O lugar do marxismo na formação do educador

Susana Jiménez, Laurinete Gonçalves, Luis Barbosa

Resumo


O artigo toma por base uma pesquisa desenvolvida no campo da formação do educador, com vistas a aferir a presença/ausência do marxismo no curso de pedagogia. Os dados foram coletados por meio do exame de programas disciplinares, questionários e entrevistas aplicadas a professores do curso de pedagogia da Universidade Estadual do Ceará. Os resultados apontam a formação do professor crítico-reflexivo como o eixo dominante do curso, conforme o entendimento da maioria dos professores, enquanto a crítica marxista comparece nesse contexto de forma rarefeita e, no mais das vezes, assaz problemática. Não obstante o processo desqualificatório que varreu o marxismo dos espaços acadêmicos, este parece fundamentar, numa perspectiva devidamente unitária e revolucionária, o desenvolvimento de duas disciplinas do curso tomado como objeto de estudo. O artigo reafirma a relevância do marxismo e defende um projeto de educação que aponte para a superação do capital.


Palavras-chave


Marxismo; Pedagogia; Formação do educador

Texto completo:

PDF


ISSN impresso 1516-4896 | ISSN eletrônico  1981-0431     

Patrocínio: 

 

 

Esta revista está indexada  em: 


    Elektronische Zeitschriftenbibliothek