realidade, e apenas a realidade interna, sustentada pela estética cristã, é fundamentada como única realidade possível para a purificação do fiel. Nesta realidade estética, a amamentação de Maria ao menino Jesus torna-se modelo de nutrição da alma para a preparação do fiel em sua vida no espaço de não-realidade, e também para o merecimento para a eternidade da alma.

Palavras-chave: Templo Clássico; Peristilo; Templo Cristão; Realidade e Não-Realidade.

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.18830/issn.1679-0944.n16.2016.09

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2017 Dr. Luciano Coutinho

Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.

ISSN 1679-0944

Creative Commons License

Paranoá is licensed under a Creative Commons Attribution 4.0 International License.

Indexadores, Repositórios e Bases de dados:

 

Verificação Anti-plágio: