As Instituições da Marinha no Rio de Janeiro e a Preservação de Bens Culturais

  • Miriam Benevenute Santos
  • Marcus Granato
Palavras-chave: Museologia patrimonio cultural, marinha do Brasil museus da Marinha

Resumo

 Este trabalho apresenta resultados de pesquisa sobre os museus da Marinha do Brasil no Estado do Rio de Janeiro. Trata-se de pesquisa qualitativa onde a metodologia utilizada incluiu a pesquisa de fontes secundárias e primárias relacionadas ao tema e visitas técnicas aos nove espaços que foram foco da pesquisa. A Marinha do Brasil, ao longo dos anos, tem desenvolvido mecanismos para conhecer e controlar os objetos que podem ser classifi cados como bens culturais e que estão sob sua guarda. Os acervos identificados datam do século XVII até os anos de 1950 e se apresentam em situações de preservação diferenciadas. Em geral, percebe-se a necessidade de aprofundar o estudo sobre os mesmos de forma a propiciar sua melhor contextualização e plena apropriação pela sociedade em geral.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Referências

ALMEIDA, Adilson José de. Acervos militares, museus e público. In: Comitê Internacional para Museus e Coleções de Armas e História Militar, 1, 2008, Rio de Janeiro. Anais... Rio de Janeiro: DPHDM, 2008. p.65-71.

APPELBAUM, Bárbara. Conservation Treatment Methodology. Oxford: Butterworth-Heinemann/Elsavier, 2007.

BITTENCOURT, Armando de Senna; LOUREIRO, Marcelo José. Patrimônio Histórico, Educação e Consciência Marítima. Revista Marítima Brasileira, Rio de Janeiro, v.132, p.9-22, out/dez, 2012. Disponível em: . Acesso em: 20 out. 2017.

BRASIL. Constituição da República Federativa do Brasil: promulgada em 5 de outubro de 1988. . Disponível em: <http://www.senado.gov.br>. Acesso em: 20 out. 2017.

______. Decreto n° 4.116, de 14 de março de 1868. Cria um museu no Arsenal de Marinha da Corte. Disponível em: <http://www2.camara.leg.br/ legin/fed/decret/1824-1899/decreto-4116-14-marco-1868-553330-norma-pe.html> Acesso em: 10 out. 2017.

______. Decreto n° 6510, de 11 de junho de 1907. Reorganiza a Biblioteca e o Museu da Marinha. Disponível em: <http://www2.camara.leg.br/ legin/fed/decret/1900-1909/decreto-6510-11-junho-1907-522742-republicacao-105596-pe.html>. Acesso em: 30 out. 2017.

Decreto n°. 15.596, de 2 agosto de 1922,1922. Criação do Museu Histórico Nacional. Disponível em:< http://www2.camara.leg.br/legin/fed/decret/1920-1929/decreto-15596-2-agosto-1922-568204-publicacaooriginal-91597-pe.html>. Acesso 01 jun. 2017.

Ministério da Defesa. Portaria Interministerial MD/MEC n° 830, de 23 de maio de 2008. Dispõe sobre a equivalência dos cursos de formação de oficiais das Forças Armadas. Disponível em: < http://www.portal.mec.gov.br/cne/arquivos/pdf/2008/port 830_ 08.pdf >. Acesso em: 15 out. 2017.

Ministério da Defesa. Política Nacional de Defesa, 2012. Disponível em: < http://www.defesa.gov.br/2012/mes07/pnd.pdf>. Acesso em: 10 out. 2017.

Normas Para Gestão de Bens Culturais. Secretaria-Geral da Marinha. Marinha do Brasil, Brasília, 29 de junho de 2004.

Normas Para Gestão de Bens Culturais. Secretaria-Geral da Marinha. Marinha do Brasil, Brasília, 30 de junho de 2009.

Normas Para Gestão de Bens Culturais. Secretaria-Geral da Marinha. Marinha do Brasil, Brasília, 28 de fevereiro de 2012.

Normas Para Gestão de Bens Culturais. Secretaria-Geral da Marinha. Marinha do Brasil, Brasília, 27 de abril de 2015.

