A Análise da Sustentabilidade Ambiental Urbana das Áreas Centrais da Cidade de Taguatinga

Thânia Priscila Silva Bonifácio, Marta Adriana Bustos Romero

Resumo


Resumo:

Taguatinga é uma cidade jovem, sua fundação data de 1958 e, cuja população evoluiu de 26 mil habitantes para 361 mil em menos de 50 anos. Enquanto em várias regiões do mundo algumas medidas já começaram a ser tomadas – como as exigências de alguns países europeus de se instalar telhado-verde em suas edificações – as soluções sustentáveis ainda não são vistas no Brasil. Nesse sentido, este estudo propõe a análise do Plano Diretor Local para saber se nele foi previsto o desenvolvimento urbano sustentável, especialmente quanto à promoção da qualidade de vida ecologicamente equilibrada ou se será necessário uma interferência para adequar a norma vigente à nova realidade do nosso planeta. Os resultados mostraram que as propostas eram ineficazes, inconsistentes e não seguiram a maioria dos requisitos, além de haverem contradições.

Abstract

Taguatinga is a recent city, it was established by the year of 1958, and advanced from a nearly 26 thousand inhabitants to 361 thousand. While in many other countries some disciplinary measures are happening –like the Green-roof policies at Switzerland and Germany– here in Brazil these solutions are still unseen. Therefore, this present study proposes the Planning Directive analysis to know if sustainable urban development was predicted, especially when it comes to promote life quality that isecologically balanced, or if it will be necessary an intervention to fit the actual standards to our planet’s new reality. The results show us the proposals were ineffective, inconsistent and did not meet most of the requirements, besides there were a few contradictions.


Texto completo:

PDF

Referências


CLIMATE REPORT, WWF. Disponível em http://www.wwf.org.uk/filelibrary/pdf/climatesolutionreport.pdf, acessado em Maio de 2014.

GOVERNO DO DISTRITO FEDERAL, Plano Diretor Local de Taguatinga, Documento de Memória. Brasília, 1996.

NOVAES PINTO, Maria (Org.). Cerrado: caracterização, ocupação e perspectivas. Brasília, Editora Universidade de Brasília, 681 p, il, 1993.

ROMERO, Marta Adriana Bustos. Estratégias Bioclimáticas de Reabilitação Ambiental Adaptadas ao Projeto. Apresentação durante o Curso de Pós-Graduação Latu Sensu em Reabilitação Sustentável Ambiental Arquitetônica em Urbanística na Universidade de Brasília, 2013.

ROMERO, Marta Adriana Bustos. Arquitetura do lugar: uma visão bioclimática da sustentabilidade em Brasília. São Paulo: Ed. Nova Técnica Editorial, 2011.

ROMERO, Marta Adriana Bustos.Princípios Bioclimáticos para o Desenho Urbano. Brasília: Editora Universidade de Brasília, 2013.

ROMERO, Marta Adriana Bustos.Correlação entre o Microclima Urbano e a Configuração do Espaço Residencial em Brasília. Fórum Patrimônio: Mudanças Climáticas e o impacto das cidades, v.4, n.1, 2011.




DOI: http://dx.doi.org/10.18830/issn.1679-0944.n14.2015.16928

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2017 Thânia Priscila Silva Bonifácio, Marta Adriana Bustos Romero

Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.

ISSN 1679-0944

Creative Commons License

Paranoá is licensed under a Creative Commons Attribution 4.0 International License.

Indexadores, Repositórios e Bases de dados:

 

Verificação Anti-plágio: