A trama dos documentos em torno da demarcação da Terra Indígena Igarapé Lourdes

  • Lediane Fani Felzke Instituto Federal de Rondônia
Palavras-chave: Terra Indígena Igarapé Lourdes. Povo Arara. Povo Ikólóéhj Gavião. Identificação e demarcação

Resumo

A Terra Indígena Igarapé Lourdes, habitada pelos grupos étnicos Arara e Gavião, está situada no estado de Rondônia, na divisa com o Mato Grosso. A ideia, neste artigo, é compreender as nuances do processo demarcatório nos anos 1970 e trazer alguns dados sobre a invasão e a expulsão de colonos sulistas nos anos 1980, por meio dos registros documentais arquivados na FUNAI/DF e no Museu do Índio/RJ. Quanto à demarcação, a maior parte da terra tradicional dos Ikólóéhj Gavião ficou fora dos limites. Os documentos dão conta que a decisão sobre a área a ser identificada e demarcada foi determinada em Brasília, antes mesmo que a equipe do Grupo de Trabalho chegasse ao então Território de Rondônia. A identificação foi realizada “pelo alto”, na medida em que a equipe não conversou com os indígenas Arara e Gavião. A demarcação física teve início no ano de 1976 e foi concluída em 1977. Pouco depois, a terra começou a ser invadida por colonos oriundos do sul e sudeste e mesmo depois da homologação da TI pelo decreto nº. 88.609 de 09/08/1983, os invasores continuaram no local. Apenas entre 1984 e 1985 foram retirados por iniciativa dos indígenas que então contaram com o apoio da FUNAI e da Polícia Federal. Este processo resultou no deslocamento das aldeias, do interior para o sul da TI a fim de proteger os limites e desestimular novas invasões.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Lediane Fani Felzke, Instituto Federal de Rondônia

Professora no Instituto Federal de Rondônia (IFRO) Campus Ji-Paraná

Referências

Felzke, Lediane. Dança e imortalidade. Igreja, festa e xamanismo entre os Ikólóéhj Gavião de Rondônia. Brasília: PPGAS/DAN/UnB, 2017. Disponível em: http://repositorio.unb.br/handle/10482/22959

_______. Os Ikólóéhj Gavião: a terra e os outros. São Leopoldo/RS: Oikos, 2017.

Felzke, Lediane Fani et.al. Memória e resistência na migração para a Amazônia: o caso de Nova Londrina em Ji-Paraná, estado de Rondônia, Brasil. Mundo Agrário, v. 15, n. 30, 2014.

FUNAI. Terra Indígena Igarapé Lourdes. Processo número FUNAI/BSB/004.836/1975.

Hugo, Victor. Desbravadores. Humaitá: Missão Salesiana de Humaitá. 1959.

Museu do Índio. Acervo. Microfilme 43_2482. Rio de Janeiro.

_______. Acervo. Microfilme 43_02505. Rio de Janeiro.

_______. Acervo. Microfilme 45_00999. Rio de Janeiro.

Publicado
2018-12-20
Seção
Artigos