Regulamento da Diretoria do Patrimônio Histórico e Documentação da Marinha. Secretaria-Geral da Marinha do Brasil, Brasília, 31 de março de 2013.

CHERQUES, Sérgio. Dicionário do Mar. São Paulo: Globo, 1999. 551p. il.

FERREIRA, Aurélio Buarque de Holanda. Dicionário Brasileiro da Língua Portuguesa. 6ª ed. Curitiba: Positivo, 1986. 895p.

FONSECA, Maria Cecília Londres. Referências Culturais: Base para novas políticas de patrimônio. Revista Políticas Sociais: Acompanhamento e Análise, n.2, p.111-120, 2001. Disponível em: . Acesso em: 20 out. 2017.

FROTA, Guilherme de Adrea. Colégio Naval 50 anos. Rio de Janeiro: Serviço de Documentação da Marinha, 2001. 100p. il.

GAMA, Edina Laura Nogueira da. O Poder Naval e a Formação do Brasil: breves reflexões sobre a historiografia naval brasileira e a modernização do Museu Naval. In: SIMPÓSIO NACIONAL DE HISTÓRIA - ANPUH, 27, 2013, Natal. Anais... Natal, RN, 2013. Disponível em: . Acesso em: 30 out. 2017.

GUTIÉRREZ, Miguel ÁngelBonache. La conservación preventiva em laexposición permanente. Revista Ejército de TierraEspañol. Madri, año LXXI, n.831, p.32-40, 2010. Diponível em: . Acesso em: 20 out. 2017.

GRANJA, Pablo Gonzáles-Pola de La. El Patrimônio histórico militar em lá difusión de la cultura de seguridade e defensa. Cadernos de Estragegia Cultura de Seguridad Y Defensa. Instituto Espanhol de Estudios Estratégicos, n.172. Madrid: Ministério da Defensa, 2015 Cap. IV. Catálogo General de publicaciones oficiales. Disponível em: <https://dialnet.unirioja.es/descarga/articulo/5122199.pdf>. Acesso em: 20 out. 2017.

HERNÁNDEZ, Francisca Hernándes. El discurso museológico enlosmuseos militares: génesis, conceptualización y narrativa museográfica. Revista de Museologia, n.37, p.08-26, 2006.

MELLO, Dick Silveira; LIMA, Tadeu de Mendonça Pereira. Museu Oceanográfico do IEAPM. Revista A Ressurgência, n.2, p. 30-33, ano 2008.

PINHEIRO, Lena Vania Ribeiro; GRANTO, Marcus. Para pensar a interdisciplinaridade na preservação: algumas questões preliminares. In: SILVA, Rubens Ribeiro Gonçalves da (Org.). Preservação Documental: uma mensagem para o futuro [on line]. Salvador: EDUBA, 2012. p.23-40.

RIO DE JANEIRO. INEPAC. Tombamento do Serviço de Documentação da Marinha – Museu Naval, 1980. Disponível em: Acesso em: 13 ago. 2017.

RODRIGUES, Francisco Amado. Uma nova rede de museus para o Exército português. Dissertação (Mestrado), Programa de Pós-Graduação em Museologia, Faculdade de Letras da Universidade do Porto, Departamento de Ciências e Técnicas do Patrimônio, 2005.

STORI, Norberto; MARANHÃO, Romero de Albuquerque. Bens Culturais na Marinha do Brasil: um diálogo entre gestão e arte. Revista Mouseion, Canoas, n.25, p. 53-73, 2016.

TEIXEIRA. Mariana Jacob. A natureza e gestão das colecções dos museus militares na dependência da Direcção de História e Cultura Militar (Exército). Dissertação (Mestrado), Programa de Pós-Graduação em Museologia, Faculdade de Letras da Universidade do Porto, Departamento de Ciências e Técnicas do Patrimônio, 2011.

Publicado
2018-10-29
Como Citar
SantosM. B., & GranatoM. (2018). As Instituições da Marinha no Rio de Janeiro e a Preservação de Bens Culturais. Museologia & Interdisciplinaridade, 7(14), 128-150. https://doi.org/10.26512/museologia.v7i14.18390
Seção
Dossiê Museus e Oceanos